Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Oswaldo afirma que pediu punição de quinteto à diretoria: "Erraram comigo"


Oswaldo de Oliveira falou pela primeira vez no Flamengo após o afastamento de Alan Patrick, Everton, Marcelo Cirino, Pará e Paulinho. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira no Ninho do Urubu, o técnico mostrou insatisfação com a postura dos jogadores que participaram de uma festa após o treinamento da última terça, revelou que sempre dá conselhos ao grupo sobre abstinência alcoólica e afirmou que ele próprio pediu à diretoria o afastamento do quinteto, mas a princípio somente para a próxima partida.

- Nos reunimos eu, Gérson (Biscotto), Rodrigo (Caetano) e o Fred (Luz). Fizemos uma reunião e decidimos que iríamos punir. Eu queria puni-los. Partiu de mim. Eles erraram comigo. O que tenho pedido é comprometimento, entrega, que a gente faça um esforço maior para voltar a jogar bem, ganhar jogos. Essa é minha retórica diária aos jogadores. Com todos eles, não só os cinco. Eu os afastaria desse jogo, combinamos apenas de esgotarmos o assunto, darmos cifras finais. Não podia partir só de mim. Minha intenção era tirar desse jogo e depois analisar a situação, porque o ser humano é passível de falhas. Falo sempre em sono, abstinência alcoólica para os meus jogadores. Hoje é muito difícil jogar e ter disciplina tática se não observar todos esses detalhes. Partiu de mim também a punição, que depois foi antecipada.

Oswaldo de Oliveira Flamengo (Foto: Ivan Raupp) 
Oswaldo de Oliveira concedeu entrevista coletiva ao lado de dirigentes do Flamengo (Foto: Ivan Raupp)

Oswaldo, por outro lado, mostrou descontentamento com a rapidez do pronunciamento do afastamento feito pelo diretor-geral, Fred Luz, na noite da última quarta-feira. De acordo com o técnico, o acordo era esperar o dia seguinte para primeiro conversar com os atletas, depois anunciar a punição. Ele não descartou voltar a contar com o quinteto ainda neste Campeonato Brasileiro. Vale lembrar que o afastamento se deu por tempo indeterminado.

- As coisas aconteceram muito rápido. Não gostei da antecipação da notícia exatamente por isso. Iríamos afastar ontem (quinta-feira). Qualquer ser humano tem o direito de errar. Embora, repetidamente, a punição tem que ser mais alta. De qualquer maneira, gosto deles, são excelentes meninos. Já tinha trabalhado com Alan (Patrick) no Palmeiras e gosto dele. Acredito, sim, que eles podem voltar a nos ajudar no campeonato.

Time em reconstrução
 
Oswaldo de Oliveira afirmou também que o time está passando por um momento de reconstrução com a ausência dos jogadores afastados. Dos cinco punidos, três (Pará, Alan Patrick e Everton) são considerados titulares. Paulinho entrava com frequência e era opção para a vaga de Emerson Sheik, suspenso para o duelo deste domingo contra o Grêmio. Marcelo Cirino está em processo de recuperação de uma lesão no joelho.

 - A gente está tendo uma semana diferente, de reconstrução da equipe pela ausência dos quatro que vinham jogando e um que estava no grupo. Tive dois dias pra reconstruir a equipe, procurar dar um entendimento do que precisamos para jogo um tão difícil como esse contra o Grêmio.

O técnico fez questão de lembrar que a situação do Flamengo para o jogo contra o Grêmio, em Porto Alegre, neste domingo, às 17h, será agravada pelas ausências também de Emerson Sheik e Jonas, suspensos, e disse que ainda acredita na classificação para a Libertadores 2016. O time perdeu seis das últimas sete partidas.

- Qualquer vitória é muito bem-vinda e importante. É um momento crucial para que possamos ter ascensão nesse ciclo pelo qual todas as equipes passam. Todas as equipes oscilam. Quem não oscila está liderando o campeonato, ou oscila menos, ou consegue retomar mais rapidamente. Essas equipes que têm elenco definido há mais tempo conseguem permanecer sem muita oscilação.

Na manhã desta sexta-feira, o GloboEsporte.com publicou matéria informando que a tendência é que Oswaldo de Oliveira não permaneça no Flamengo para a próxima temporada. O treinador foi questionado sobre o assunto e garantiu que, se depender dele, segue no clube.

- Todas essas perguntas devem ser feitas a eles (dirigentes). Minha intenção é ficar, quero muito e acredito muito no projeto e na seriedade desses homens - disse, elogiando a diretoria.

Quatro juniores incorporados
 
Os juniores Ronaldo, Thiago Santos, Matheus Sávio e Douglas Baggio vão se juntar aos profissionais do Flamengo neste fim de temporada, por conta do afastamento do quinteto da festa. Os quatro já viajam com a delegação para Porto Alegre nesta sexta-feira.


Nenhum comentário: