Flamengo 10 títulos nacionais

Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 31 de dezembro de 2016

Flamengo paga Romário e põe caso Hernane e 1987 como metas para próximo ano


Romário Flamengo 1995 (Foto: Divulgação)
Se não deu volta olímpica em campo, o Flamengo termina a temporada com boas notícias fora de campo. Depois de renovar um patrocinador e garantir um novo acordo milionário com empresa tailandesa, o clube comemora êxitos no departamento jurídico. Em carta enviada aos associados do clube, o vice-presidente jurídico Flávio Willeman tratou com otimismo de dois casos importantes para o clube: a previsão de receber pela venda de Hernane ao Al Nassr no ano que vem, além de seguir na luta pelo reconhecimento na Justiça do título do Campeonato Brasileiro de 1987. Hoje, mesmo com a CBF, em 2011, tendo proclamado dois campeões naquele ano, a Justiça determinou que apenas o Sport é campeão daquele ano.

Depois de acordo milionário com Ronaldinho Gaúcho, neste fim de 2016 o clube celebrou acordo de processo movido por Romário. O ex-jogador cobrava direitos de imagem da passagem pelo clube nos anos 1990. Entre juros e correções da cobrança, chegava a R$ 18 milhões. O Flamengo propôs pagar R$ 6 milhões à vista e conseguiu fechar acordo e encerrar o caso. Os valores foram divulgados anteriormente pelo site "Uol".

Confira um trecho do comunicado do departamento jurídico do Flamengo (Foto: Divulgação)No caso Hernane, o Flamengo informa que já tem notícia de vitória no julgamento da terceira parcela de cobrança sobre o clube da Arábia Saudita. Nas primeiras duas parcelas, no total de 2,5 milhões de euros, o clube árabe já foi condenado e, na última, de 2 milhões de euros, o final será o mesmo, escreveu Willeman aos sócios do Rubro-Negro.

"Como a execução já se iniciou em relação às duas primeiras parcelas, temos a expectativa e a confiança em nossos advogados externos de que receberemos todos os valores devidos no ano de 2017", informou Flávio Willeman.

Colocada como uma das principais metas de 2017, a discussão em torno do Campeonato Brasileiro de 1987 deve ter novos capítulos no ano que vem. O Flamengo contratou "ilustres juristas para auxiliar nos memoriais enviados aos ministros do Supremo Tribunal Federal" e lembrou que o processo está suspenso para nova avaliação do caso. "Não mediremos esforços para que seja reconhecido o nosso merecido título, conquistado em campo (glória que ninguém poderá nos retirar)."

No balanço do departamento jurídico, destaque para a diminuição no número de ações trabalhistas - hoje, são 50 processos. O clube diz ter feito 160 acordos em quatro anos, pagando R$ 78 milhões através do Ato trabalhista. Outro destaque é a cobrança de parceiros inadimplentes com o clube. O Fla calcula que tem a receber mais de R$ 11,5 milhões, em casos que ainda serão discutidos na Justiça ao longo do ano de 2017

Confira um trecho do comunicado do departamento jurídico do Flamengo (Foto: Divulgação)

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Primeira Liga divulga alterações na tabela para rodada de abertura: veja!

A organização da Primeira Liga anunciou mudanças na tabela para a primeira rodada do torneio em 2017. O jogo do atual campeão, Fluminense, contra o Criciúma foi antecipado e irá inaugurar a competição no dia 24 de janeiro; enquanto a partida Chapecoense x Joinville foi adiada de quarta para quinta-feira, 26. Houve ainda três inversões de mando de campo em razão da reforma na Ressacada, afetada por conta de um ciclone que teve em Florianópolis.

Com isso, o duelo Avaí x Paraná será realizado no Durival Britto, em Curitiba. Devido a esta mudança, dois outros confrontos foram invertidos para evitar que um time faça todos os três jogos em casa na fase de grupos: Londrina x Avaí e Paraná x Londrina. Clique aqui e veja a tabela completa da competição.

Confira os primeiros jogos da Primeira Liga em 2017:
 
TERÇA-FEIRA: 24/01/2017   20h - FLUMINENSE X CRICIÚMA
QUARTA-FEIRA- 25/01/2017 19h15 - PARANÁ X AVAÍ
QUARTA-FEIRA: 25/01/2017 19h15 - FIGUEIRENSE X LONDRINA
QUINTA-FEIRA: 26/01/2017   20h - CHAPECOENSE X JOINVILLE
QUARTA-FEIRA: 01/02/2017 19h30 - CRUZEIRO X ATLÉTICO-MG
QUARTA-FEIRA: 01/02/2017 19h30 - INTERNACIONAL X BRASIL-RS
QUINTA-FEIRA: 02/02/2017   19h15 - AMÉRICA-MG X CEARÁ

Zé indica, e Flamengo contrata Cleber dos Santos, ex-vasco sanitário, para auxiliar técnico


técnico do Flamengo Cleber dos Santos com equipe sub-20 que vai disputar a Copinha 02 (Foto: Assessoria de imprensa do Flamengo)
O Flamengo definiu o nome do novo auxiliar técnico: Cleber dos Santos. Fora da comissão técnica do Vasco desde a saída de Jorginho, que também tinha ao lado Zinho e Joelton Urtiga, Cleber se apresenta dia 11 de janeiro para a pré-temporada no Ninho do Urubu. O profissional de 37 anos foi indicação do técnico Zé Ricardo – informação do colunista Gilmar Ferreira, do jornal “Extra”.

Cleber dos Santos trabalhou como analista de desempenho na comissão técnica de Jorginho. Amigo de Zé Ricardo desde sua primeira passagem pelo Flamengo – Cleber foi técnico do sub-17 e do sub-20 -, o auxiliar tem um título pelo Rubro-Negro: campeão do torneio Octávio Pinto Guimarães. Ao site oficial do vasco, Jorginho elogiou Cleber dos Santos, que conheceu no período que foi treinador do Flamengo em 2013.

- Cleber tem muita experiência de campo. Trabalhou na base do Flamengo e do Audax como treinador. Ele fica na beira do campo analisando o time adversário e tira as informações sobre eles. Tudo isso é o trabalho da análise de desempenho. E eles também observam quem está se destacando, mapeiam tudo – comentou o ex-treinador do vasco, à publicação oficial do rival.

Cleber dos Santos foi treinador das categorias sub-11, sub-13 e sub-15 no Flamengo. Depois, passou pelo Audax e foi técnico do sub-20 e auxiliar do profissional entre 2007 e 2010, quando trabalhou também no Grêmio Osasco. Além disso, foi técnico do sub-20, antes de voltar à Gávea. Ele se junta à comissão que tem Jayme de Almeida, os preparadores físicos Daniel Gonçalves e Marcelo Martorelli e o preparador de goleiros Victor Hugo, além de médicos e outros profissionais do departamento de futebol.

Flamengo fecha patrocínio que renderá cerca de R$ 200 milhões ao clube em 6 anos


Carabao, na manga, é a nova patrocinadora do Flamengo (Foto: Reprodução)
No último dia útil de 2016, o Flamengo fechou um contrato bastante expressivo, o maior de sua história se for levado em conta duração e dinheiro envolvidos. A empresa tailandesa Carabao Tawandang é a nova patrocinadora rubro-negra e pagará R$ 190 milhões ao clube para exibir a marca de seu drink energético, Carabao, no "manto". O vínculo é de seis anos. A notícia foi publicada inicialmente pelo colunista Ancelmo Gois e confirmada pelo Globoesporte. com. 

A logo da Carabao será exibida em 2017 na manga do uniforme do Flamengo. A partir de 2018, passa para o espaço mais nobre da camisa e torna-se o patrocinador master do Rubro-Negro, substituindo a Caixa Econômica Federal, que pode ocupar outra propriedade do uniforme ou mesmo não patrocinar mais o clube.  

O GloboEsporte.com apurou que, com a Carabao ainda na manga, serão pagos R$ 15 milhões em 2017. Nos cinco seguintes, o clube receberá R$ 35 milhões por temporada. Com valores reajustados e bônus, o Fla crê que pode superar os R$ 190 milhões inicialmente projetados. 

Vice-presidente de marketing do Flamengo, Daniel Orlean não trata a parceria com a Carabao como um simples patrocinador. Qualifica o acordo como o início de uma parceira estratégica, principalmente pelo fato de o clube lucrar com venda de produtos e de acordo com o crescimento da marca da empresa tailandesa no Brasil.

A Carabao já ilustra o uniforme de treinos do Chelsea (Foto: Reprodução/Twitter)
 
Rogério Ceni Chelsea (Foto: Reprodução/Twitter)- Grande passo no sentido de estabelecer com as marcas uma parceria estratégica que vai além de um patrocínio de mídia. É uma parceria onde a gente ganha junto com o crescimento dos resultados do nosso parceiro. Trata-se de uma empresa que já está na Europa, em vários países. É um trabalho que vem sendo feito há alguns meses pelo nosso time de executivos, e acreditamos que é um marco não só na história do Flamengo, mas também na história do futebol brasileiro, porque é o maior patrocínio que a gente percebe .na história do futebol brasileiro - disse Daniel Orlean.

- É preciso destacar que, apesar de já termos firmado o acordo com o novo parceiro, ele só é valido mediante a aprovação do Conselho Deliberativo, que é soberano, e nós respeitamos a governança do clube.

Em 2017, o Flamengo receberá R$ 6 milhões do curso de línguas Yes!, cuja marca é exibida na barra da camisa (abaixo do número), R$ 15 milhões da Carabao (manga), R$ 7 milhões da MRV (costas superior) e R$ 25 milhões da Caixa Econômica Federal. Em relação à última, é bom frisar que o valor é pautado nos termos atuais, mas estes podem ser reajustados. Clube e Caixa estão em processo de renovação, e os ganhos rubro-negros podem ser maiores.

A Tim, que posiciona sua logo dentro do número do uniforme, investe R$ 4 milhões no futebol. 



quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Arão aposta em títulos e define 2016: "Ano mais importante da minha vida"

Na Bahia, descanso e muitas fotos nas praias do estado nordestino (Foto: Arquivo pessoal)
Um dos jogadores mais regulares no ano de 2016 do Flamengo - veja os números completos abaixo - , Willian Arão, enfim, está descansando. A reapresentação no Ninho do Urubu está marcada para o dia 11 de janeiro. Enquanto isso, férias com a família em São Paulo, praia na Bahia e mais. Ele não para. Vai ainda para os EUA antes de voltar para a segunda pré-temporada como jogador do Flamengo.


O melhor ano de Arão
Jogos oficiais em 2016: 62
Jogos no Brasileiro: 37 (só ficou de fora de uma partida)
Total de desarmes: 110
Gols: 7 - quatro no Brasileiro e três no Carioca (fora os amistosos)
Assistências: 8

A polêmica com o Botafogo ficou para trás - embora ainda seja motivo de ação judicial da equipe alvinegra  e deva ter definição em 2017 - e Arão não tem arrependimento. Pelo contrário, se diz muito tranquilo com a decisão.  Para ele, 2016 foi o melhor ano de sua vida como jogador profissional.  

- Acho que demonstrei em campo que minha felicidade também influencia no meu jogo. Desde o momento que tomei a decisão, a diretoria e a torcida do Flamengo me trataram de maneira muito especial - contou Arão em entrevista por telefone no GloboEsporte.com.



Confira a entrevista com o meia do Flamengo.
GloboEsporte.com: Como avalia essa a primeira temporada com a camisa do Flamengo?
Willian Arão: Foi um ano especial para mim. O mais importante da minha vida sem dúvidas. Um ano em que mais pude roubar bola, dar mais assistências, mais gols, mais participei de jogos. infelizmente, não veio o título, mas, individualmente, vendo minha perfomance, cresci muito como jogador, como pessoa. Agradeço muito ao Flamengo por todo mundo que me apoiou, a torcida, também à minha família e esposa. Sem eles não conseguiria isso. Foi um ano maravilhoso. Quase que perfeito. Para bater a perfeição, podia ser coroado com um título e porque não uma convocação para a seleção. Mas estou tranquilo.

O que contribuiu para o que você considera melhor ano da carreira?
Não há só um fator. O primeiro de tudo isso foi a minha felicidade. Estou muito feliz. Eu escolhi o Flamengo, era um sonho. O esquema do professor Muricy, no início do ano, me deu liberdade, depois com o Zé, que deu continuidade. Ele ajeitou algumas coisas, corrigiu outras. Foi fundamental. A minha dupla que mais jogou comigo, o Márcio Araújo, também encaixou muito bem. Com o Cuéllar vinha bem, mas encaixou mais com o Márcio.

Interessante você comentar do Márcio, que é sempre tão criticado. O que pode falar dele?
Márcio é um cara muito tranquilo. Posso falar bem dele por ser amigo particular, estamos quase todo dia juntos. Sabemos que algumas pessoas não gostam do futebol dele, mas com todos os jogadores existe isso. Certamente alguns não gosta de mim, outros do Muralha... Márcio sabe da importância que tem pro time, da liderança dele apesar de não falar muito, tem postura muito firme. É engraçado até falar dele. Sabemos que não vamos agradar a todos, mas temos que seguir com nosso trabalho.

Você falou em ano quase perfeito e observou a falta de títulos, que também não veio em 2015. A cobrança para levantar uma taça em 2017 vai ser maior?
A gente joga no Flamengo e a cobrança é de ganhar todos os títulos independentemente dos anos anteriores. Vindo de uma sequência de anos sem título, obviamente a cobrança é grande e nós mesmos nos cobramos. Nosso elenco é forte, a diretoria fez o papel dela e temos que corresponder. Há outros 19 times no Brasileiro que concorrem ao título. Faltaram algumas coisas no Brasileiro, mas vamos corrigir para que não venha só o Brasileiro, mas todos os títulos. O Carioca, a Primeira Liga, a Libertaodres, a Copa do Brasil, o Mundial...

Arão com a família em São Paulo: Natal em família nas férias (Foto: Arquivo pessoal) 
Arão com a família em São Paulo: Natal em família nas férias depois de um ano intenso (Foto: Arquivo pessoal)
Libertadores é então a prioridade do Flamengo?
Não digo como prioridade. O Flamengo tem como prioridade todos os títulos, mas é sim um dos mais importantes por tudo que representa, pelo Flamengo não ter jogado ano passado, por não jogar há dois anos. É sem dúvida especial. Temos que nos preparar e jogar de maneira diferente para alcançar os objetivos. É uma competição muito dificil. Temos que recarregar as baterias para brigar por essa competição.

Há um ano você trocava o Botafogo pelo Flamengo, recusando e até devolvendo dinheiro do Alvinegro. O que passa pela sua cabeça um ano depois?
Eu estou muito tranquilo desde o começo da decisão que tomei. Sabia que podia acarretar algumas coisas, mas meus advogados me deixaram tranquilos, me falaram para para me preocupar com o campo. Deixei nas mãos dele e me concentrei. Pude fazer meu trabalho com tranquilidade.

Teu sentimento é de que valeu a pena a mudança?
Valeu a pena. Claro que valeu! Foi uma decisão que eu quis tomar, estava feliz por essa escolha e acho que demonstrei em campo que minha felicidade também influencia no meu futebol. Desde o momento que tomei a deicsão, a diretoria e a torcida me trataram de maneira muito especial. Com carinho enorme nas ruas, já me paravam até para falar. Com certeza isso fez a diferença e me deixou muito tranquilo.

Empresário nega proposta da China e diz que Flamengo tem prioridade por Marinho


marinho; marinho vitória (Foto: Francisco Galvão / EC Vitória)
Um dos jogadores mais cobiçados no mercado de transferências, o atacante Marinho volta e meia tem o nome envolvido em supostos interesses de clubes grandes do Brasil e do exterior. Recentemente, foram apontadas supostas ofertas de equipes como Botafogo, Flamengo e até o Changchun Yatai, da China. Mas tudo não passou de especulação, como garante o procurador do jogador, Jorge Machado.

Nesta quinta-feira, Machado conversou com exclusividade com o GloboEsporte.com e negou a existência de qualquer proposta oficial por Marinho.

- Jamais acertaria o Marinho em hipótese alguma sem a conivência da diretoria do Vitória. Tudo que se fala é especulação. Estou direto em contato com a diretoria do Vitória, conversando com eles. Na próxima semana, eu e o Marinho devemos ir para Salvador para conversar com a diretoria e saber a intenção deles para, a partir daí, a gente tomar um passo - disse Jorge Machado ao GloboEsporte. com.

Na última quarta-feira, alguns veículos de informação publicaram que Marinho teria recebido uma proposta alta da China e que deixaria o Vitória. Jorge Machado, contudo, nega a existência de qualquer negócio com clubes chineses.

- O cara [repórter] me perguntou se o Marinho pode ir para a China. Disse que pode. Como pode ir para o Japão, a Ucrânia, a Inglaterra... Aí o cara bota as coisas na boca de alguém de algo que é mentira. O resto é mentira. Não há proposta nenhuma. Não temos conversado com ninguém. Até agora não tem absolutamente nada de oficial. Tem muita especulação.

Segundo Jorge Machado, o único clube que entrou em contato com ele foi o Flamengo. O empresário afirma que, caso o atacante deixe o Vitória, a equipe carioca terá prioridade na negociação. 

- O Flamengo conversou conosco, tentando saber qual vai ser o valor, e eu não passei para eles quanto o Vitória vai querer. Foi uma conversa que tive com Rodrigo Caetano. O Flamengo é o clube que tem prioridade. É um clube sério, como todos os outros são, e foi um dos primeiros clubes que nos procuraram. A gente vai analisar. Eu tenho que agilizar a carreira de um jogador meu que tem 28 anos e não ganhou dinheiro por causa de lesões - finalizou. 

Zico brinca após jogo: "Alô, presidente Bandeira, Neymar e Marinho estão aí"






















Após mais uma edição do Jogo das Estrelas, Galinho afirma que colocou atacantes do Barça e do Vitória no mesmo time para mostra que a torcida quer a dupla na Gávea

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Dupla Neymar e Marinho funciona, e time de Zico vence Jogo das Estrelas

Jogo das Estrelas Zico (Foto: André Durão)
Na 13ª edição dos Jogo das Estrelas, Zico decidiu escalar Neymar e Marinho no ataque do seu time. E a escolha do organizador da partida beneficente no Maracanã se mostrou acertada. O craque da Seleção e um dos destaques do Brasileirão se entenderam muito bem na etapa inicial e ajudaram o Time Vermelho a vencer o Time Branco por 8 a 4, diante de 58.382 torcedores, na noite desta quarta-feira.

Antes da bola rolar, as 71 vítimas do acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, no último dia 29, foram homenageadas. Fotos das vítimas foram exibidas no telão do estádio. Zico (representando o Flamengo), Roberto Dinamite (Vasco), Alexandre Torres (Fluminense), Camilo (Botafogo) e Edu Coimbra (América) entraram em campo com uma bandeira da Chapecoense, junto com João Carlos Maringá, diretor de futebol do clube catarinense, e Matheus, filho de Sandro Pallaoro, presidente da Chape, que faleceu no acidente. Setenta e um balões brancos e verdes foram lançados ao ar.

Quando a bola rolou, torcedores do Flamengo, maioria no Maracanã, vaiaram muito Leo Moura sempre que ele pegava na bola, não perdoando o lateral por uma quase transferência para o Vasco no ano passado. E aplaudiram o agora ex-flamenguista Emerson Sheik, que abriu o marcador para a equipe branca aos 12 minutos, após tabela com Gustavo Scarpa. Mas a torcida explodiu cinco minutos depois, quando Zico aproveitou o rebote de uma bola no travessão chutada por Renato Gaúcho e empatou de cabeça.

Na volta ao Maracanã após conquistar a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos, em agosto, Neymar avançou pela esquerda aos 20 e cruzou para Marinho virar o placar para o time vermelho. Na comemoração, os dois ensaiaram uma dancinha. A parceria voltou a funcionar três minutos depois. O camisa 11 driblou dois na área e tocou de calcanhar para Marinho. O atacante do Vitória tocou com categoria, por cobertura. 

Após duas assistências, Neymar deixou o dele aos 26, após receber belo passe de Zico, fintar dois adversários e tocar no contrapé de Carlos Germano, fazendo 4 a 1. Antes do final da etapa inicial, Sheik descontou, tocando a bola por baixo das pernas do goleiro Wilson.

No segundo tempo, uma dupla olímpica mostrou entrosamento. Aos cinco minutos, Renato Augusto fez lindo lançamento para Neymar, que avançou da linha divisória, pedalou diante do goleiro Gléger e ampliou para 5 a 2.

Marinho Neymar Jogo das Estrelas Zico (Foto: André Durão)Neymar e Marinho ensaiam dancinha no Jogo das Estrelas (Foto: André Durão)

Neymar deixou o campo muito aplaudido aos 14. E não viu, cinco minutos depois, Zico mostrar a eterna categoria aos 63 anos, com um belo chute da entrada da área, que explodiu no travessão.

Substituto de Neymar, Fumagalli marcou, de cabeça, o sexto do Time Vermelho. João Paulo, atacante do Guarani nos anos 80, reduziu a diferença em seguida. Aos 41, Zico mostrou fôlego para avançar e dar ótioa passe para Loco Abreu marcar o sétimo gol da equipe vermelha. Vitinho respondeu para o time branco, acertando um chute da entrada da área. 

E para encerrar a festa, Zico deixou o campo aos 44, para a entrada de seu neto Felipe, de oito anos. Que ainda teve tempo de balançar a rede, fechando o placar em 8 a 4. E ganhar um abraço apertado do avô na beira do campo.

Time Vermelho 8 x 4 Time Branco
Time Vermelho (titulares): Wilson, Capdevilla, Réver, Juan e Thiago Coimbra; Rafinha, Renato Augusto e Zico; Renato Gaúcho, Marinho e Neymar.

Entraram: Getúlio Vargas, Gilberto, Loco Abreu, Sávio, Fumagalli, Tita, Alex, Fernando, Adílio, Reinaldo, Felipe Adão

Time Branco (titulares): Carlos Germano, Leo Moura, Aldair, Richarlyson e Athirson; Júnior (Luizinho), Bruno Quadros, Gustavo Scarpa e Camilo; Cláudio Adão e Emerson Sheik.

Entraram: Gléger, Cássio, Aldair, Carlos Alberto Santos, Luizinho, Zinho, Sorato, Vitinho, Alcindo, Rafael Augusto, Beto, João Paulo, Matheus Pallaoro

Após o beijo para a Nação, Neymar faz novo afago ao Flamengo: "Quem sabe?"

Zico Neymar Jogo das Estrelas (Foto: André Durão)Sonhar não custa nada. E Neymar alimentou mais uma vez os desejos dos torcedores do Flamengo. Não bastasse nas olimpíadas ele ter mandado "beijo para a Nação", na saída para o vestiário, no intervalo do "Jogo das Estrelas", ele não se esquivou da pergunta sobre o Flamego ao ser lembrado da dupla com Zico e dos dois gols no Maracanã:

- Quem sabe (jogar no Flamengo)? Para mim seria uma grande honra jogar no Flamengo, no Maracanã, estar aqui todo dia. É um time que eu tenho sim vontade de jogar - disse Neymar, cercado por batalhão de repórteres.

Neymar chegou de helicóptero ao Rio de Janeiro. Ele passa férias em sua mansão em Mangaratiba, cidade na região da Costa Verde do estado fluminense. Nem por isso o jogador do Barcelona, que foi campeão olímpico em agosto e fez o último gol da disputa de pênaltis contra a Alemanha, deixou de brilhar, como de hábito. Além dos dois gols, jogadas lindas e entrosamento com Marinho, o disputado atacante do Vitória.

- Ele é um craque, fez um campeonato espetacular - elogiou o craque, que ensaiou uma dança com Marinho no primeiro gol do jogador do clube baiano.

Se Neymar fez afago, Rafinha, também do Barcelona, se declarou. Filho de Mazinho, revelado no Vasco, campeão brasileiro de 1989 com a cruz de malta no peito, ele nunca escondeu que é torcedor do Flamengo. Na chegada ao Maracanã, foi direto.

- Se Deus quiser, algum dia, vou jogar no Flamengo - afirmou Rafinha.

Marinho Neymar Jogo das Estrelas Zico (Foto: André Durão) 
Marinho põe Neymar para dançar: jogadores fizeram tabelinha bonita no "Jogo das Estrelas" de Zico (Foto: André Durão)

Arisco, Marinho fala em Flamengo, Santos e em jogar na China: "Quem não iria?"


Zico? Safadão? Neymar? Talvez a maior estrela do "Jogo das Estrelas" do anfitrião Zico seja Marinho. O atacante do Vitória, valorizadíssimo após fechamento com grandes atuações, gols e passes no Brasileiro - ajudando a evitar o rebaixamento do clube baiano -, não escapou do cerco da imprensa na chegada ao Maracanã.

Arisco como em campo, tentou fintar para um lado, para o outro, mas deixou nas entrelinhas alguns recados. Afirmou que jogaria sim na China, mas que a proposta teria que ser muito alta para compensar sair do Brasil no melhor momento da carreira. 

Marinho Jogo das Estrelas Zico (Foto: Cahê Mota) 
Cheio de estilo, Marinho é uma das atrações no "Jogo das Estrelas" de Zico no Maracanã (Foto: Cahê Mota)
 
Confira a improvisada entrevista coletiva do atacante do Vitória no Maracanã:

Especulações e propostas 
Já me colocaram em vários times. É até difícil de falar, mas sou sincero, vocês sabem? Até agora não sei de nada. Quando souber vou ser o primeiro a falar. Mas uma coisa é certa, sou jogador do Vitória. Qualquer time que quiser me tirar de lá, é só ir no Vitória e resolver as coisas. Não é nem comigo, é com o Vitória. 

Assédio
É um momento muito bom, considero que estou colhendo algo que eu fiz em campo. Mas tenho que aproveitar as minhas férias, meu empresário está resolvendo as coisas. 

China
Quem não jogaria na China? Depende do que pode acontecer, mas teria que ser coisa que mudaria muito a vida de uma pessoa. Mas ficar no Brasil, com vários times que me querem, isso também é muito bom. Para onde eu for, vou honrar a camisa como sempre faço. 

Empresário passa as propostas?A gente conversa, mas falei para meu empresário que queria aproveitar ao máximo minhas férias. Foi um ano complicado pelas situações que aconteceram. Mas falei para ele que quando voltar de férias iria ver o que tem para tomar a melhor decisão.

Santos ou Flamengo, Rio ou Santos?
São duas grandes equipes, mas temos que fazer escolhas. Acredito que não chegou nada concreto do jeito que o Vitória quer. Mas se chegar, tem que ver o que é melhor. Sobre onde moraria... Rapaz... Já morei no Rio de Janeiro e em Santos. Não tenho preferência. Se me acolherem bem, eu vou.

Participação no Jogo das Estrelas
Fico feliz de estar ao lado de tantas feras. Sempre vi esse jogo pela TV e agora estou aqui jogando. Jogar ao lado de Zico e Neymar? Rapaz, imagina só. Dois caras que sou fã. Espero ajudar um pouco.

Maracanã e torcida do Flamengo
É diferente ter esse contato no Maracanã, que tem tantos torcedores do Flamengo. Mas espero que o contato seja bom e vai ser bom.

Vitinho se diz torcedor do Flamengo, mas aguarda definição do CSKA


Vitinho (Foto: Felippe Costa)
Se dependesse da vontade de Vitinho, seu destino seria o Flamengo em 2017. No Maracanã para participar do Jogo das Estrelas, o atacante afirmou ser torcedor rubro-negro e confirmou que recebeu sondagem do clube. Entretanto, ainda aguarda uma definição do CSKA Moscou, com o qual tem contrato.

- Tive uma sondagem, mas é uma coisa incerta. Estamos esperando. Estava de férias, não estou me preocupando muito agora. Seria uma honra enorme jogar no Flamengo, ainda mais sendo o clube do coração. Não temos nada certo, mas se viesse, seria uma honra para mim – disse o atacante.

Vitinho se destacou pelo Internacional no último Campeonato Brasileiro e despertou o interesse do Flamengo. Entretanto, o CSKA não parece disposto a emprestá-lo novamente após duas temporadas seguidas e só aceita vendê-lo.

No cenário atual, Vitinho vai retornar para a Rússia e se reapresentar ao CSKA. Mas ele ainda não perdeu a esperança.

- Por enquanto, estou voltando para a Rússia. Mas ainda tem tempo de aparecer alguma coisa.

Vitinho é natural do Rio de Janeiro e começou a carreira no Botafogo. Depois, passou por CSKA Moscou e Internacional. 



Yuri, meia do Flamengo e da Seleção Brasileira Sub-15 (Foto: Wagner Chaló/GloboEsporte.com)Se o futebol capixaba não vive bom momento, com os clubes locais não conseguindo ir muito longe em competições nacionais, o mesmo não pode ser dito sobre os jovens jogadores que saem do nosso estado em busca do sonho de brilharem pelos grandes clubes do país. E o Capixaba Yuri de Oliveira, de apenas 15 anos, vem se destacando com a camisa do time Sub-15 Flamengo. Há dois anos defendendo a equipe Rubro-Negra, o meia-atacante coleciona títulos e convocações para a seleção brasileira da categoria.

Yuri deu seus primeiros chutes no time de futsal do Cruzeiro da Ilha, de Vitória. Depois ainda passou pelo tradicional Clube Álvares Cabral, ainda na quadra, quando houve a transição para o campo. Foi Jogar no Santa Cruz, também da capital capixaba, sendo treinado pelo experiente Cosme Eduardo. O jogador enfrentou o Flamengo, em um amistoso na cidade de Domingos Martins. Jogou tão bem que foi convidado pelo então técnico do Fla, Gilmar Popoca, para realizar alguns testes no Rio de Janeiro.

Após ser aprovado nos testes entrou para o time Sub-15 do Flamengo. Em 2016 o jovem jogador acumula títulos e convocações para a Seleção Brasileira da categoria. Foi campeão da Taça Guanabara, Taça 2 de julho e do Campeonato Carioca, com o Rubro-Negro. Pela seleção foram três convocações, um torneio disputado na Itália e ainda dois amistosos contra a Inglaterra, disputados na Granja Comary. Yuri elege 2016 como um ano inesquecível e de muito aprendizado.

Yuri, meia do Flamengo e da Seleção Brasileira Sub-15 (Foto: Wagner Chaló/GloboEsporte.com)

- 2016 foi um ano que, pra mim, individualmente e coletivamente foi inesquecível. No termo de evolução, no termo de títulos conquistados. Nossa categoria é uma das que todo mundo duvidava e a gente evoluiu muito esse ano, ganhamos a Copa Guanabara, ganhamos a taça 2 de Julho, na Bahia e agora no final do ano ganhamos o Carioca sub-15. E nós surpreendemos muita gente, né. E eu individualmente também, que cresci. Esse ano aprendi muita coisa, tanto na seleção brasileira, quanto no Flamengo, com os novos treinadores, novas comissões técnicas eu aprendi muito e evoluí bastante - disse

Yuri foi capitão da Seleção Brasileira Sub-15, em amistoso realizado na Granja Comary (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal) 
Yuri foi capitão da Seleção Brasileira Sub-15, em amistoso realizado na Granja Comary (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

Primeiro contrato profissional e sonhos

Apresentando a taça do Campeonato Carioca, antes do jogo Flamengo x Santos, pelo Campeonato Brasileiro (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)Prestes a completar 16 anos, Yuri assinará seu primeiro contrato profissional. De férias no Espírito Santo, o jogador retorna ao Rio de Janeiro, somente em fevereiro, quando assinará o novo vínculo com o clube carioca. Fã do meia Diego, com quem revela já ter tido algumas conversas, o capixaba sonha em jogar no Maracanã. Mesmo tendo um longo caminho até o time profissional, ele diz já viver um sonho e sabe da responsabilidade que tem ao usar a camisa 10, eternizado pelo maior ídolo do clube, Zico.

- É um sonho que está sendo realizado, ainda mais pra mim, porque eu tenho a responsabilidade de vestir a camisa 10 do Flamengo, que é tão desejada e falada, que o Zico usou. E eu tenho na minha mente que eu tenho que estar sempre evoluindo, estar sempre buscando novos objetivos, sempre querendo novas coisas e nunca me acomodar, parar onde eu estou. E é isso que eu busco sempre, estar sempre evoluindo para ajudar meus companheiros, meu time, meus treinadores e também me ajudando - explicou.

Sobre o futuro, Yuri diz que deseja jogar pelo time profissional do Flamengo. Ele até projeta como seria a estreia perfeita: no Maracanã, marcando gol e com vitória. Morando com a mãe e com visitas constantes do pai, o jogador espera poder retribuir, um dia, tudo que a família vem fazendo por ele.

Apresentando a taça do Campeonato Carioca, antes do jogo Flamengo x Santos, pelo Campeonato Brasileiro (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

- Tudo que eu tenho hoje eu devo a minha mãe, meu pai, minha família. Sem eles eu não seria nada, eles que que me acompanham, estão ali no dia a dia me apoiando, me incentivando, todos os dias. E é isso que me deixa feliz para buscar o meu melhor sempre. Fazer o meu melhor para um dia tentar recompensar o que eles estão me dando hoje - finalizou.

Fla renova patrocinador e vai receber R$ 6 milhões por espaço na camisa

Flamengo, patrocínio, Yes! (Foto: Reprodução)

O Flamengo vai anunciar a renovação de um dos patrocinadores para 2017. O clube acertou novo contrato com o curso de línguas Yes e vai receber R$ 6 milhões até o fim do contrato. A marca ocupa a manga da camisa do Rubro-Negro. A renovação vai passar pelo Conselho Deliberativo do Rubro-Negro, que vai ser convocado nos próximos dias.

O orçamento do Flamengo para 2017 prevê R$ 11 milhões de patrocínio a mais, em receitas totais de R$ 70 milhões - no ano passado, de acordo com balanço do Rubro-Negro, a arrecadação com patrocínio esportivo, contando a verba da fornecedora esportiva Adidas, somava R$ 59 milhões. 

Além da continuidade do Yes, que fica abaixo do número, o Flamengo tem contrato com a MRV Engenharia - acima do número dos jogadores - de três anos. A Caixa Econômica Federal, patrocinadora máster, deve continuar na camisa. O Flamengo negocia reajuste. Hoje, o clube recebe a segunda cota de patrocínio do banco público, com R$ 25 milhões para a parte da frente da camisa. O Corinthians, com R$ 30 milhões, é o principal patrocinado pela Caixa. Pela classificação para a Libertadores - e consequente maior exposição da camisa -, a diretoria do Flamengo espera chegar aos R$ 30 milhões.

Flamengo avalia saída de Cuéllar, que perde vaga com Romulo e limite de gringos


Cuéllar Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)A chegada de Romulo, em vias de ser anunciado pelo Flamengo no início de janeiro, de Trauco e as negociações por Conca - que estouraria o limite de estrangeiro em competições nacionais - fecham um pouco mais as portas para a segunda contratação mais cara de de 2016. Com Márcio Araújo e Romulo, o jovem colombiano Cuéllar passaria a terceira opção da posição para Zé Ricardo. Em ano que há promessa de Ronaldo, da base, ganhar mais chances, o jogador busca novos ares em 2017. E o Fla não se opõe ao desejo do atleta. 

Com Trauco e Conca, o Flamengo chegaria a seis estrangeiros, um a mais do que é permitido para jogos no futebol brasileiro, onde apenas cinco jogadores de fora do país podem ser relacionados para partidas. O Flamengo hoje tem Guerrero, Mancuello, Donatti, Cuéllar e Trauco. O regulamento da Libertadores 2017 ainda não foi divulgado. Há expectativa sobre mudanças neste quesito - de escalação de estrangeiros para cada partida. 

Sem comentar ainda a vinda de Romulo, o Flamengo, trata o primeiro ano dos gringos, além de Cuéllar, Mancuello e Donatti, como período de adaptação. O vice de futebol Flavio Godinho disse ao GloboEsporte.com que o trio pode ser útil para variações táticas de Zé Ricardo. Mas internamente o Flamengo discute a transferência do jogador.

A preferência do Rubro-Negro é pela venda do atleta, que custou US$ 1,8 milhão - cerca de R$ 6 milhões - aos cofres rubro-negros, segundo balanço financeiro publicado pelo clube. Mas há possibilidade de empréstimo também, visto que o investimento alto num volante que pouco atuou é considerado difícil. A negociação, evidentemente, terá que passar pelo crivo do Flamengo. O clube ainda tem a última parcela a pagar ao Junior de Barranquilla pela compra de Cuéllar. Uma boa proposta, que ressarcisse o investimento rubro-negro, seria interessante para o Flamengo utilizar a verba para reinvestir em novas contratações.

No segundo semestre, com Zé Ricardo, Cuéllar foi titular apenas cinco vezes - no ano todo, jogou de titular em 21 partidas. Ficou no banco 20 vezes na temporada. Aos 24 anos, o jogador lamenta a falta de chances depois da saída de  Muricy Ramalho, gostaria de ter mais oportunidades no Rubro-Negro, mas tem como prioridade voltar a jogar, o que considera difícil de acontecer no Flamengo. O grande objetivo do colombiano é voltar à seleção de seu país - como titular do Fla, Cuéllar foi convocado por Pekerman para dois jogos das eliminatórias e chegou a entrar em campo na vitória por 3 a 1 contra o Equador no fim de março.

Flamengo anuncia renovação com M. Araújo; Muralha e Arão ampliam contratos


Marcio Araujo jogador do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

A ansiedade por reforços da torcida rubro-negra ainda não foi amenizada manhã desta quarta-feira, mas novidades foram anunciadas via site oficial do Flamengo. A principal delas é renovação de Márcio Araújo, que teve seu contrato ampliado até dezembro de 2017.

Márcio, que completa 33 anos em junho, soma 163 partidas e três gols marcados pelo Flamengo. O mais importante deles saiu na decisão do Carioca de 2014, disputada pouco mais de um mês após sua estreia oficial pelo clube. Apesar do protagonismo na final em questão, passou a ser perseguido pela torcida a partir de 2015.

No último jogo do Flamengo no Maracanã em 2016, a vitória por 2 a 0 sobre o Santos, foi muito vaiado ainda no anúncio da escalação do time. Saiu-se bem, deixou o campo aplaudido e desabafou ao microfone da Rádio Globo, afirmando que deveria ser aplaudido pela torcida.

O goleiro Alex Muralha e o volante Willian Arão, que já tinham assinado longos contratos ao chegarem à Gávea, tiveram seus vínculos estendidos em um ano cada. O de Arão agora vence em dezembro de 2019, 12 meses antes do de Muralha. Em relação à dupla, além da ampliação, houve uma valorização salarial.

Na mesma nota, o Flamengo também anunciou a renovação de contrato do zagueiro Juan, que, a exemplo de Márcio Araújo, passa a ter vínculo até dezembro de 2017. O acerto com o zagueiro, porém, já havia sido colocado no papel no dia 28 do mês passado.

Flamengo vota empréstimo de R$ 15 mi por obras na Ilha e salários em janeiro




O Conselho Diretor leva para votação no Conselho de Administração a aprovação de empréstimo, ao banco BMG, no valor de R$ 15 milhões. A reunião será realizada nesta noite de quinta-feira, na Gávea. O vice-presidente de finanças do Flamengo, Claudio Pracownik, explica que o pedido de empréstimo é operação regular em início de cada ano no Flamengo. A verba será direcionada para gastos na obra do estádio Luso Brasileiro, da Portuguesa, salários e outras despesas do fluxo de caixa do Rubro-Negro.

- É verba prevista no orçamento de empréstimos. São despesas ordinárias, tendo em vista o descasamento (tradicional) do fluxo de caixa em todo início de ano. Vamos pagar cerca de R$ 6 milhões deste empréstimo já em 2017 - disse Pracownik.

No início deste ano, o clube havia aprovado empréstimo de R$ 10 milhões. À época, para ajudar na primeira parcela de pagamento de compras de alguns jogadores, como Mancuello, Rodinei, Muralha, Cuéllar, além da folha salarial e outras despesas. Sem receitas de bilheterias no início da temporada, o clube tem feito sistematicamente a prática de buscar empréstimos em instituições financeiras. No orçamento para 2017, aprovado no último dia 15 de dezembro, o Flamengo prevê captação total de R$ 50 milhões de empréstimos.

As receitas de empréstimos servem para pagar salários do futebol profissional, responsável por quase metade do orçamento do clube - inferior na comparação com os demais grandes clubes brasileiros -, acerto de outras contas, como pagamento de parcelas de jogadores contratados, direitos de imagem, entre outros compromissos do clube, como, por exemplo, o investimento para erguer as arquibancadas na Arena da Ilha.

Fim do corinthians: não adianta pagar(Globo), para colocar vocês como segunda torcida!


Queda Teto Arena Corinthians (Foto: Reprodução)Imagens de câmera de segurança registram momento da queda (Imagem: GloboEsporte.com)



No dia 18 de fevereiro de 2016 uma peça de 1,76 tonelada e 31 metros quadrados desabou no quinto andar da Arena Corinthians. Um parecer técnico elaborado pela Odebrecht, empreiteira que ergueu o estádio, concluiu que "os painéis [...] estão com fator de segurança inferior ao recomendado".
doc acidente teto arena 5 (Foto: Reprodução)doc acidente teto arena 5 (Foto: Reprodução)
 
A estrutura continha forro de gesso, cabos, metal, luminárias e um painel de madeira. Havia outras cinco peças idênticas no mesmo andar.

O GloboEsporte.com obteve documentos e imagens relativos ao acidente no estádio, que é alvo de uma disputa entre o Corinthians e a Odebrecht.

A peça que caiu ficou pronta em 30 de setembro de 2015 e desabou 141 dias depois. Nesse período o Corinthians mandou oito partidas no estádio – incluindo dois clássicos contra o São Paulo – nas quais somou um público de 309.485 torcedores, média de quase 39 mil por jogo.

A queda ocorreu numa quinta-feira, por volta das 10h40, num momento em que poucas pessoas circulavam pela Arena. A estrutura que caiu tem o peso de dois carros de pequeno porte.

doc acidente teto arena 3 (Foto: Reprodução) 
Além da estrutura que caiu (em vermelho), havia outras cinco iguais no quinto andar da Arena (Foto: Reprodução)



O parecer técnico de 38 páginas obtido pelo GloboEsporte.com tem data de 22 de fevereiro, portanto quatro dias depois do acidente, e sugere que naqueles locais deveriam "ser executados reforços estruturais".
A recomendação era para que fossem instalados "tirantes adicionais" – as peças que prendem a estrutura ao teto. Segundo a Odebrecht, os reforços foram feitos e não há risco de que um acidente deste tipo aconteça novamente.

 – Não tem [risco]. Fizemos as verificações. O laudo é conclusivo nisso, mas precisa ter uma rotina de manutenção, que é responsabilidade do clube – disse Corrégio ao GloboEsporte. com. O Corinthians voltou a jogar na Arena em 27 de fevereiro, nove dias após a queda.

Na entrevista, o engenheiro disse não ter certeza da causa do acidente. Numa apresentação ao Conselho Deliberativo do Corinthians, em março de 2016, Corrégio afirmou que a causa foi "sobrepeso nos tirantes de sustentação".

Segundo o parecer técnico da Odebrecht, os tirantes estavam instalados a uma distância de 1 metro um do outro. Depois da queda, foram instalados 36 tirantes adicionais, com uma distância máxima de 60 centímetros entre um e outro.

doc acidente teto arena 4 (Foto: Reprodução)Laudo da Odebrecht mostra que "valor mínimo de segurança não foi atingido" no quinto andar do estádio (Foto: Reprodução)
 
Para chegar ao fator de segurança citado no documento, a construtora fez testes de peso nos locais do estádio onde havia estruturas semelhantes às que caíram.

A própria Odebrecht definiu que, para ser considerada segura, uma estrutura tinha que aguentar o dobro do peso para a qual fora originalmente projetada. Diz a página 17 do relatório:

– Um fator de segurança menor do que 1 significa ruptura ou ruína. Um fator de segurança maior do que 2 significa que, ainda que a carga seja o dobro, a estrutura irá aguentar. Adotaremos portanto um fator de segurança igual a 2 como o mínimo admissível para segurança dessas estruturas.

Nos painéis do quinto andar, o fator de segurança medido foi 1,12 – ou seja, abaixo do que a própria Odebrecht classificou como "mínimo admissível".

Disputa com fornecedor
Dias depois da queda, a Odebrecht tentou responsabilizar a Deliart, empresa que forneceu o painel de madeira que estava na estrutura. A construtora enviou uma notificação extra-judicial para a Deliart, que respondeu com uma contra-notificação.

O engenheiro Ricardo Corrégio, da Odebrecht, disse que era responsabilidade da Deliart "verificar se o sistema de suportação era suficiente" e eventualmente "propor ajustes".

Em e-mail enviado ao GloboEsporte.com, a Deliart apresentou uma versão diferente:

– Fomos contratados para fornecer o painel [de madeira] e fixar na estrutura disponibilizada pela CNO [Construtora Norberto Odebrecht]. A responsabilidade pela capacidade de suporte da estrutura é da CNO. As peças foram fixadas com autorização da CNO.

Corrégio, da Odebrecht, disse que nenhum teste de peso foi feito antes da queda da estrutura. E afirmou que nenhuma outra empresa além da Deliart foi notificada.

– Os materiais têm certificado de qualidade. Quando o fornecedor entrega o material na obra, você tem todos os certificados, que atesta que aquele elemento resiste. A praxe não é fazer [testes]. Você tem que atender norma, não se usa material que não atende norma.

Depois da queda do teto no quinto andar, a Arena Corinthians sofreu com outros acidentes, como o desprendimento de uma placa na porta de um elevador, além de vazamentos e infiltrações. O Corinthians foi procurado, mas não comentou o assunto.

Acidente Teto Arena Corinhians 2 (Foto: GloboEsporte.com) 
Local do Acidente na Arena Corinthians (Foto: GloboEsporte.com)
 

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Fervendo! Flamengo supera calor, atropela o Caxias e fecha 2016 com 10ª vitória


No dia mais quente do ano no Rio de Janeiro, com sensação térmica superior aos 47ºC, o Flamengo mostrou que segue fervendo no NBB. Mesmo com o termômetro apontando 30ºC à noite, o Rubro-Negro não poupou esforços na quadra do Tijuca Tênis Clube para manter a folga na liderança da competição nacional. Com destaque para o cestinha JP Batista (20 pontos) e Marcelinho, a equipe comandada por José Neto dominou o Caxias do Sul desde o primeiro quarto, mostrou vigor físico para atropelar no segundo tempo e se despediu de 2016 com 94 a 60 no placar, a maior diferença de pontuação da temporada. 

Com o resultado, o Flamengo segue isolado na liderança do NBB, com 21 pontos e 10 vitórias em 11 jogos disputados. O Caxias, na outra ponta da tabela, mantém-se na lanterna com 14 pontos e somente um triunfo 

As duas equipes voltam à quadra apenas em 2017. O Caxias recebe o vasco sanitário às 17h do dia 7 de janeiro em jogo válido pela 13ª rodada. O Flamengo retorna só no dia 12, em duelo contra o Minas, na casa do adversário, às 19h (horários de Brasília), pela 15ª rodada.  

Flamengo x Caxias do Sul basquete NBB (Foto: Bruno Lorenzo/LNB) 
Ronald Ramon foi um dos destaques do Flamengo na vitória elástica sobre o Caxias (Foto: Bruno Lorenzo/LNB)



Domínio nos rebotes põe Fla em vantagem
 
Marcelinho Machado Flamengo x Caxias NBB basquete (Foto: Bruno Lorenzo/LNB)Sem Marquinhos, poupado devido a dores na canela esquerda, o Flamengo começou com Olivinha, Marcelinho, Lelê, Ronald Ramon e JP Batista. O Caxias, por sua vez, teve Diego, Vinícius, Marcão, R. Stabile e Arthur no quinteto inicial. 

O domínio absoluto do Flamengo nos rebotes (15 na parcial, 11 deles defensivos) se refletiu no placar do primeiro quarto. JP Batista, em boas infiltrações, e Marcelinho, em duas bolas de três, foram os principais pontuadores no quarto. Olivinha, que acertou dois lances livres e levantou a torcida ao salvar uma bola nas placas publicitárias e depois dar uma assistência para JP, foi outro destaque. A diferença no placar chegou a 11 pontos (18 a 7), e o técnico Rodrigo Barbosa pediu tempo. 

Marcelinho Machado resistiu bem ao calor e à marcação rival (Foto: Bruno Lorenzo/LNB)
 
O Caxias respondeu apertando na defesa, e o Flamengo não conseguiu pontuar até o fim do quarto. Carioca, que começou no banco, apareceu bem na armação de contra-ataques e finalizações de bandeja. Uma bola de três de Stabile deu ainda mais fôlego à reação da equipe, que terminou a parcial perdendo por apenas quatro pontos: 18 a 14.

O Caxias seguiu apertando no segundo quarto, tendo Carioca e Diego como principais armas ofensivas. Quando a diferença no placar caiu para dois pontos, Marcelinho Machado acertou a mão no tiro de três e acordou o grupo e a torcida. JP Batista emplacou boa sequência, e o Fla abriu de novo sete pontos de frente (31 a 24). Rodrigo Barbosa parou o jogo de novo. Desta vez, porém, o Rubro-Negro não se abateu. A maré estava favorável, e Olivinha teve sucesso da linha dos três. Ronald Ramon, em lance livre, marcou o que seria o último ponto do primeiro tempo: 43 a 32.

3º quarto avassalador define placar
 
O Flamengo voltou avassalador do intervalo. Com bolas de três de Lelê e Ronald Ramon, rapidamente abriu 13 a 3 na parcial (56 a 35 no acumulado) e levou o técnico do Caxias a parar novamente o jogo. A conversa não surtiu efeito. Pelo contrário. O Flamengo seguiu com um ritmo impressionante e atropelou em quadra, abrindo quase 40 pontos de vantagem - mesmo com um quinteto quase todo reserva nos minutos finais. Arthur, que deixou a quadra após cometer falta antidesportiva, ouviu muitos xingamentos da torcida rubro-negra ao se dirigir ao vestiário. No placar, 76 a 37, graças aos impressionantes 33 a 5 para o Fla na parcial.

Com tamanha vantagem, José Neto manteve apenas Ronald Ramon do quinteto titular no início do último quarto. Diante dos reservas adversários, o Caxias saiu da apatia, melhorou na defesa e venceu o quarto (23 a 18), mas não foi o bastante. O Fla venceu por 94 a 60, a maior diferença de placar entre todos os clubes na temporada.

Ficha do jogo
 
Flamengo: Marcelinho (17), Lelê (9), Ramon (12), JP Batista (20) e Olivinha (9). Entraram: Pedrinho (5), Mineiro (2), Danilo (0), Humberto (11), Léo Bispo (4) e João Vitor (5). Técnico: José Neto.

Caxiasdo Sul: Diego (10), Vinícius (0), Marcão (6), Stabile (3) e Arthur (8). Entraram: Carioca (17), Douglas (4), Guto (2), Dida (10) e Rech (0). Técnico: Rodrigo Barbosa.

NBB temporada 2016/2017





Pts Aprov Jogos V D Pró Contra Saldo
#01 FLA Flamengo 21 90.9 11 10 1 1002 871 131
#02 BRA Brasília 19 72.7 11 8 3 914 826 88
#03 MOG Mogi 13 62.5 8 5 3 662 625 37
#04 CAP Paulistano 16 60.0 10 6 4 824 769 55
#04 VIT Vitória 16 60.0 10 6 4 762 758 4
#06 PIN Pinheiros 19 58.3 12 7 5 995 975 20
#07 BAU Bauru 17 54.6 11 6 5 870 864 6
#07 FRA Franca 17 54.6 11 6 5 866 872 -6
#07 CMO Campo Mourão 17 54.6 11 6 5 821 855 -34
#10 CEA Basq. Cearense 16 45.5 11 5 6 846 845 1
#11 vas vasco sanitário 13 44.4 9 4 5 662 701 -39
#12 MIN Minas 15 36.4 11 4 7 870 877 -7
#12 LSB L. Sorocabana 15 36.4 11 4 7 801 815 -14
#14 MAC Macaé 12 20.0 10 2 8 737 787 -50
#15 CAX Caxias do Sul 14 7.7 13 1 12 904 1096 -192
  • Aprov.: Aproveitamento
  • Pts: Pontos
  • V: Vitórias
  • D: Derrotas
  • Pró: Cestas pró
  • Contra: Cestas contra
  • Saldo: Saldo de cestas

Jogo das Estrelas, promovido por Zico, é destaque da quarta-feira no SporTV


Nem nas férias os jogadores deixam os gramados de lado e nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, muitos craques do futebol brasileiro e mundial - do passado e do presente - entram em campo no Maracanã para o Jogo das Estrelas, promovido por Zico. A partida é destaque na programação do Canal Campeão, que transmite o jogo a partir das 20h30. Assinantes podem acompanhar tudo pelo computador, celular ou tablet através do SporTV Play.

Zico - Jogo das Estrelas (Foto: Alexandre Durão / GloboEsporte.com) 
Zico recebe os amigos em mais um tradicional jogo de fim de ano (Foto: Alexandre Durão / GloboEsporte.com)


JOGO DAS ESTRELAS

A quarta será de futebol no Maracanã, que receberá uma constelação de craques no Jogo das Estrelas, às 20h30, com transmissão do SporTV. Anfitrião do evento, Zico receberá nomes como Neymar, Loco Abreu, Renato Augusto, Marinho, Vitinho, além de estrelas do passado, como Júnior, Renato Gaúcho e Cláudio Adão.

Parte da arrecadação da partida beneficente será doada aos familiares das vítimas do acidente da Chapecoense, que também serão homenageadas durante o evento, assim como o capitão do Tri, Carlos Alberto Torres, e o jornalista Raul Quadros, que faleceram este ano. O jogo será narrado por Antero Neto, com comentários de Raphael Rezende. Os repórteres Eudes Júnior e Bruna Gosling trazem todas as informações do gramado do Maraca.

Flamengo conquista todas as categorias do Estadual de Natação


O Flamengo não tomou conhecimento de seus adversários durante as disputas do Campeonato Estadual Infantil a Sênior de Verão, que aconteceu entre os dias 16 e 18 de dezembro, na Piscina do Botafogo, no Rio de Janeiro. Dos doze troféus em disputa, o Mais Querido levou todos eles pra casa. 

Confira as categorias as quais o Mengão disputou e venceu:

Infantil 1, Infantil 2 e geral
Juvenil 1, Juvenil 2 e geral
Junior 1, Junior 2 e geral
Sênior Masculino, Sênior Feminino e Geral

O Mais Querido ainda se destacou com alguns atletas conquistando os Melhores Índices Técnicos, conforme listagem abaixo.
Luiz Altamir e Nathália Almeida (Sênior Masculino e Sênior Feminino)
Breno Correia e Emily Sampaio (Junior 1 Masculino e Junior 1 Feminino)
Vinicius Assunção e Ana Giulia Zortea (Juvenil 2 Masculino e Juvenil 2 Feminino)
Luisa Garcia (Juvenil 1 Feminino)
Giulia Soares (Infantil 2 Feminino)
Maria Luiza Candal (Infantil 1 Feminino)

Para o gerente de esportes aquáticos do Flamengo, Edson Terra, essa foi uma marca histórica conquistada pelos nadadores do clube com muita determinação.

"Confesso que nunca presenciei isso. Conquistamos todos os troféus em disputa. Estou muito orgulhoso do corpo técnico da natação e dos esportes olímpicos do Flamengo", celebra Edson.

Esta foi a última competição do ano. As equipes de esportes aquáticos do Rubro-Negro entram em recesso de final de ano e retornam aos treinos à partir da primeira quinzena de janeiro de 2017. 

As equipes de Natação do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Banco Bonsucesso, Furnas, Estácio, LafargeHolcim/Cimento Mauá, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio da Confederação Brasileira de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. A reforma da piscina olímpica da Gávea conta com investimentos da Lafarge e Ambev via Lei Estadual de Incentivo ao Esporte/Secretaria de Estado de Esportes, Lazer e Juventude (ICMS), além de recursos provenientes da Lei Agnelo Piva/Confederação Brasileira de Clubes (CBC).