Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Estádio, orçamentos, governança...Flamengo discute futuro e isola futebol em reunião

Em reunião do início da tarde até a noite desta sexta-feira, a diretoria discutiu o futuro do Flamengo e projetou estratégias de crescimento a médio e longo prazo. A construção de estádio particular esteve na pauta, mais fria do que era esperado, depois de semana tumultuada com protestos no desembarque do time na chegada ao Rio e derrota para o Santos. 

Na quinta colocação do Brasileiro, o Flamengo busca a paz para não desgarrar do pelotão de cima da tabela. Neste domingo, às 11h, o time enfrenta o Vitória sem Paolo Guerrero. O atacante peruano tem estiramento grau 2 na coxa direita e vai parar por pelo menos 15 dias. Há esperança de tê-lo contra o Botafogo, no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil, dia 16. 

Eduardo Bandeira de Mello no último jogo do Flamengo, diante do Santos (Foto: Marcos Ribolli/GloboEsporte.com)

No encontro, realizado num hotel no Centro do Rio, a diretoria definiu a readequação orçamentária, que será levada aos conselhos do clube na próxima terça-feira. A venda de Vinicius Junior e outros dividendos fazem o clube projetar receita em 2017 superior a R$ 600 milhões, recorde na Gávea. 

Uma consultoria contratada pelo Flamengo acompanha os trabalhos e vai preparar relatório com sugestões de melhorias de procedimentos e metodologia no clube, que vão do patrimônio, passam pelos esportes olímpicos até o futebol, carro-chefe. 

Apesar da apreensão com a queda de rendimento no ano, o futebol esteve alheio à discussão central da reunião. O diretor de futebol Rodrigo Caetano participou do encontro com os vice-presidentes e outros diretores do clube. A mensagem que o departamento de futebol tenta passar é que não há motivo para maiores preocupações e que o time vai voltar aos trilhos.


Gestão do futebol discutida na USP



A pergunta veio de um dos muitos estudantes na plateia, e foi feita ao presidente do Clube de Regatas do Flamengo logo após o final de sua palestra no encerramento do primeiro dia de trabalhos do...

I CONGREFUT – Congresso de Gestão do Futebol na USP


- Presidente, qual foi seu maior erro como gestor do Flamengo?

Eduardo Bandeira de Mello pensou alguns segundos...

- No começo de minha gestão eu deleguei demais e para quem não devia...

Parou alguns segundos e continuou:

- Errei também em algumas trocas de treinadores, algumas foram precipitadas. Hoje tenho claro que a alta rotatividade de treinadores não é benéfica.


Vale a pena repetir e destacar:

“Hoje tenho claro que a alta rotatividade de treinadores não é benéfica.”


Naquele mesmo momento em que o presidente rubro-negro respondia ao estudante da USP, pela 18ª rodada do Brasileirão 2017 o São Paulo suava no Morumbi no 6º jogo sob o comando de Dorival Júnior, seu terceiro treinador na competição (contando com 1 jogo dirigido por Pintado), enfrentando o Coritiba, que fazia o 2º jogo no retorno de Marcelo Oliveira ao Coxa, também ele o terceiro técnico da equipe nesse campeonato.


Mudanças demais, ?

Nesse momento em que escrevo, na véspera do início da 19ª e última rodada do primeiro turno do campeonato, 14 treinadores já foram demitidos. Jorginho, que treinava o Bahia, foi a última vítima.


Anteontem, depois de mais um grande jogo, cheio de nuances, gol anulado, bola na trave o Flamengo foi novamente derrotado pelo Santos. No retorno ao Rio de Janeiro, muros pichados, protestos e uma quase agressão ao treinador Zé Ricardo, fato que o presidente Bandeira comentou muito revoltado.


Hoje, sexta-feira, a direção do clube com a melhor gestão do Brasil, muito, muito à frente dos demais, entra em uma reunião programada para discutir estratégia e metas para o futuro próximo, mas que será “ocupada” pelo futebol, graças à fortíssima pressão sobre os dirigentes, treinador e jogadores, por parte de torcedores, sócios e dirigentes inconformados com o desempenho do time no campeonato.

O fato de o clube ter conseguido um equilíbrio ainda não completo na área financeira é traduzido como “obrigação de ganhar tudo em campo”, afinal, devem pensar os exigentes torcedores, os salários estão em dia, portanto, tem que ganhar.Como se fosse assim tão simples...


Um Congresso oportuno

A situação vivida pelo Flamengo de hoje, que deixou de ter a pior gestão do país para ter a melhor, mostra claramente que gestão do futebol é tema que ainda dará muito pano pra manga.

Ela não existe e quando existe não é compreendida, em boa parte porque a maioria das pessoas espera ou acredita e exige resultados imediatos, já, aqui & agora... As mesmas pessoas que cobram... boa gestão e, aparentemente, não conseguem perceber essa contradição.

Vivemos em um tempo dominado pela impaciência.


O imediatismo dos novos tempos ignora ou passa por cima do fato de que uma gestão boa, excelente, não nasce pronta e acabada. Ela é construída no desenvolvimento de um processo que demanda tempo, visão, inteligência e também persistência.


Isso vale para a presidência e direção de um clube de futebol, como vale para gestão do futebol propriamente dito, ou seja, a gestão técnica de uma equipe.

O CONGREFUT é uma grata surpresa. Ontem, durante a pausa para o almoço os organizadores mudaram o local das palestras, pois o auditório usado pela manhã, com 130 lugares, lotou e o jeito foi mudar as palestras da tarde para o auditório inicialmente programado apenas para a apresentação de Eduardo Bandeira de Mello, no final dos trabalhos do dia. Também esse auditório, com o dobro da capacidade, acabou quase totalmente lotado.

Isso é muito bom, por demonstrar o interesse de uma nova geração de futuros profissionais em conhecer o extra campo do futebol. E muito bom também por vermos uma iniciativa desse tipo, pensada e levada pelos alunos de uma universidade pública, que criaram a FEA Sport Business para atuar nessa área. Para esse primeiro congresso eles contaram com o apoio da Armatore e da Sportfood.


Por fim, é muito animador presenciar e participar desse evento, sobretudo num momento em que, pelo Brasil inteiro as notícias que vêm dessas instituições fundamentais para o país e para o futuro têm sido muito pouco ou nada animadoras.

Que venha o II CONGREFUT e outros mais.

Porque está mesmo na hora de repensar o futebol.


Flamengo, Botafogo e vasco vão se reunir e podem decidir não jogar o Estadual


Uma reunião entre Flamengo, vasco e Botafogo pode colocar os três clubes fora do próximo Estadual do Rio de Janeiro. A competição tem data prevista para o começo de setembro, mas a indefinição sobre ginásios adequados para a realização dos clássicos e a possibilidade de jogar com torcida única ou até mesmo com portões fechados como na última temporada, que terminou com o Flamengo campeão diante do vasco por W.O. fez os times reavaliarem se vale a pena disputar o torneio. No momento, Flamengo e vasco já se reapresentaram, o Botafogo fará isso no dia 15, mas não é possível cravar que haverá competição. 

Os episódios anteriores, classificados como "lamentáveis", colocaram os clubes em compasso de espera e reticentes. Na próxima semana, até a quinta-feira, dia 10, dirigentes de Flamengo, vasco e Botafogo esperam se reunir para fechar questão. A conversa vai girar em torno das opções de ginásios para os clássicos, a organização, os custos do Estadual e a questão da torcida única em mata-mata com melhor de três partidas. Além disso, o Macaé, passando por problemas financeiros, não tem participação confirmada e ganhou até o dia 10 para informar se terá possibilidades de atuar. Do contrário, o Estadual teria Flamengo, vasco, Botafogo e Campos e mesmo assim as datas seriam apertadas até o NBB, que começa provavelmente em 4 de novembro.

Com lesão de grau 2, Guerrero é dúvida até para a semifinal da Copa do Brasil



Um dos principais nomes do time titular do Flamengo, Paolo Guerrero preocupa para os próximos desafios. Na manhã desta sexta-feira, o clube comunicou que o atacante teve um problema muscular constatado em exame de imagem e iniciou o tratamento. A lesão detectada na coxa direita é de grau 2. Com isso, o tempo de recuperação é de pelo menos 15 dias. A informação foi divulgada pelo site ''Uol'' e confirmada pelo Globo Esporte. com. 

Guerrero preocupa para a Copa do Brasil (Foto: André Durão/GloboEsporte.com) 
 
 
A preocupação maior é com uma possível ausência do camisa 9 na primeira partida da semifinal da Copa do Brasil, diante do Botafogo. O jogo de ida, no Nilton Santos, é no dia 16 de agosto. O clube, no entanto, tem a esperança de que a recuperação seja boa e permita o retorno antes do confronto. 

Guerrero está fora do jogo do Flamengo neste domingo, quando a equipe receberá o Vitória, na Ilha do Urubu. Na quarta, será baixa também diante do Palestino (Chile), pela Sul-Americana. Na próxima semana, o Rubro-Negro visita o Atlético-MG, pelo Brasileirão. 

O Flamengo não estipula prazos publicamente, e Paolo Guerrero iniciou tratamento no CT. O peruano ficou 27 minutos em campo no Pacaembu. Grande parte deles com a mão na coxa direita. Já no banco de reservas recebeu o gelo no local. 

O substituto direto de Guerrero no Flamengo é o jovem Felipe Vizeu. Na última quarta-feira, ele entrou no lugar do titular e fez um dos gols do time na derrota por 3 a 2 diante do Santos.
 
 

Procuradoria do STJD denuncia presidente do Santos por acusação sem provas

O presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, foi denunciado pela procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva por não apresentar provas de que houve interferência na arbitragem do jogo contra o Flamengo, no último dia 26, pela Copa do Brasil. O processo está na pauta da Terceira Comissão Disciplinar do STJD e será julgado na próxima quarta-feira, às 14h30. 

A Procuradoria considera que Modesto desrespeitou os membros da comissão de arbitragem e colocou em dúvida a credibilidade da Copa do Brasil. Por isso, responderá com base nos artigo 258 e 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. O primeiro trata de conduta antidesportiva e reclamações desrespeitosas contra a arbitragem. O segundo pune quem descumpre o Regulamento Geral das Competições com declarações que questionam a lisura da competição. O dirigente corre risco de ser suspenso por até 180 dias, além do pagamento de multa de R$ 100 a R$ 100 mil.  Modesto está enquadrado também no artigo 53 do RGC, cuja punição prevê a proibição de registro de atletas; advertência; multa e até o desligamento da competição. 

No dia seguinte à partida, o Santos enviou à CBF, em papel timbrado, uma carta pedindo a anulação da partida sob o argumento de que o repórter Eric Faria, da TV Globo, teria avisado ao quarto árbitro que não houve falta de Réver em Bruno Henrique. O árbitro Leandro Vuaden, que havia marcado pênalti, voltou atrás após conversa com o quarto árbitro. O repórter e dos dois árbitros garantiram que não houve essa conversa citada pelo clube. 

Na carta, o Santos dizia ter provas da interferência - inclusive imagens. Até agora, porém, não apresentou nada que corrobore a sua versão. 

Segundo comunicado publicado pelo site do STJD, a procuradoria diz que o Santos negou ser responsável pela divulgação da carta que enviou à CBF. No entanto, lembra que Modesto fez as acusações em diversos meios de comunicação. 

– Com a ausência completa de elementos mínimos a caracterizar as acusações do clube e por entender que os fatos narrados são graves, a Procuradoria passou a analisar a conduta do Santos e de seu presidente com base no Código Brasileiro de Justiça Desportiva. De acordo com a Procuradoria, as acusações infundadas da prática de um ato grave e lesivo à competição e aos árbitros envolvidos é um ato contrário à disciplina e ética desportiva e um desrespeito que expõe, desmoraliza e macula a imagem da arbitragem que atuou na partida – diz o texto.

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Santos 3 x 2 Flamengo



Ficha técnica


Local: Estádio do Pacaembu

Data-Hora: 02/08/2017 - 21h45

Árbitro: Eduardo Tomaz Aquino Valadão (GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da SilvaChristian Passos Sorence (GO)

Público/renda: 27.030 / R$ 870.640,00

Cartões amarelos: Yuri (SAN), Lucas Lima (SAN), Éverton (FLA), Rodinei (FLA) e Diego (FLA)
Cartões vermelhos: Rodinei (FLA) e David Braz (SAN)

Gols: Bruno Henrique aos 8'/2T (1-0), Evérton aos 11'/2T (1-1), Felipe Vizei aos 21'/2T (1-2), Alison aos 39'/2T (2-2), Ricardo Oliveira aos 43'/2T (3-2)


SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota (Kayke aos 33'/2T); Yuri (Zeca, no intervalo), Renato (Alison aos 19'/2T) e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.
Técnico: Levir Culpi.

FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê (Berrío aos 45'/2T); Márcio Araújo, William Arão, Evérton e Diego (Pará aos 30'/2T); Everton, Guerrero ( Felipe Vizeu, aos 27‘/1T).
Técnico: Zé Ricardo



quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Com quatro jogos no mesmo dia, Primeira Liga define data das quartas de final

Primeira Liga definiu a data das quartas de final: dia 30/08 (Foto: GloboEsporte.com)
Primeira Liga anunciou nesta quarta-feira, em sua conta oficial no Twitter, a data das quartas-de-final. Os quatro jogos serão no dia 30/08. Nesta fase, as equipes se enfrentam em jogo único. Os mandantes são os times de melhor campanha na primeira fase. 
 
Em uma chave, às 19h30, o Internacional recebe o Atlético-MG e o atual campeão Fluminense viaja para enfrentar o Londrina. 

Do outro lado, às 21h45, o Cruzeiro enfrenta o Grêmio e o Flamengo pega o Paraná. Os locais das partidas ainda não foram definidos. Os vencedores se enfrentam nas semifinais, ainda sem data marcada. 

Copa da Primeira Liga: jogos das Quartas de Final serão disputados no dia 30/08.


terça-feira, 1 de agosto de 2017

Não é "tão fácil": entenda por que Felipe Melo não interessa (agora) ao Flamengo


Felipe Melo não joga mais pelo Palmeiras (Foto: Jales Valquer / Estadão Conteúdo)De forma oficial, o Flamengo apenas diz que não há nenhum tipo de negociação com Felipe Melo. Nos bastidores, porém, um acerto com o jogador não é tratado como uma opção. No áudio em que expôs ainda mais o conflito com o técnico do Palmeiras, Cuca, o jogador citou que esse era o momento ''mais fácil'' para o ex-clube tentar uma aproximação. Mesmo apontado por muitos como destino mais ''provável'' para o volante, o Rubro-Negro, internamente, não planeja e não quer essa contratação neste momento. 

Entenda o cenário:
 
Climão com dirigentes do Flamengo
Em sua apresentação no Palmeiras, Felipe atacou diretamente Antonio Tabet, vice-presidente de comunicação do Flamengo, por conta de um tuíte em que o dirigente o teria citado (não o fez nominalmente na ocasião). Posteriormente, Tabet disse à Rádio Globo que não gostaria de ver ''esse tipo de jogador'' no clube. 
 
- Não acredito que exista no Flamengo um vice-presidente de marketing (na verdade, é de comunicação) que praticamente me chamou de "puta". Para rir, ele é número 1, mas como dirigente não dá. Não tive oferta do Flamengo, sou flamenguista, mas é o Palmeiras por quem eu vou lutar - disse Felipe Melo, na época.

Outra discussão
Na diretoria, ainda há rejeição. Também no dia de sua apresentação no Palmeiras, o jogador rebateu uma mensagem no Twitter do vice-presidente de marketing do Flamengo, Daniel Orlean. O dirigente rubro-negro pediu ao meio-campista mais cautela ao falar quando não sabe o nome ou o cargo de determinada pessoa. Na entrevista, o volante fez referência a Antonio Tabet como vice de marketing e não como de comunicação. 

– Me desculpa pelo erro. Sou burro para não entender esta diferença, mas pensei que (você) fosse inteligente para saber que não era com você. Prazer – respondeu Felipe, na ocasião. 


Opinião da torcida
Felipe Melo é torcedor declarado do Flamengo (Foto: Divulgação) Um dos motivos que explica o fato de o Flamengo não descartar abertamente é justamente a opinião de parte de sua torcida. Alguns rubro-negros enxergam a vinda de Felipe Melo como positiva para o time. O fato de o jogador ser declaradamente torcedor do clube também influencia. 



Nomes rubro-negros na posição
Atualmente, o elenco do Flamengo tem cinco volantes de ofício. Quatro deles foram ou são titulares do técnico Zé Ricardo: Márcio Araújo, Cuéllar, Willian Arão e Rômulo. O último foi contratado no começo da temporada como principal reforço da posição e ainda busca retomar o espaço, já que chegou a ser titular em boa parte do primeiro semestre. O Rubro-Negro ainda tem o jovem Ronaldo, da base, para atuar no setor. 

Arão e Cuéllar foram contratados no ano passado. O primeiro era titular absoluto ano passado e teve um bom 2016, mas perdeu espaço após um primeiro semestre instável. O colombiano, por sua vez, enfim conseguiu uma sequência nesta temporada. 

Mas... A tal ''questão de oportunidade''
Rodrigo Caetano disse que não há nada em relação ao jogador e o clube. O diretor de futebol também citou que o Flamengo define suas oportunidades de mercado diante de necessidade e questão financeira. Vale lembrar que após os acertos de Geuvânio, Rhodolfo e Éverton Ribeiro, contratar goleiro não estava nos planos do clube. Mesmo assim, o Flamengo viu a negociação com Diego Alves como uma boa ''oportunidade''. Não descartar de vez Felipe Melo é deixar aberta a porta para uma outra mudança de planos. E, claro, de vontade dos dirigentes

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Léo Duarte volta a treinar com time; Rhodolfo e Geuvânio correm no Flamengo



O Flamengo se reapresentou na tarde desta segunda-feira no Ninho do Urubu com uma novidade: o zagueiro Léo Duarte voltou a treinar sem restrições com o grupo de jogadores. Enquanto titulares trabalharam na academia, o técnico Zé Ricardo conduziu treino técnico com duas equipes no campo 5 do CT. 

Uma das equipes treinou com Alex Muralha, Rodinei, Vaz, Léo Duarte, Renê; Rômulo, Mancuello, Arão; Berrío, Vinicius e Vizeu. O outro time com Thiago, Juninho, Matheus Dantas, Andre Baumer, Ronaldo, Conca, Matheus Savio, Gabriel, Thiago Santos e Lucas Paquetá.


Geuvânio e Rhodolfo correm durante treino do Flamengo (Foto: Raphael Zarko) 
 Geuvânio e Rhodolfo correm durante treino do Flamengo
 
 
Em tratamento, o zagueiro Rhodolfo deu voltas em torno do campo depois de trabalho específico com o preparador físico Roberto Oliveira, acompanhado de Geuvânio, que se recupera de entorse no joelho. Duarte e Rhodolfo estão fora da equipe desde a vitória sobre o Vasco, mas o garoto já volta a ficar à disposição possivelmente para a partida contra o Santos, nesta quarta-feira, no Pacaembu. 

Rhodolfo ainda deve trabalhar mais uma semana separado do elenco. Ele teve estiramento grau 2 no adutor da coxa. A previsão, não confirmada pelo Flamengo, era de ficar fora por um mês. Provavelmente, ele ainda vai trabalhar e fazer reforço muscular por mais uma semana.
 
 

Botafogo sugere torcida única contra Flamengo na Copa do Brasil. Bandeira de Mello é contra


Consultado pelo Globo Esporte .com, o presidente do Flamengo rechaçou a ideia de torcida única para os confrontos: 

- Sempre contra. Somos a favor da convivência pacífica e harmoniosa entre torcedores de clubes diferentes - disse Eduardo Bandeira de Mello.

Flamengo e Cruzeiro decidem em casa uma vaga na final da Copa do Brasil



Em sorteio realizado na sede da CBF, na zona oeste do Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira, foi definida a ordem dos mandos de campo das semifinais da Copa do Brasil. Flamengo e Cruzeiro vão buscar em casa uma vaga na decisão do torneio. 

Flamengo e Botafogo fazem o primeiro jogo no Estádio Nilton Santos, com a partida de volta na Ilha do Urubu. Já Grêmio e Cruzeiro começam a duelar em Porto Alegre e fazem o confronto decisivo em Belo Horizonte. 
 
A grande final será disputada em duas partidas nos dias 7 e 27 de setembro. 

Confira os confrontos e as datas das semifinais:
 
16/08
Botafogo x Flamengo - Estádio Engenhão
Grêmio x Cruzeiro - Arena do Grêmio 

23/08
Flamengo x Botafogo - Ilha do Urubu
Cruzeiro x Grêmio - Mineirão

domingo, 30 de julho de 2017

Corinthians 1 x 1 FLAMENGO


Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)

Data-Hora: 30/7/2017 - 16h

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Pablo Almeida da Costa (MG)

Público/renda: 44.682 pagantes/R$ 2.823.378,80

Cartões amarelos: Diego (FLA)

Gols: Jô (21'/1ºT) (1-0), Réver (25'/2ºT) (1-1)

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel (Camacho, aos 38'/2ºT) e Maycon; Marquinhos Gabriel (Giovanni Augusto, aos 38'/1ºT), Rodriguinho e Clayson (Pedrinho, aos 20'/2ºT); Jô.
Técnico: Fábio Carille.

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Réver, Juan e Trauco (Berrío, aos 24'/2ºT); Márcio Araújo, Cuéllar (Willian Arão, no intervalo) e Diego (Vinícius Júnior, aos 41'/2ºT); Éverton Ribeiro, Éverton e Guerrero.
Técnico: Zé Ricardo.

Flamengo é bicampeão da Regata Remo do Futuro


Numa manhã ensolarada e com a Lagoa Rodrigo de Freitas lisinha, o Flamengo sagrou-se bicampeão da Regata Remo do Futuro ao vencer a competição, com nove pontos. Em segundo lugar ficou a equipe do Botafogo, com quatro pontos, e em terceiro lugar as equipes do Guanabara e da Escola Naval, com dois pontos cada. O Guanabara recebeu um troféu em homenagem ao aniversário de 118 anos de fundação do clube.