Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Flamengo cobra cota extra para pagar R$ 1,8 milhão de água e IPTU em atraso


 Vamos ajudar o Flamengo

O Flamengo enviou nesta quarta-feira um comunicado aos seus sócios avisando que cobrará uma cota extra nas mensalidades de agosto de 2014 a julho de 2015. O motivo: pagamento de contas de água e esgoto e de IPTU em atraso.

De acordo com o documento, a dívida com a Cedae gerada entre 2002 e 2012 soma R$ 1.863.558,00. O valor devido à Prefeitura( vascaíno eduardo paes), relativo a IPTU de 1987 a 2012, é de R$ 531.090,00. Somados, os débitos são de R$ 1.864.089,00. O valor da cota extra para cada associado é de R$ 35,90.

A diretoria informou que será estabelecida a cota extra para os 5.325 sócios das categorias proprietário, patrimonial, contribuinte individual, contribuinte aluno e contribuinte familiar. O texto destaca ainda que "os demais 7.320 sócios que, em razão do que reza o estatuto do Flamengo, estão isentos de qualquer pagamento de mensalidades do clube, ficarão livres também desta contribuição".

Carta Flamengo Sócios  (Foto: Divulgação) 
Carta do Flamengo endereçada aos sócios (Foto: Divulgação)

Flamengo da Nação


Como colaborar:
 
Doando qualquer quantia acima de R$5,00 , através da campanha do torcedor Rubro Negro
Caixa Econômica Federal
Ag.: 0218-6 

Código Operação: 003 
C/C: 1409-5
CNPJ: 33.649.575/0001-99
Favorecido: Clube de Regatas do Flamengo









Flamengo da Nação



Flamengo da Nação


Como colaborar:

Doando qualquer quantia acima de R$5,00 , através da campanha do torcedor Rubro Negro

Caixa Econômica Federal

  • Ag.: 0218-6
  • Código Operação: 003
  • C/C: 1409-5
  • CNPJ: 33.649.575/0001-99
  • Favorecido: Clube de Regatas do Flamengo


  • Paulo Victor evita comparações, mas elogia Luxa: "Deu outro espírito ao Flamengo"



    flamengo paulo victor entrevista (Foto: Edgard Maciel de Sá)Uma vitória ainda não foi suficiente para tirar o Flamengo da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro, mas melhorou e muito o ambiente no Ninho do Urubu. Depois do triunfo por 1 a 0 sobre o Botafogo no último domingo, o Rubro Negro foca suas atenções para a Chapecoense. Novo triunfo no fim de semana em Santa Catarina pode representar a saída do Z-4. Entre os jogadores, o clima é de motivação extra pelo resultado positivo no clássico e, principalmente, pela chegada de Vanderlei Luxemburgo. Segundo o goleiro Paulo Victor, o treinador deu outro espírito ao grupo.

    - Isso é notório. A chegada do Luxemburgo deu outro espírito ao Flamengo. A equipe já está se comportando de maneira diferente dentro e fora do campo. Claro que o resultado positivo ajudou e melhorou muito o ambiente - frisou o jogador.

    O camisa 48 só preferiu não fazer comparações entre Luxa e o antecessor Ney Franco. E frisou ainda que o elenco não está satisfeito, mas sim confiante em melhorar sua situação na tabela de classificação do Brasileirão. Com 10 pontos em 12 jogos, o Fla ainda ocupa a 18ª posição.

    - Melhor não fazer comparações. Vamos falar apenas do Luxemburgo. O mais importante foi a confiança que ele passou para a gente. Sabia da dificuldade que ia encontrar e nos ajudou. Ainda não estamos satisfeitos, seguimos na zona do rebaixamento. Mas estamos muito confiantes.

    De olho em um futuro mais tranquilo no Brasileirão, o Flamengo volta a campo no domingo para tentar deixar de vez a zona do rebaixamento. O Rubro-Negro enfrenta a Chapecoense, às 16h (de Brasília), na Arena Condá, pela 13ª rodada da competição nacional.



    Flamengo abraça projeto de torcedores e incentiva doações para contratações


    Eduardo Bandeira de Mello e Lucas Defanti flamengo coletiva (Foto: Edgard Maciel de Sá)Uma ideia da torcida prontamente abraçada pelo clube. Assim o presidente Eduardo Bandeira de Mello apresentou na tarde desta quarta-feira o projeto "Flamengo da Nação". A ideia nasceu de um grupo de torcedores e visa arrecadar dinheiro para investir no departamento de futebol - principalmente na contratação de reforços para o elenco. O site (www.flamengodanacao.com.br) já está no ar e pode receber doações a partir de R$ 5 para uma conta corrente disponibilizada pelo Fla. Já foram doados R$ 883,20.

    - É um produto diferente do que estamos acostumados. Normalmente, a direção do Flamengo formula algo, cria, apresenta para a torcida e ela se engaja. Foi assim com o sócio-torcedor, o Anjo da Guarda... Agora é ao contrário. A torcida criou o produto quando sentiu a necessidade de ter um canal para a doação de quantias, mesmo valores pequenos, necessárias para o clube. Nos apresentaram o projeto e disponibilizamos uma conta para a doação de qualquer valor e sem periodicidade. Serão recursos direcionados totalmente ao futebol do Flamengo - explicou o presidente, garantindo que será um dos primeiros a doar.

    Ao lado de Bandeira de Mello, o torcedor Lucas Defanti, um dos idealizadores do projeto, explicou a ideia e garantiu que negociou com o clube formas de garantir a transparência da iniciativa. O Flamengo, por exemplo, vai disponibilizar o extrato diário da conta para ser exibido no site do projeto. Quando parte da quantia for utilizada, o Rubro-Negro vai emitir uma nota oficial para explicar a qual contratação o dinheiro foi destinado.

    - O objetivo é trazer a torcida ainda para mais perto da vida financeira do clube. Não é um trabalho para sanar dívidas e, sim, para ajudar na contratação de jogadores. A conta é exclusiva do projeto e aceita doações a partir de R$ 5. O torcedor pode ter a certeza de que o dinheiro vai direto para o clube visando a formação de um elenco vencedor. Negociamos com o clube várias questões envolvendo a transparência do projeto e assinamos um memorando. Nosso site terá um relógio financeiro que vai ser atualizado com o extrato da conta enviado diariamente pelo Flamengo. O clube também se comprometeu a fazer uma auditoria da conta a cada seis meses, assim como a emitir uma nota oficial toda vez que o dinheiro for utilizado. Temos que deixar a reclamação de lado e ajudar. Está na hora de mostrar que a maior torcida do mundo realmente faz a diferença - disse o médico de 28 anos.

    Apesar de ser uma ideia criada por torcedores, a decisão dos jogadores a serem contratados com o dinheiro arrecadado será de total responsabilidade do Flamengo.

    -Até discutimos essa possibilidade de a torcida opinar pelo intermédio de enquetes. Mas é algo inviável na nossa opinião. Temos que ver se os torcedores vão se engajar em um primeiro momento. Quem decide em qual contratação o dinheiro será investido é o Flamengo. A conta é do clube, ele que paga os impostos, que vai fazer a auditoria, que vai fiscalizar e garantir a transparência do projeto. Assim que o primeiro real entrar e o clube achar necessário, o dinheiro já pode ser utilizado - encerrou Lucas.

    Frame Site Flamengo Arrecadação (Foto: Reprodução) 
    Projeto de site para doações é abraçado pela diretoria do Flamengo, que disponibilizou uma conta corrente (Foto: Reprodução)


    Luxa treina Flamengo com Canteros, Muralha e Gabriel entre os titulares


    Canteiros treino flamengo (Foto: Edgard Maciel de Sá)
    O Flamengo deve ter pelo menos três novidades em seu time titular para a partida do próximo domingo, contra a Chapecoense, em Santa Catarina. As pistas foram dadas pelo técnico Vanderlei Luxemburgo no treino técnico desta quarta-feira no Ninho do Urubu. Canteros, que pode iniciar uma partida pela primeira vez desde que chegou ao clube, Muralha e Gabriel foram as novidades.

    Sem Leo Moura, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Luiz Antônio foi improvisado na lateral direita. O substituto natural seria Léo, mas ele voltou a sentir dores na coxa direita e precisou deixar a atividade da última terça-feira. Canteros, por sua vez, ganhou a vaga do próprio Luiz no meio. Já Muralha entrou na vaga de Cáceres, expulso contra o Botafogo. Lucas Mugni completou o meio-campo.

    Paulinho é dúvida para a partida

    No ataque, Gabriel treinou no lugar de Paulinho - poupado pelo segundo dia seguido com dores na parte posterior da coxa esquerda. O atacante está em tratamento no departamento médico e é dúvida para a partida contra a Chapecoense. Os titulares treinaram com Paulo Victor, Luiz Antonio, Marcelo, Wallace e João Paulo; Muralha, Canteros e Mugni; Everton, Gabriel e Alecsandro.

    Com a nova formação, o técnico Vanderlei Luxemburgo parou o treino algumas vezes para orientar os comandados. Enquanto isso, em um campo separado, nomes como Léo Moura, Cáceres, Felipe e Elano fizeram um trabalho à parte.

    Entre os reservas, Negueba, Eduardo da Silva e Hernane formaram o trio ofensivo na seguinte escalação: César; Mattheus, Chicão, Fernando e Frauches; Amaral, Márcio Araújo e Recife; Negueba, Eduardo da Silva e Hernane. .

    Com 10 pontos, o Flamengo é o 18º do Campeonato Brasileiro, ainda na zona de rebaixamento, e volta a campo no domingo, às 16h (de Brasília), na Arena Condá, contra o Chapecoense. Uma vitória pode tirar o time do Z-4 da competição.
     
     
     

    Participe das ações de Chapecoense x Flamengo

    O Programa Nação Rubro-Negra preparou quatro ações imperdíveis para a partida contra o Chapecoense, no próximo domingo (03/08), na Arena Condá. Os sócios-torcedores de Santa Catarina e do Paraná podem  ganhar ingressos para o duelo, recepcionar os jogadores na chegada ao hotel, participar dos bastidores da partida no Match Day e ainda levar seus pequenos rubro-negros para entrarem de mãos dadas em campo com o time de futebol!

    Para participar, basta ficar de olho no horário de abertura das ações para cada plano e solicitar a sua vaga na de promoções do site do Nação.

    Aguarde informações sobre as entradas e confira os horários para Pequeno Rubro-Negro, Recepção do Nação e Match Day:

    Quarta-feira (30.07)

    +Paixão – 12h
    Paixão – 13h
    +Amor –  14h
    Amor –  15h
    +Raça –  16h
    Raça –  17h
    Tradição – 18h

    Quer participar de todas essas ações e ainda não é sócio-torcedor? Não perca tempo, clique aqui e vire agora mesmo!
    Autor: Comunicação
    Fonte: Site Oficial do Clube

    Presidente diz que Fla estudava futuro de André Santos antes de agressão

    O futuro de André Santos no Flamengo, que não entra em campo desde a derrota para o Internacional, no dia 20 de julho, seria discutido independente das agressões sofridas pelo jogador na saída do Beira-Rio. Quem garante isso é o presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello, que afirma que o contrato do lateral ainda está em vigor e uma decisão sobre a sua continuidade ou não ainda está sendo discutida .

    - Ele não rescindiu o contrato com o Flamengo, o contrato está em vigor. Existe uma discussão entre o clube e o jogador para tentar chegar em um solução que seja boa para as duas partes. Contra a Chapecoense ele não vai jogar, até pelo fato de ele não ter treinado nessa semana. A discussão sobre o futuro do jogador, repetindo mais uma vez, continua  - disse ao "Arena SporTV".

    Eduardo Bandeira de Mello (Foto: Reprodução SporTV) 
    Eduardo Bandeira de Mello ainda está discutindo o futuro do lateral André Santos (Foto: Reprodução SporTV)

    Sobre o goleiro Felipe, que perdeu a titularidade desde a chegada de Vanderlei Luxemburgo, o presidente rubro-negro diz que a sua utilização depende da vontade do treinador e lembra que ele está treinando com frequência com os seus companheiros.

    - O Felipe está treinando normalmente. Estive terça-feira no Ninho do Urubu (Centro de Treinamento do Flamengo) e ele treinou normalmente.


    Bandeira de Mello condiciona vinda de Robinho à parceria e admite atrasos

    A iminente saída de Robinho do Milan está movimentado o mercado e deixando algumas torcidas esperançosas, como a do Flamengo. Presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello disse em entrevista ao "Arena SporTV" que a vinda do jogador depende de parceria com investidores e empresas, já que o Rubro-Negro não tem como arcar com contratações deste nível sozinho por conta de suas dívidas

    - Não existe nada de concreto com relação a vinda do Robinho para o Flamengo. Um reforço dessa magnitude, no momento em que estamos passando, tem que vir associado com um projeto com participação de investidores e empresas que queiram associar a sua imagem ao jogador que está chegando no Flamengo. E isso tem de ser planejado com muito cuidado. No momento, ainda estamos passando por uma dificuldade a curto prazo. No momento, para desembolsar alguma coisa, tem que pensar primeiro em resolver as nossas pendências.

    Presidente do Flamengo disse que a prioridade é resolver as dívidas 

    Diante das dificuldades financeiras, o presidente admitiu que jogadores com os maiores vencimentos do time enfrentam atrasos de salários. O Banco Central incluiu o Fla no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin) por irregularidades no registro dos valores de negociações internacionais, no período entre 1990 e 1998, totalizando um débito de R$ 38 milhões. Com juros, o valor chega a R$ 80 milhões. Diante desta pendência, houve um bloqueio no pagamento do patrocínio da Caixa Econômica Federal. A inscrição não faz com que o clube possa perder as Certidões Negativas de Débito (CNDs).

    - O Flamengo tem um atraso pequeno de uma parte dos jogadores, dos que ganham mais. Isso por conta dessa situação momentânea, que nos colocou no Cadin e nos impossibilitou de receber as parcelas da Caixa. Mas isso é uma situação que nós pretendemos resolver em um prazo muito curto. É uma situação que me incomoda - admitiu Bandeira de Mello.


    Inter alegará ao STJD que André Santos deixou Beira-Rio sem avisar

     
    O STJD confirmou, nesta terça-feira, que Internacional e Flamengo serão julgados pelas agressões de torcedores rubro-negros presentes no Beira-Rio ao lateral-esquerdo André Santos. O clube gaúcho recebeu a notificação do tribunal e irá se defender alegando que o jogador deixou o espaço delimitado aos atletas.

    Segundo os advogados do clube, o Internacional não foi avisado de que o lateral iria deixar antes o vestiário e iria se encaminhar para uma van alternativa ao ônibus da delegação carioca. André Santos teria deixado a zona mista do Beira-Rio pela saída da imprensa, por conta própria. Nem mesmo a Brigada Militar foi avisado, segundo um dos advogados do Inter, Rogério Pastl.

    A notificação sobre a denúncia do STJD foi recebida na tarde desta terça-feira. O Colorado irá à julgamento nesta sexta-feira, às 13h30. Os dois clubes correm o risco de serem multados em até R$ 100 mil e até 10 mandos de campo.

    De acordo com a assessoria do STJD, os clubes infringiram os artigos 191, I e 213, I, e §§1º e 2º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e art. 65, letras "b" e "c", 66 itens 1, 2 e 3, e 67 item 3 do Código Disciplinar da Fifa ao não tomar as medidas para proteger o jogador que deixava as imediações do estádio acompanhado apenas por um segurança particular.

    O episódio aconteceu no dia 20 de julho, quando o Rubro-Negro foi goleado por 4 a 0 pelo Colorado no Beira-Rio. Após o jogo, a torcida, que protestava no pátio do estádio alvirrubro, agrediu o lateral-esquerdo no caminho para um veículo que espera o jogador, que iria para Florianópolis, já que a segunda seria de folga ao elenco.


    Fila processa Botafogo, cobra R$ 70 milhões e já ganhou R$ 10 milhões na Justiça


    Fila processa Botafogo, cobra R$ 70 milhões e já ganhou R$ 10 milhões na Justiça

    A Fila (Kappa) está processando o Botafogo, e já ganhou na Justiça paulista R$ 10 milhões.

    É que a marca foi trocada há uns dois anos pela Puma, a atual.

    O clube alegou, na época, que a Fila não entregava direito as camisas e rompeu unilateralmente o acordo, fechando com a Puma. A Fila não aceitou e entrou na Justiça exigindo o pagamento de uma multa rescisória de R$ 70 milhões.

    Fonte: Coluna do Ancelmo Gois – O Globo



    Em ano de reviravoltas, Luiz Antonio reencontra Luxa para se firmar no Flamengo


    Luiz Antônio Flamengo treino (Foto: Gilvan de Souza)No dia 19 de junho de 2011, o técnico Vanderlei Luxemburgo, aconselhado pelo auxiliar Jayme de Almeida, promoveu a estreia de Luiz Antonio entre os profissionais do Flamengo. O volante se saiu bem e disputou 11 jogos sob seu comando naquele ano. Mas, depois de sofrer duas lesões no ombro, acabou precisando de uma cirurgia e viu a temporada terminar mais cedo.

    Agora, na volta de Luxemburgo ao clube, Luiz Antonio recebeu uma nova chance de se firmar e foi titular logo na estreia do treinador na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo. Atuou os 90 minutos e deve continuar dono de uma posição no time contra a Chapecoense, domingo, em Chapecó.

    - Não esperava que fosse ser titular assim. Sabia que ele me conhecia da outra passagem dele. Ainda está conhecendo os outros jogadores mais de perto, vai ter outros planos de jogo. Acho que posso ter mais oportunidades e tenho que estar pronto - afirmou Luiz Antonio.

    Consciente do momento difícil que o Flamengo vive na temporada, Luiz Antonio já passou por algumas reviravoltas este ano. Ele havia entrado com uma ação na Justiça para rescindir seu contrato com o clube, alegando atraso nos pagamentos. Não conseguiu, entrou em acordo e voltou ainda com Jayme de Almeida no comando.

    Depois de recuperar seu espaço e ver a torcida deixar de lado sua tentativa de abandonar o clube, Luiz Antonio não faz promessas a longo prazo. Para ele, o time precisa sair da situação em que está no momento para depois sonhar com voos maiores no Campeonato Brasileiro.

    - O que dá para prometer é sair dessa situação disputando um jogo de cada vez. Mais para frente podemos ter um foco maior, mas em um primeiro momento é sair e ter mais tranquilidade. Com o torcedor apoiando, podemos pensar em coisas melhores depois - disse.

    Luiz Antonio viveu momentos delicados e há companheiros no grupo, como Elano e o goleiro Felipe, que não estão mais nos planos do clube. Mesmo assim, o jogador vê o ambiente favorável apesar dessas situações.

    - O clima está bom. Há muita alegria depois da vitória de domingo. Ainda não sabemos direito a situação deles, mas é com a diretoria - afirmou Luiz Antonio.

    Solução do Milan para o caso Robinho pode ser emprestá-lo ao Flamengo, diz jornal



    robinho jornal (Foto: Reprodução)O Milan ainda procura uma alternativa para o caso Robinho. Segundo o jornal italiano “Tuttospot” noticia nesta quarta-feira, a chance mais real neste momento é negociar o atacante assim como fez com Kaká. Ou seja, vendê-lo a um time da MLS – o Orlando City -, mas antes emprestá-lo a uma equipe brasileira, que seria o Flamengo.

    Como os novos reforços do Orlando City só vão estrear em janeiro, por conta do calendário da MLS, Robinho teria que arrumar um clube para defender neste segundo semestre, tal como fez Kaká quando se transferiu para o São Paulo.

    De acordo com o “Tuttospot”, o Flamengo é o favorito para realizar esse papel, mas antes tem que arrumar dinheiro para pagar o salário do brasileiro nestes seis meses. A expectativa é que uma definição seja tomada nos próximos dias.

    O fato é que, segundo os italianos, Robinho não está nos planos do Milan, e o que falta por ora é uma proposta que agrade financeiramente clube e jogador. Uma possível negociação com o Olympiacos, da Grécia, e com clubes dos Emirados Árabes, que demonstraram interesse anteriormente, parece ter perdido força nos últimos dias.


    Flamengo tem treinos comprometidos por falta de bolas do Brasileirão



    A comissão técnica do Flamengo se prepara para iniciar um treinamento com o grupo dividido. Em um campo, os titulares do jogo contra o Botafogo. No outro, o restante dos jogadores tem programada uma atividade técnica sob o comando de Vanderlei Luxemburgo. O preparador físico Antonio Mello se aproxima de Wagner Miranda, preparador de goleiros, e pergunta:

    – Tem mais bola aí? Eu preciso de algumas. Vou com eles para o campo 1.

    Gabriel e Fernando Treino Flamengo bola (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo) 
    O preparador físico Antonio Mello (de costas) orienta Fernando e Gabriel: poucas bolas (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
     
    Wagner questiona. Diz que também está com pouco material para trabalhar com Felipe e João Paulo, já que Paulo Victor e César participariam do treino comandado por Luxemburgo. Com isso, segue para o campo 1 acompanhando Mello para dividir as que estavam com ele.

    A cena vem se repetindo, e o problema tem sido crônico no Flamengo. Até os jogadores já perceberam. Na atividade da tarde da última sexta-feira mais algumas bolas foram jogadas para fora, literalmente, por esvaziarem rapidamente. No começo do Campeonato Brasileiro, o clube adquiriu 50 unidades. Destas, 25 já estão inutilizadas.

    Responsável pela fabricação das bolas do Brasileiro, a Nike informou ao Flamengo não ter mais para vender. Com isso, o clube vem tendo seus treinamentos comprometidos. Durante o trabalho de finalizações, os goleiros Paulo Victor e César chegaram a fazer bico como gandulas para acelerar a devolução das bolas para o campo.

    Alguns jogadores chegaram a falar abertamente o nome da empresa durante o treinamento:

    – Está faltando bola. Pede para a Nike mandar mais – gritaram.

    O Flamengo já recebeu relatos de outros clubes que estão passando pelo mesmo problema. A expectativa é de que a situação seja resolvida, mas não há prazo. Por enquanto, com bolas murchas ou não, o clube segue sua vida. Domingo, enfrenta a Chapecoense, em Chapecó, na esperança de encontrar apenas bolas cheias na partida.

    Risco de debandada: sindicato dá assessoria e jogadores podem deixar o Botafogo


    O que está ruim pode piorar no Botafogo. Por causa dos salários atrasados (três meses, além de cinco de imagem e FGTS), os jogadores podem se desligar de General Severiano por lei. O presidente do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol do Rio de Janeiro, Alfredo Sampaio, reafirma a situação insustentável e já disponibilizou assessoria jurídica ao elenco. Por mais que não creia, o risco de debandada existe.

    — Podem fazer, caso queiram. Estamos prontos caso eles nos solicitem. Temos as documentações necessárias e conversado diariamente com alguns, como Bolívar e Julio Cesar — disse Sampaio: — Muitos já têm mais de seis jogos no Campeonato Brasileiro e não poderiam jogar por outro clube na Série A. Isso meio que inibe a ação.

    terça-feira, 29 de julho de 2014

    Argentina irá treinar na sede do Flamengo para Desafio no Maracanãzinho


    Scola, Laprovittola e outros atletas argentinos treinarão na Gávea (Foto: Divulgação)A Argentina irá treinar na sede do Flamengo, na Gávea, durante esta semana. Os hermanos estão no Rio de Janeiro para o Desafio Brasil, Argentina e Angola de basquete, no Ginásio do Maracanãzinho, no dias 31, 1º e 2 de agosto. Na quinta-feira, a Argentina treina no Ginásio Hélio Maurício. O torneio serve de preparação para o Mundial da Espanha, em agosto.

    Estarão no Rio de Janeiro, Scola, do Indiana Pacers, Laprovittola, do próprio Flamengo, Facundo Campazzo, Ginobili, do atual campeão da NBA, o San Antonio Spurs e Prigioni. Também foram convocados pelo técnico Julio Lamas: Bortolin, Delia, Gallizzi, Giorgetti, Gutierrez, Herrmann, Mata, Nocioni, Richotti e Safar.

    Diretor de esportes olímpicos do Flamengo, Marcelo Vido ressalta o ganho esportivo e de imagem do Flamengo com a chegada de equipes internacionais. Antes, o Flamengo recebeu as equipes do Chicago Bulls e Washington Wizards, da NBA, e a seleção da Holanda durante a Copa do Mundo.

    - No basquete, tudo isso é um reconhecimento do trabalho desenvolvido nos últimos anos com a conquista de títulos importantes. Com as equipes americanas da NBA teremos um maior intercâmbio com as nossas categorias de base o que por si só já é um legado para o clube. Com o comitê norte-americano, modernizaremos as estruturas de vestiários e banheiros que estarão finalizadas em setembro antes dos treinamentos das equipes da NBA - frisa Vido.

    Ingressos

    Já é possível adquirir ingressos para a competição, que será realizada entre 31 de julho e 2 de agosto, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Os preços das entradas vão de R$ 40 a R$ 200. Cada torcedor pode comprar um máximo de seis ingressos por compra e de duas meias-entradas por compra. O pagamento pode ser feito em até duas vezes no cartão de crédito. Os ingressos estarão disponíveis apenas através do site www.tudus.com.br. O encerramento das vendas no site será no dia anterior a cada jogo, às 20h (horário de Brasília). Não haverá taxa de conveniência para o cliente final.

    Os duelos contra a Argentina e Angola serão os únicos da seleção no Brasil. Antes do Mundial, a equipe de Rubén Magnano ainda disputará um torneio em Buenos Aires - contra Argentina e México -, um amistoso contra os Estados Unidos em Chicago e um torneio na Eslovênia - contra Lituânia e Irã. O Mundial da Espanha começa no dia 30 de agosto, e o Brasil está no Grupo A, junto com França, Irã, Espanha, Sérvia e Egito.

    Com presidente do Flamengo no Ninho, Luxa ensina seu bê-a-bá aos jogadores


    Vanderlei Luxemburgo Flamengo treino (Foto: Gilvan de Souza)O peso da carreira construída por Vanderlei Luxemburgo como treinador faz com que a cobrança aos jogadores seja natural e pesada. Até com passagem pelo espanhol Real Madrid em seu currículo, ele exige o máximo de cada um nos treinamentos. Na tarde desta terça-feira, quando comandou um trabalho técnico apenas com os reservas, foi dos palavrões aos elogios diante da presença no Ninho do Urubu do presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello.

    Enquanto os titulares do jogo com o Botafogo foram para outro campo trabalhar com o preparador físico Antonio Mello, Luxemburgo dividiu os 18 jogadores à disposição em três times. A disputa era em metade do campo. Primeiro com dois toques obrigatórios, depois com três e, em seguida, sem limites.

    - A primeira coisa que você aprende no futebol é dominar a bola. Depois ajeitar e então passar. É assim que tem que fazer, com três toques - gritou Luxemburgo depois de Arthur receber um passe e deixar a bola correr antes de dominá-la.

    Durante as disputas, o treinador não se furtou a reclamar de erros cometidos durante o treino de quase duas horas. Muralha foi vítima também da ira de Luxemburgo ao exagerar na pose para passar uma bola.

    - Está cheio de nove horas - comentou Luxemburgo.

    Presidente treino Flamengo (Foto: Thales Soares)Presidente Bandeira e Mello esteve presente no Ninho do Urubu durante o treinamento da tarde (Foto: Thales Soares)
     
    Até César ouviu do treinador, que em seu começo de carreira foi preparador de goleiros. Ele levou um gol em um chute de longa distância, que passou por baixo do seu corpo, evidenciando a demora em cair para fazer a defesa.

    - Está assistindo César - bradou o comandante.

    Depois do trabalho técnico, Luxemburgo comandou um treinamento de cruzamentos e finalizações. Nesta quarta-feira, ele deve começar a montar o time para o confronto com a Chapecoense, domingo, em Chapecó, pelo Campeonato Brasileiro. O Flamengo está na 18ª colocação, com 10 pontos.


    Flamengo oferece pacote de viagens para jogo de domingo contra Chapecoense



    Os ingressos para o jogo entre Chapecoense e Flamengo, às 16h (de Brasília) deste domingo, na Arena Condá, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, já estão à venda desde segunda-feira em Santa Catarina, e o Rubro-Negro criou também pacotes de viagens para torcedores de outros estados que desejam acompanhar o duelo em Chapecó. Nesta terça, o clube divulgou em seu site as ofertas através da "Fla Tour", agência de viagens oficial do Fla, com opções para hospedagens em quartos duplos ou individuais. Os preços são de R$ 489 e R$ 588 (sócios-torcedores têm desconto), podem ser parcelados e incluem, além da reserva em hotel, ingresso, translado para o estádio e guia turístico.

    Ingressos avulsos serão comercializados nos pontos físicos em Chapecó até às 11h30 de sábado, véspera da partida. No domingo, as vendas ocorrem apenas na bilheteria da Arena Condá. Os valores variam de R$ 80,00 (R$ 40 a meia entrada) a R$ 150,00. Crianças até 12 anos não pagam para assistir ao jogo, mas um cadastramento prévio é necessário, entre quarta e sexta, no ginásio Ivo Silveira.

    Pacotes:
    - Quarto duplo: 3 x R$ 143,00 (para sócios-torcedores) ou 3 x R$ 163,00 (para não sócios);
    - Quarto individual: 4 x R$135,00 (para sócios-torcedores) ou 4 x R$147,00 (para não sócios).

    Avulsos:
    Cadeira: R$ 150 - com direito à meia entrada
    Social: R$ 100 - com direito à meia entrada
    Arquibancada: R$ 80 - com direito à meia entrada

    Pontos de venda:
    Sede do clube
    Posto de Marco
    Posto do Guri
    Maidana Esportes
    Paraíso dos Campeões
    Davi Esportes
    Grêmio Mania
    Palácio dos Esportes       

    Possível substituto de Léo Moura, Léo deixa treino com dores na coxa direita

    O Flamengo segue com problemas para encontrar um substituto para Léo Moura. No começo do ano, o clube contratou Léo, um dos destaques do Atlético-PR na temporada passada, mas que vem sofrendo com lesões. Após se recuperar de mais um problema físico e treinar normalmente na manhã desta terça-feira, o lateral-direito voltou a sentir durante a atividade da tarde no Ninho do Urubu e deixou o trabalho técnico com dores na coxa direita, onde já tem um histórico de problemas. Cotado para enfrentar a Chapecoense com a suspensão do titular pelo terceiro cartão amarelo, o jogador foi encaminhado para a sala de fisioterapia e não deve mais ficar à disposição de Vanderlei Luxemburgo para a partida deste domingo.

    Léo Treino Flamengo (Foto: Thales Soares) 
    Léo deixa o treino no Ninho do Urubu com dores na coxa direita e vai para a sala de fisioterapia (Foto: Thales Soares)
     
    Léo disputou apenas sete jogos, sendo seis deles pelo Campeonato Carioca, e marcou dois gols. Ele ainda não vestiu a camisa do Flamengo no Campeonato Brasileiro e não joga desde o empate com o Vasco no dia 6 de abril. Com mais esse problema, o técnico Vanderlei Luxemburgo vai precisar partir para improvisações, já que não tem outro jogador para a lateral direita.

    No elenco, o volante Luiz Antonio, que foi titular contra o Botafogo, domingo, já desempenhou esse papel. Márcio Araújo também tem experiência na posição e atuou assim sob o comando de Ney Franco contra o Internacional. O atacante Paulinho, outro que não participou do treinamento desta terça-feira, é outro que pode ser usado na função.

    Além de Léo, o Flamengo também não terá o volante Cáceres, expulso no clássico. Outro fora é o zagueiro Samir, ainda se recuperando de uma lesão na coxa esquerda.


    Emerson Sheik e Edilson não poderiam jogar o clássico, segundo BID da CBF


    Uma observação relatada pelo árbitro Wilton Pereira Sampaio na súmula da partida entre Flamengo e Botafogo, que aconteceu no último domingo (27), no Maracanã, chamou a atenção e pode voltar com uma antiga polêmica ao Campeonato Brasileiro. Segundo o juiz, o BID da CBF constou que os jogadores Emerson Sheik e Edílson estariam impedidos de jogar.

    Ainda segundo a declaração, o diretor do Botafogo, Adriano Polares, foi informado e, fazendo uma declaração de próprio punho, assumiu a responsabilidade. Emerson e Edílson foram punidos após confusão na partida contra o Grêmio, na sexta rodada da competição. Porém, ambos cumpriram suspensão contra o Coritiba, no sábado (19).

    No final do ano passado, o mesmo BID causou grande polêmica no Brasileirão. Héverton, da Portuguesa, e André Santos, do Flamengo, foram julgados e suspensos por um jogo, horas antes da última rodada da competição. No entanto, o BID da CBF informava que os jogadores estariam aptos para jogar. Os atletas foram escalados por seus clubes, que acabaram perdendo pontos. No fim, a Portuguesa foi rebaixada no lugar do Fluminense.

    Confira a declaração do árbitro na súmula:

    "Na imputação dos nomes dos atletas na súmula eletrônica antes do início da partida, constou que dois atletas do Botafogo (número 7 e 33) estariam impedidos de jogar por uma pendência no STJD. Deixamos o Botafogo FR ciente, mas o diretor do Botafogo, Sr. Adriano Polares, assumiu a responsabilidade e fez uma declaração de próprio punho conforme em anexo na súmula".


    Flamengo e Inter podem perder mandos de campo por agressão a André Santos

    A agressão de torcedores rubro-negros a André Santos na saída do Beira-Rio, após goleada sofrida pelo time carioca (4 a 0), pode custar caro ao Flamengo e também ao Internacional. As duas equipes foram denunciadas pelo subprocurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Caio Pompeu de Souza, e podem perder até dez mandos de campo cada. 

    Flamengo e Internacional serão julgados por infringirem os artigos 191 e 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e os artigos 65 (letras b e c) e 66 (itens 1, 2 e 3) e 67 (item 3) do Código Disciplinar da Fifa. De acordo com a assessoria da entidade, o Tribunal entende que os clubes não tomaram as medidas necessárias para proteger o jogador que deixava as imediações do estádio acompanhado apenas por um segurança particular. 

    Além das perdas de mando, os clubes também podem ter que pagar multa de até R$ 100 mil. Ainda não há uma data marcada para o julgamento.

    Além de Flamengo e Internacional, o zagueiro Chicão também será julgado pela partida. O rubro-negro foi expulso por conta de um carrinho e pode pegar até seis jogos de suspensão.

    André Santos foi agredido por torcedores no caminho entre o vestiário e uma van que o levaria ao aeroporto de Porto Alegre. O jogador deixou o local acompanhado de um segurança e antes dos demais jogadores. Foi cercado e levou socos e chutes antes de conseguir entrar no veículo. O incidente não aconteceu em campo, mas o atleta ainda estava nas dependências do estádio Beira-Rio.


    Atitude em campo vira principal impacto da chegada de Luxa ao Flamengo

     
     
    luxemburgo flamengo treino (Foto: Thales Soares)Foram oito jogos sem vencer até que o Flamengo conseguisse sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro. A mudança do treinador e do ambiente fizeram com que os jogadores fossem contagiados por uma nova energia antes do clássico com o Botafogo. A vitória de 1 a 0 sobre o rival acabou com a pressão da lanterna da competição, mas não com a da zona de rebaixamento.

    Nos primeiros dias de trabalho, Vanderlei Luxemburgo, substituto de Ney Franco, falou que sua preocupação maior era apresentar um time que orgulhasse a torcida. Esse discurso foi o mesmo levado aos jogadores antes do clássico.

    - Além da experiência, o impacto maior foi na mudança de atitude do time. Ele trouxe para a gente essa coisa de chamar a responsabilidade. O Flamengo grande do jeito que é não poderia estar nessa situação. Antes, a gente tentava e não conseguia, não dava resultado. Agora, conseguimos e vamos sair dessa situação - comentou Luiz Antonio.

    Apesar de destacar a importância da vitória para a sequência do Flamengo no Campeonato Brasileiro, Luiz Antonio reconhece que ainda há muito caminho a percorrer. Por isso, chama a atenção para a necessidade de se manter a concentração e não deixar se levar pelo resultado de domingo.

    - Alivia um pouco a situação, mas não pode deixar de ter foco. O time ainda está em situação complicada. Agora, dá para trabalhar com mais tranquilidade e um clima melhor para alavancar cada vez mais - afirmou Luiz Antonio.

    O próximo jogo do Flamengo, que tem 10 pontos, é contra a Chapecoense, com um ponto à frente, em Chapecó. Luxemburgo não contará com Léo Moura e Cáceres, suspensos, além de Samir, ainda se recuperando de uma lesão na coxa esquerda.

    Campanha de doações voluntárias será lançada para ajudar futebol do Flamengo

    O Flamengo ganhará em breve uma injeção financeira para custear os gastos para o restante da temporada. Essa pelo menos é a expectativa de uma campanha de doação voluntária de recursos que será lançada nesta quinta-feira. A ideia foi lançada por um grupo de torcedores, e levada à diretoria, que aprovou a iniciativa e disponibilizou uma contra para o depósito de doações, com valor mínimo de R$ 5. Assim nasceu o Flamengo da Nação. No site, um relógio financeiro informará o volume de doações diariamente.

    - O Flamengo está em um momento decisivo na sua história. Nunca a torcida foi tão importante na ajuda ao clube. Torcedor rubro-negro, a chance é agora de tornarmos isso realidade. Só depende de nós - diz a mensagem de convocação no site www.flamengodanacao.com.br.

     Doação Flamengo (Foto: Reprodução) Página da campanha de doação do Flamengo (Foto: Reprodução)

    Um dos idealizadores do projeto, Sandro Rilhó defende a iniciativa como um momento de comunhão com a torcida pelo delicado momento pela qual vive o clube no Campeonato Brasileiro.

    - Toda doação vai ser depositada e investida no futebol, com toda a transparência e prestação de contas. Todo dia será publicado um extrato com os valores depositados ao longo do dia na conta e o relógio financeiro será atualizado no site do projeto - explica.

    Muito criticada pela postura sobre o preços dos ingressos, sobretudo nas fases decisivas da Copa do Brasil no ano passado, a diretoria vem trabalhando em uma reaproximação com os torcedores, em especial diante do momento complicado que o time vive no Brasileirão. Os dirigentes tomaram recentes medidas para atrair o apoio da torcedores. Contudo, abriu mão de parte dos preços dos ingressos cobrados para as próximas partidas. A boa presença de público a preços mais baixos cobrados na vitória sobre o Botafogo, domingo, no Maracanã, agradou os mandatários rubro-negros.  

    Geralmente, o Flamengo cobra R$ 60 pelo ingresso de arquibancada nos setores Norte e Sul. No clássico, baixou para R$ 40. No Leste inferior, o preço usual já esteve em R$ 100, mas será vendido a R$ 60, repetindo o valor do clássico. No setores Leste e Oeste Superior, o ingresso também custará R$ 60.  

    Por conta disso, o Flamengo deve manter o mesmo preço na cobrança dos ingresso da partida contra o Sport, dia 10 de agosto, no Maracanã.



    Fifa elege melhores torcidas e põe Flamengo em 9º e Corinthians apenas em 29º lugar!



    fifaMais um ranking da Fifa que certamente provocará muita polêmica. A entidade máxima do futebol anunciou a lista das melhores torcidas do mundo, sem, entretanto, especificar os critérios, o que provocou imediata reação, principalmente de alguns clubes europeus. O líder desse ranking é o Borussia Dortmund, da Alemanha, um time que mantém a incrivel média de quase 90 mil torcedores por partida. A partir daí começam as surpresas: o Olimpia, do Paraguai, aparece em segundo lugar, enquanto alguns gigantes, como Barcelona, Real Madrid, Bayern e Manchester United vão lá para o meio da fila.

    Neste novo ranking da Fifa, o Flamengo (9º) é o dono da melhor torcida brasileira. O Corinthians  teve a sua torcida completamente desqualificada, aparecendo em 29º lugar.

     Confira a lista:


    1. Borussia-ALE
    2. Olimpia-PAR
    3. Galatasaray-TUR
    4. Boca Juniors-ARG
    5. River Plate-ARG
    6. Liverpool-ING
    7. Manchester-ING
    8. América-MEX
    9. Flamengo-BRA
    10. Barcelona-ESP
    11. Peñarol-URU
    12. Nacional-URU
    13. Real Madrid-ESP
    14. Racing-ARG
    15. Ajax-HOL
    16. Cruz Azul-MEX
    17. Arsenal-ING
    18. Bayern-ALE
    19. Independiente-ARG
    20. Milan-ITA
    21. Juventus-ITA
    22. Atlético-COL
    23. Internazionale-ITA
    24. San Lorenzo-ARG
    25. Barcelona-EQA
    26. Atlético-ESP
    27. Celtic-ESC
    28. Cerro Porteño-PAR
    29. Corinthians-BRA,  kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, ridículos

    Estudo diz que Botafogo precisa de R$ 65 milhões para ficar em dia até o fim do ano





    Clubes cariocas são donos das maiores dívidas, revela pesquisa



    Os quatro clubes cariocas considerados grandes estão entre os cinco maiores donos de dívidas tributárias do futebol brasileiro. Análise da consultoria DBO, publicada pelo jornal "O Estado de S. Paulo", revela que Flamengo, Botafogo,vasco e Fluminense são os principais devedores, ao lado do Atlético-MG, que é o quarto nesta lista.

    O Rubro-Negro é o primeiro, com valor devido estimado em R$ 386,4 milhões, seguido pelo Alvinegro (R$ 350,9) e Vasco (R$ 270,9). O Galo deve R$ 258,8 milhões. O Tricolor é o quinto, com dívida em R$ 238,6 milhões (confira a lista completa na tabela abaixo).

    Apesar de ser difícil calcular o tamanho das dívidas dos clubes brasileiras, a tarefa torna-se mais simples quando a análise se restringe ao âmbito tribitário.

    Uma das soluções para o pagamento das dívidas é um projeto de lei chamado Proforte, que deve ser votado em regime de urgência no Congresso Nacional, na próxima semana. A lei prevê o parcelamento dos valores devidos, sendo a contrapartida provavél a perda de pontos no Campeonato Brasileiro. O rebaixamento sumário em função do não cumprimento das responsabilidades acabou sendo descartado em reunião entre representantes do governo, presidente de clubes e a CBF.


    Dívidas dos clubes, em milhões (Foto: Reprodução SporTV) 
    Dívidas dos clubes, em milhões (Foto: Reprodução SporTV)
     

    Com presença de Léo, Flamengo faz treino físico no Ninho do Urubu

    Desde sua chegada ao Flamengo, o lateral-direito Léo ainda não conseguiu mostrar a que veio. Sofreu com lesões e uma partida abaixo da expectativa contra o Bolívar, no Maracanã. Nesta terça-feira, depois de se recuperar de mais um problema físico, trabalhou intensamente com os companheiros e deve estar à disposição de Vanderlei Luxemburgo para o jogo com a Chapecoense, domingo, em Chapecó, pelo Campeonato Brasileiro.

    A volta do jogador às atividades com o grupo é um alento para Vanderlei. O treinador não poderá contar com Léo Moura, titular da lateral direita, que levou o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Botafogo, domingo, no Maracanã.

    Elano, Mattheus e Léo flamengo treino (Foto: Thales Soares) 
    Ao lado de Elano e Mattheus, Léo voltou aos treinos do Flamengo nesta terça-feira (Foto: Thales Soares)
     
    Léo foi contratado no começo do ano depois de uma boa temporada com o Atlético-PR. Ele disputou sete jogos, sendo seis deles pelo Campeonato Carioca, e fez dois gols pelo Flamengo. No entanto, ainda não atuou pelo Campeonato Brasileiro.

    Outro desfalque é o volante Cáceres, expulso no clássico. Para a sua posição, há uma série de jogadores na disputa, entre eles Recife, Muralha, Amaral e Márcio Araújo. O paraguaio fez apenas um treino leve ao lado dos outros titulares.

    O atacante Paulinho, substituído no clássico com dores musculares, não foi para o campo nesta terça-feira. No entanto, não deve ser problema para o confronto com a Chapecoense.

    Conheça a nova música que faz sucesso no Maracanã

    Durante a semana, vários jogadores e o técnico Vanderlei Luxemburgo frisaram a importância do apoio da torcida para que o time conseguisse bons resultados no Brasileirão. Na vitória contra o Botafogo, no último domingo (27.07), no Maracanã, a torcida do Flamengo deu show – como já é padrão para a Nação rubro-negra. E parte do espetáculo ficou por conta da nova canção para o Mais Querido.

    O jogo foi marcado pelo bom resultado conquistado pelo time dentro de campo e pelo grande número de rubro-negros nas arquibancadas. O que estes torcedores vão levar na memória são versos como "Eu juro que no pior momento/ Vou te apoiar até o final". O canto foi ouvido no primeiro tempo. No intervalo, a torcida cantou por todos os quinze minutos sem dar trégua por um segundo sequer. Foi aí que todos foram contagiados e quem não sabia a letra aprendeu.

    Confira no vídeo o show da Maior Torcida do Mundo e aprenda a cantar para os próximos jogos:






    "Acima de tudo rubro-negro
    Amor maior não tem igual
    Eu juro que no pior momento
    Vou te apoiar até o final

    Dá-lhe, dá-lhe, Flamengo
    Dá-lhe, dá-lhe, Flamengo
    Sou Flamengo com muito orgulho, com muito amor

    No Maraca eu vou torcer
    A Arco-Íris vai tremer
    E o Mundial vocês nunca vão ter"

    Quem é sócio-torcedor tem prioridade e desconto nos ingressos para cantar mais alto. Ainda não é sócio-torcedor? Torne-se membro do Nação Rubro-Negra agora mesmo clicando AQUI.





    Fome, um pai herói e a lição da estreia no Flamengo: a trajetória de Marcelo

    Marcelo zagueiro Flamengo (Foto: Reprodução SporTV)
    Nem sempre o produto final de uma carreira de jogador de futebol apresenta os percalços e desafios vividos por eles. É o caso do zagueiro Marcelo, de 22 anos, que fez sua estreia com a camisa do Flamengo domingo, na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, no Maracanã, em uma situação das mais complicadas para o time, então na lanterna do Campeonato Brasileiro.

    No jogo, Marcelo teve boa atuação. No entanto, aos 44 minutos do segundo tempo,  quase pôs tudo a perder. Toda uma história de sacrifícios, que tem no seu roteiro fome, uma desilusão do futebol e a relação com o pai, responsável por manter o seu sonho vivo. Ali, em um erro grosseiro, o Botafogo esteve próximo do empate.

    Os socos repetidos no gramado depois de o Flamengo se livrar do perigo representam a raiva do jogador, um desabafo pelo erro cometido diante dos problemas que venceu para estar ali. A grande chance de sua vida apareceu e estava disposto a não desperdiçá-la.

    - Não fosse aquele erro, acho que poderia dar nota 10 para a minha atuação. Estava concentrado, ciente do que fazia. Com aquela falha no fim, se sai o gol, o time não teria reação. Lutamos muito o jogo todo e com o apoio do Léo Moura, Alecsandro, João Paulo... Wallace me abraçou e disse para eu me acalmar. Mas ali senti que a gente venceria - disse Marcelo.

    A personalidade do jogador não o deixou se abater. Saiu do jogo de cabeça erguida. Sua história está na cabeça, contada em detalhes. Aos 19 anos, viu a fome de perto quando jogava nas categorias de base do Macaé. Ouviu promessas não cumpridas dos dirigentes. Sem jantar, foi caminhar pela praia acompanhado de outros jogadores para passar o tempo à espera do café da manhã.

    Seus parentes sofriam em Juiz de Fora. Recolhiam dinheiro e volta e meia conseguiam mandar R$ 20 para o jogador se alimentar. Descobriu por terceiros que seria dispensado do clube, assim como todos os outros jogadores dos juniores. Estava com uma pubalgia e se desiludiu. Decidiu abandonar o futebol e voltou para a sua cidade. Foi trabalhar como marceneiro com o tio Marco. Sua avó Maria prometeu até dinheiro para que ele seguisse os estudos.

    - Recebia R$ 300 de ajuda de custo no Macaé, mas eles não pagavam. A gente ligava para o supervisor e ele mandava se virar, dizia que não éramos moleques. Quando fui trabalhar com meu tio, ganhava R$ 150 por semana. Conseguia guardar alguma coisa. Mas meu pai foi guerreiro. Sempre assim. Onde vou carrego o nome dele comigo - disse Marcelo.

    Paulo, seu pai, não se conformava em ver o filho desistir do sonho. Responsável por incentivá-lo ainda menino, em projetos esportivos de escolas primárias. Já se virava, pedindo dinheiro aos amigos, para comprar uma chuteira, a mais barata que fosse, para o filho participar. Quando havia desistido, ele o convenceu a aceitar um convite do Volta Redonda para conversar. Sabia que ali estava a última esperança.

    - Ele arrumou um carro de um amigo e me levou. Chegamos lá, eu não acreditava muito no que me prometiam. Estava desiludido, parecia tudo muito fácil do jeito que falavam. Não queria mais sofrer. Ele se sentou atrás de uma caçamba de entulho, me chamou e disse que eu deveria aceitar. Que Deus havia me colocado naquele caminho. Começou a chorar. Não tive como recusar. Fiquei e hoje sou muito grato ao Volta Redonda - contou Marcelo.

    pais marcelo flamengo (Foto: Bruno Ribeiro) 
    Os pais Margarida e Paulo e avó Iracema com uma camisa que receberam do filho (Foto: Bruno Ribeiro)


    No domingo, ele ganhou a sua primeira oportunidade no time com a lesão de Samir e a suspensão de Chicão, logo na estreia do técnico Vanderlei Luxemburgo. No fim do jogo, o alívio e apoio dos companheiros. Resolveu recompensar quem já havia gritado por ele anteriormente.

    - Contra o São Paulo, na primeira vez em que fui relacionado, um torcedor ficou me chamando, pedindo minha camisa, dizendo que era de Volta Redonda. Domingo, ele estava lá de novo e entreguei a camisa do jogo a ele. Nem o conhecia, mas foi só por ele dizer que torcia pelo Volta Redonda. Tenho uma ótima relação com o clube e a cidade - afirmou.

    Seus familiares chegaram a vir para o Rio acompanhar o jogo. Com a chuva que caiu, pediu que ficassem em casa sua mãe Margarida, duas irmãs e a mulher Suellen. O pai sequer deixou Juiz de Fora, segundo Marcelo, por ser "muito na dele". Na volta para os braços da família, confraternização, mas com a lição do jogo aprendida.

    - Serve de aprendizado. Uma simples jogada pode criar um grande transtorno. Meu futebol foi sempre de zagueiro mesmo. Em Volta Redonda, diziam que eu era técnico, veloz, mas sei o momento certo de dar um drible ou o chutão. Mas eu me sinto um zagueiro zagueiro mesmo.

    Do jeito que o professor gosta.

    segunda-feira, 28 de julho de 2014

    Líder do Bom Senso FC, Paulo André é contra a aprovação da atual LRFE



    Paulo André, china (Foto: Rodrigo Faber)O zagueiro Paulo André, um dos líderes do movimento Bom Senso FC e que atualmente atua no Shangaï Shenhua, da China, usou uma rede social nesta segunda-feira (28) para explicar os motivos pelos quais é contra o atual modelo do projeto de lei de responsabilidade fiscal do esporte (LRFE), que propõe parcelar as dívidas dos clubes. Segundo ele, os dirigentes e a chamada "bancada da bola" só estão apressados na sua aprovação, pois a proposta exige apenas uma vez por ano a apresentação da Certidão Negativa de Débito (CND) como garantia total de uma gestão transparente no futebol nacional. O jogador também critica a possibilidade de ninguém ser punido por apropriação indébita, caso a medida seja implantada da forma está. 

    - No caso específico dos débitos de que trata a LRFE, se o Governo aceitar parcelar a dívida, os dirigentes que cometeram irregularidades não mais poderão ser acionados por crime de apropriação indébita. Traduzindo burramente, se alguém deve dinheiro ao banco e a entidade, sabendo da dificuldade do devedor em quitar a dívida, resolver parcelá-la, assunto encerrado. Basta a pessoa cumprir as condições propostas e o pagamento em dia que ninguém poderá acusá-la posteriormente. Dói só de pensar que mais de R$ 4 bilhões sumiram no futebol e nenhuma alma será punida, com dos torcedores que são punidos diariamente por verem seus times capengando por aí.

    Caso o Congresso Nacional e a Presidente Dilma, que representam o povo nesse debate, optarem por tomar o caminho de parcelar a dívida e consequentemente isentar os dirigentes pela infração, Paulo André espera que a decisão seja tomada com a plena garantia de que medidas severas e eficazes serão tomadas para punir os clubes e dirigentes infratores de forma direta, através de uma fiscalização rigorosa. Ele também pede para os cidadãos não acreditarem na promessa de alguns dirigentes que dizem lutar por uma punição mais dura que a do Bom Senso FC.

    - Não caiam no papo do Sr. Vilson de Andrade, espertalhão, que diz que eles (dirigentes de clubes) defendem uma punição mais dura do que a que propõe o Bom Senso. “90% da proposta deles (jogadores) está incluída na dos clubes. Eles falam em perda de pontos, nós falamos em rebaixamento. Essa é a grande diferença”, disse, com gigantesca cara de pau, o atual presidente do Coritiba. Ele sabe que, do jeito que está, a LRFE não punirá ninguém. Dizer que há severidade em apresentar a CND uma vez por ano para garantir que os clubes que não pagarem em dia as parcelas do “financiamento” sejam rebaixados de divisão é coisa de quem está mal intencionado. E achar que isso é suficiente para moralizar o futebol brasileiro é uma ofensa à inteligência alheia. Há presidentes de clubes de futebol que agem como se estivessem acima do bem e do mal!

    Secretário nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor, Toninho Nascimento (Foto: Reprodução SporTV)Entre outros pontos defendidos pelo Bom Senso e ausentes na proposta dos clubes, o jogador cobra o controle do déficit; a garantia do cumprimento dos contratos de trabalho; o limite do custo futebol; a padronização das demonstrações financeiras; e a reavaliação do endividamento, sob pena de punição esportiva. Em resposta ao Secretário do Ministério do Esporte, que deseja rápida aprovação do projeto diante do risco de muitos clubes não chegarem ao fim do ano, Paulo André afirmou que vários clubes estão há muitos anos se apropriando do Imposto de Renda e INSS de atletas para contratar mais jogadores e aumentar suas dívidas à espera do “perdão” do Governo. Segundo ele, a presidente Dilma e Congresso Nacional têm uma ótima oportunidade para melhorar a gestão do futebol brasileiro através de uma gestão transparente, diminuindo assim as chances de corrupção

    Secretário Toninho Nascimento deseja rápida aprovação da LRFE (Foto: Reprodução SporTV)

    - É preciso restringir a possibilidade de erro, de corrupção e defender melhores práticas de gestão que refletirão diretamente na qualidade do produto final, dos clubes e do espetáculo do futebol brasileiro. A Presidente e o Congresso Nacional estão entre a cruz e a espada: Ou se apoiam numa possível benção do voto do torcedor apaixonado (desprovido de razão) e deixam passar tudo como está (inclusive via MP – um absurdo), ou se aproveitam da maior oportunidade de se reformar e de se modernizar o futebol brasileiro, optando por incluir as emendas levantadas pelo Bom Senso à LRFE para garantir de verdade uma gestão melhor e mais transparente no nosso futebol. Esta decisão deverá sair esta semana e nós acompanharemos de perto para saber quem está jogando para quem.



    Torcedores já podem assistir TV Fla #48 na internet


    A nova edição da TV Fla já está disponível na internet para os rubro-negros. O programa desta semana tem o sócio-torcedor Bruno Luiz do Couto Silva conhecendo o meia Eduardo da Silva no dia de sua apresentação. Ele entregou o Manto Sagrado para o reforço do Flamengo. 

    O programa também exibiu uma matéria especial com os ex-jogadores e eternos ídolos rubro-negros Adílio e Júlio César Uri Geller. A TV Fla levou os ídolos rubro-negros à Cruzada São Sebastião, comunidade do Rio de Janeiro em que os craques cresceram e se conheceram.

    Autor: Comunicação
    Fonte: Site Oficial do Clube

    Eleições 2014






    Chapecoense x Flamengo: ingressos à venda para o duelo na Arena Condá


    Os ingressos para o jogo entre Chapecoense e Flamengo, pela 13ª rodada do Brasileirão, no próximo domingo, às 16h, na Arena Condá, já estão à venda nos postos credenciados. A partir desta segunda-feira, os bilhetes ficam disponíveis para torcedores de ambas as agremiações, com valores que variam de R$ 80,00 (R$ 40 a meia entrada) a R$ 150,00. 

    Os tickets mais caros são para as cadeiras, enquanto os mais baratos ficam disponíveis para as arquibancadas da Arena. Crianças até 12 anos não pagam para assistir ao jogo, mas um cadastramento prévio é necessário, entre quarta e sexta, no ginásio Ivo Silveira.

    Os postos credenciados prestam serviço até as 11h30 de sábado. A partir das 13h30 da véspera do confronto, os ingressos podem ser adquiridos apenas na bilheteria do estádio, até as 16h30. No domingo, dia do jogo, os interessados também estão limitados a fazer a compra no local, das 9h30 até o horário da bolar rolar.


    TR estádio Arena Condá dia (Foto: Diego Carvalho/Aguante/Chapecoense) 
    Arena Condá recebe Chapecoense x Flamengo (Foto: Diego Carvalho/Aguante/Chapecoense)

    Confira os preços:

    Cadeira: R$ 150 - com direito à meia entrada
    Social: R$ 100 - com direito à meia entrada
    Arquibancada: R$ 80 - com direito à meia entrada

    Confira os pontos de venda:

    Sede do clube
    Posto de Marco
    Posto do Guri
    Maidana Esportes
    Paraíso dos Campeões
    Davi Esportes
    Grêmio Mania
    Palácio dos Esportes      

    Flamengo vai viajar na sexta-feira para enfrentar a Chapecoense no domingo


    Luxemburgo Flamengo x Botafogo (Foto: André Durão / Globoesporte.com)Para a sua estreia no comando do Flamengo, o técnico Vanderlei Luxemburgo colocou todo o grupo concentrado dois dias antes do clássico com o Botafogo. O time venceu por 1 a 0 e deixou a lanterna do Campeonato Brasileiro. Agora, o fato vai se repetir para o confronto com  a Chapecoense, domingo, em Chapecó.

    Luxemburgo já ajustou a programação para a delegação viajar na sexta-feira para o local do confronto, válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo vale posição na tabela de classificação, já que a Chapecoense tem 11 pontos, um a mais do que o Flamengo.

    Com a mudança na programação habitual, o Flamengo vai fazer um treinamento no local do jogo. A previsão do tempo indica possibilidade de chuva no horário do confronto, marcado para as 16h (de Brasília) e com temperatura mínima de 17 graus.

    O grupo está de folga nesta segunda-feira e volta a treinar no dia seguinte no Ninho do Urubu. Ainda não há previsão da realização de novas atividades na Gávea, como aconteceu na véspera do clássico com o Botafogo.

    No jogo contra a Chapecoense, Luxemburgo não poderá contar com Cáceres, expulso contra o Botafogo, e Léo Moura, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Ele já não tem o zagueiro Samir, machucado. Léo, entregue à preparação física, pode estar à disposição para domingo.


    Flamengo vai manter preços mais baixos para confronto com o Sport

    Foram mais de 50 mil pessoas no Maracanã domingo para acompanhar o clássico com o Botafogo, sendo pouco mais de 43 mil pagantes. O resultado foi satisfatório para a diretoria do Flamengo, coroando a vitória por 1 a 0. Com isso, a decisão tomada para o próximo jogo no estádio, contra o Sport, dia 10, é de manter os preços mais baixos. A venda só começa na semana que vem depois do confronto com a Chapecoense, domingo, em Chapecó.

    Normalmente, o Flamengo cobra R$ 60 pelo ingresso de arquibancada nos setores Norte e Sul. No clássico, baixou para R$ 40. No Leste inferior, o preço usual já esteve em R$ 100, mas será vendido a R$ 60, repetindo o valor do clássico. No setores Leste e Oeste Superior, o ingresso também custará R$ 60. O Maracanã Mais ainda está será discutido com o Consórcio.

    Jogadores flamengo aplaudem torcida (Foto: André Durão / Globoesporte.com) 
    Jogadores do Flamengo aplaudem a torcida depois do clássico (Foto: André Durão / Globoesporte.com)
     
    - A promoção não é o único fator que leva o torcedor ao estádio. Tem a situação do time na tabela, a chegada do Luxemburgo e sua relação com o clube, as estreias de Canteros e Eduardo da Silva e o fato de não jogar desde 18 de maio no Maracanã. Mas vamos manter esses preços para o jogo com o Sport - afirmou o diretor de marketing do Flamengo, Bruno Spindel.

    A manutenção dos preços mais baixos foi também um pedido público do técnico Vanderlei Luxemburgo depois da vitória sobre o Botafogo. Na ocasião, ele exaltou o comportamento dos torcedores, que abraçaram o time em um momento de dificuldade. O resultado tirou o Flamengo da lanterna do Campeonato Brasileiro, mas não da zona de rebaixamento.

    - Estamos muito felizes com o público e o resultado do jogo. Queremos que a torcida continue nos apoiando. Também ficamos satisfeitos com o número de torcedores que foi ao jogo comprando na comodidade, via internet, carregando o seu cartão em casa e entrando no estádio sem a necessidade de troca. Esperamos que o programa volte a crescer com essa química. O time já fez as pazes com a vitória e agora torcemos para entrar em uma série melhor para coisas positivas surgirem - disse Bruno. 

    Houve relatos de problemas na entrada do sócio-torcedor utilizando o cartão. Muitos entraram apenas mostrando o objeto, já que a catraca não os reconhecia. Bruno lembrou que essa situação é algo também relativo ao trabalho do consórcio administrador do estádio, mas tratou a situação como uma situação normal, pois havia uma mudança de sistema para esse jogo.

    - A gente teve notícia disso, mas a operação do jogo em si foi boa. A torcida está interessada em construir um Flamengo mais forte, fazer parte disso. A gente espera que os benefícios que existem tragam esse torcedor para o programa - comentou Bruno.

    Em percentual e no total, o Flamengo também arrecadou mais contra o Botafogo do que no jogo com o São Paulo. No dia 18 de maio, recebeu 19.871 pagantes para uma renda bruta de R$ 968.230. Antes das penhoras, o valor destinado ao clube carioca foi de R$ 301.758,55, ou seja, 31,1%. No clássico, o valor total foi de R$ 1.499.250, com R$ 511.276,90 (34%) nas mãos do Flamengo.

    Imprensa italiana revela 'duelo' entre Besiktas e Flamengo por Robinho


    O sonho do Flamengo de contratar Robinho pode ser frustrado pelo Besiktas. O canal de TV "Sports Mediaset" afirma que o clube turco apresentou uma proposta de € 4 milhões (R$ 12 milhões) pelo brasileiro que já teria sido aceita pelo Milan. Desta forma, só restaria o "sim" do ex-santista para que o negócio seja concretizado, e Robinho tenha seu destino definido - o que pode ocorrer já nas próximas horas.

    Robinho Milan (Foto: Getty Images) 
    Robinho pode ter seu futuro definido nas próximas horas (Foto: Getty Images)

    Segundo a TV italiana, a proposta salarial do Besiktas é de € 3 milhões (R$ 9 milhões) líquidos anuais. O Milan estaria esperançoso com a conclusão do negócio, que poderia abrir novas possibilidades para o clube no mercado. O diretor geral Adriano Galliani pretende empregar os recursos da venda do brasileiro na contratação do meia Alessio Cerci, do Torino, ou do atacante Joel Campbell, do Arsenal.

    Além do Besiktas, Robinho já teve propostas de equipes do Catar e dos Emirados Árabes, sem contar o interesse do Orlando City, da MLS, que chegou a ser a grande possibilidade de destino para o jogador. A contratação do atacante pelo time dos EUA facilitaria a vida dos clube brasileiros, que poderiam contar com o jogador por empréstimo até o fim do ano, uma vez que a equipe de Orlando só estreia na liga norte-americana no ano que vem.

    No Brasil, Flamengo e Santos se mostraram os maiores interessados em Robinho. O Peixe se recusou a oferecer mais do que R$ 500 mil mensais para repatriar seu ídolo, enquanto o Flamengo tenta uma forma de arcar com o pagamento de R$ 900 mil mensais de salário - esse valor, inclusive, seria superior ao salário pago pelo Besiktas.
     
     
     

    Revelados por Luxemburgo no Flamengo ganham espaço em volta do treinador


     Quando passou pelo Flamengo entre 2010 e 2012, o técnico Vanderlei Luxemburgo promoveu alguns jogadores das categorias de base. Em sua volta ao clube há uma semana, reencontrou alguns deles. Luiz Antonio, Negueba e Muralha estavam no elenco, mas sequer brigavam por vaga no time titular. A situação parece ter mudado rapidamente.

    Luiz Antonio foi escalado logo na estreia de Luxemburgo, no triunfo por 1 a 0 diante do Botafogo. Ficou em campo os 90 minutos. Negueba foi a primeira substituição do treinador, escolhido para substituir Paulinho por volta dos 15 minutos do segundo tempo. Muralha não entrou em campo, mas Luxemburgo revelou ter pensado em colocar o jogador em campo para melhorar o meio-campo.

    - Ele (Canteros) sentiu a adaptação ao futebol brasileiro. Corri o risco ao colocá-lo em campo. Pensei em usar o Muralha, pois o jogo estava perigoso no meio-campo. Mas perdi dois jogadores sentindo desconforto (Paulinho e Éverton) - disse Luxemburgo depois do jogo.

    Este ano, Luiz Antonio havia atuado em 12 jogos como titular dos 37 disputados pelo Flamengo e em três como substituto. Ele iniciou a temporada depois dos outros jogadores por ter entrado com uma ação na Justiça pedindo a rescisão de seu contrato. Acabou entrando em acordo para voltar ao clube.

    Muralha disputou 19 jogos no ano, sendo 14 como titular, todos sob o comando de Jayme de Almeida. Com Luxemburgo, disputou 20 jogos entre 2011 e 2012, sendo quatro como titular, quando ainda tinha apenas 18 anos de idade. Com a suspensão de Cáceres, é candidato a uma vaga no time para o confronto com a Chapecoense, no domingo, em Santa Catarina. Já Negueba entrou em campo 21 vezes em 2014, sendo apenas sete desde o início.

    Além do trio, outro que teve suas maiores chances com Luxemburgo foi o goleiro Paulo Victor. Foi com o treinador que ele disputou seu primeiro jogo de competição, no dia 5 de dezembro de 2010, no empate em 0 a 0 com o Santos, pelo Campeonato Brasileiro. Ele também elogiou o goleiro e disse que a escolha foi opção técnica.


    No Maracanã, torcida do Flamengo canta versão de música argentina na Copa



    A volta do Campeonato Brasileiro ao Maracanã trouxe com ele mais novidades. A torcida do Flamengo criou a sua versão para a canção argentina "Décime que se siente" - que ficou famosa durante a Copa do Mundo, em provocação à seleção brasileira - e colocou em prática no clássico com o Botadogo, nesse domingo.

    Os rubro-negros já tinham ensaiado a nova música durante o treinamento realizado na Gávea no sábado. No jogo, foi nos 15 minutos de intervalo que a canção pegou. No fim do clássico, com a vitória por 1 a 0, passou a ser o hit do confronto.

    Além dessa música, a torcida do Flamengo também parodiou mais uma. Os mil gols de Pelé cantados durante a Copa em resposta aos argentinos viraram uma homenagem a Zico com ofensas ao Rei do Futebol e a Maradona.

    Jogadores flamengo aplaudem torcida (Foto: André Durão / Globoesporte.com) 
    Torcida do Flamengo faz a festa no clássico com o Botafogo no Maracanã (Foto: André Durão / Globoesporte.com)

    Confira a letra da versão do Flamengo para a canção argentina:

    Acima de tudo rubro-negro / Amor maior não tem igual / Eu juro que no pior momento / Vou te apoiar até o final / Dá-lhe, dá-lhe, Flamengo / Dá-lhe, dá-lhe, Flamengo / Rubro-Negro com muito orgulho e muito amor / No Maraca vou torcer / Arco-íris vai tremer / O Mundial vocês nunca vão ter.