Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 17 de agosto de 2013

Flamengo x São Paulo: mais de 30 mil ingressos vendidos


Torcida do Flamengo no Estádio Mané Garrincha (Foto: Fla Imagem)A partida entre Flamengo e São Paulo, neste domingo, no Estádio Mané Garrincha, promete ter casa cheia. Até o fechamento das bilheterias na noite deste sábado, foram vendidos 32 mil ingressos, segundo balanço do Rubro-Negro - mandante do jogo. As vendas continuam neste domingo, nas bilheterias do Mané Garrincha, das 10h às 16h, horário marcado para o início do jogo.

O confronto será válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Flamengo não perde há quatro jogos e ocupa a 11ª colocação. Já o São Paulo passa por uma crise e está na penúltima colocação, com apenas 10 pontos.

Os portões abrem às 13h, e apenas os setores serão numerados no ingresso. Os assentos não serão marcados.

PREÇOS
-Arquibancada Superior: R$100 (R$ 50 meia)
-Arquibancada Inferior: R$160 (R$ 80 meia)
-Arquibancada VIP Inteira: R$220 (R$ 110 meia)

PONTO DE VENDA
Neste domingo, apenas na bilheteria do Estádio Mané Garrincha, com pagamento em exclusivamente dinheiro.

Em rede social, ex-dirigente do Fla ironiza presidente do Flu: 'Chorão'



Ex-dirigente do Flamengo, Marcos Braz ironizou a emocionada entrevista concedida pelo presidente do Fluminense à Rádio Globo neste sábado. Peter Siemsen chegou a chorar ao comentar as dificuldades para conseguir um acordo com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional do Rio de Janeiro.

Por meio de sua conta no Twitter, Marcos Braz ironizou o choro e aproveitou para provocar o Botafogo.

- Presidente chorão do Fluminense, vai pagar direito autoral ao Botafogo. Lugar de chorar é na cama! Para ter CND tem que pagar e não chorar - afirmou.

Logo depois, ele adicionou:

- E esse presidente Bambi RJ. Chorão, lugar de chorar é na cama! Aliás, presidente, você vai ser processado pelo Botafogo. Direito de imagem!

No Flamengo, Marcos Braz já desempenhou as funções de diretor de futebol e vice-presidente de futebol.

Twitter Marcos Braz (Foto: Reprodução) 

Twitter de Marcos Braz (Foto: Reprodução)

Flamengo chega em Brasília


  local (Cahê Mota ) 

No quinto desembarque em menos de três meses, o Flamengo já não causa mais tanto alvoroço em Brasília. Em cenário similar ao que acontece no Rio de Janeiro, onde a população está habituada com a presença do Rubro-Negro, os jogadores chegaram sem despertar muito interesse na Capital Federal para partida contra o São Paulo, domingo, no Mané Garrincha. A delegação apareceu no saguão do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek no fim da tarde e foi assediada apenas por curiosos que passavam pelo local.

A situação é justificada pela presença frequente do clube em solo brasiliense. O duelo contra o Tricolor paulista será o sexto que o Fla mandará no Mané Garrincha. Até agora, o retrospecto é de invencibilidade, com duas vitórias e três empates. Normalmente o mais assediado nas viagens ao redor do Brasil, Léo Moura foi a baixa no grupo, por conta de um estiramento na coxa direita. O lateral está fora também dos confrontos com o Cruzeiro, quarta, em Belo Horizonte, pela Copa do Brasil, e Grêmio, no próximo sábado, novamente em Brasília, pelo Campeonato Brasileiro.

hernane flamengo desembarque brasília (Foto: Cahê Mota ) 
Hernane posa para foto com torecedor no aeroporto de Brasília (Foto: Cahê Mota )

Na ausência do capitão, Felipe foi o mais procurado para fotos e autógrafos, com destaque também para dupla recém-chegada: André Santos e Chicão. Já em campo, o substituto do lateral será Luiz Antonio, improvisado. A tendência é que o Flamengo entre em campo para encarar o São Paulo com Felipe, Luiz Antonio, Chicão, González e João Paulo; Cáceres, Elias, André Santos e Gabriel; Nixon e Hernane. Marcelo Moreno, que se lesionou há duas semanas em confronto com o Atlético-MG, no próprio Mané Garrincha, está liberado para atuar, mas fica no banco de reservas.

Ao contrário das últimas vezes, quando aproveitou a estadia no Distrito Federal para períodos de treinos, a passagem rubro-negra desta vez será de pouco mais de 24 horas. No domingo, logo após fim do jogo, o grupo já embarca de volta para o Rio de Janeiro e coloca as atenções no confronto com os cruzeirenses, pela Copa do Brasil.

Com 18 pontos, o Flamengo é o 11º colocado no Brasileirão, em situação bem mais confortável que o São Paulo, vice-lanterna, com 10. O duelo entre cariocas e paulistas está marcado para às 16h (de Brasília), e vale pela 15ª rodada da competição.


Caio Rangel marca, Flamengo bate corinthians e vai à semi da Copa do Brasil sub-17


Caio Rangel, herói do Flamengo no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil sub-17, foi protagonista mais uma vez e abriu o caminho da vitória rubro-negra sobre o Corinthians por 2 a 0, na partida de volta, no estádio Décio Vitta, em Americana (SP), neste sábado, garantindo a classificação para as semifinais da competição.

Com a vantagem de 1 a 0 obtida no primeiro jogo, o time carioca só precisava de um empate, mas conseguiu o resultado positivo nos minutos finais, aproveitando o desespero do adversário. O atacante Cafu, que entrou no segundo tempo, fechou o placar. Na semifinal, o Flamengo vai enfrentar a Ponte Preta, que também neste sábado venceu o Atlético-MG por 3 a 2 (3 a 1 no jogo de ida) e garantiu sua classificação.





Taça BH: iguais até nos nomes dos artilheiros, Flamengo e Galo empatam


Em partida muito equilibrada, válida pela segunda rodada da Taça BH, Flamengo e Atlético-MG empataram por 2 a 2, em Sete Lagoas. Mattheus e Igor Sartori marcaram os gols do Fla; Carlos e Matheus Nolasco fizeram os do Galo.


O resultado deixou as duas equipes com quatro pontos no Grupo B, mas o saldo do Galo é muito melhor (7 a 1).

Mattheus, filho de Bebeto, abriu o placar para o Flamengo. Ele é o artilheiro rubro-negro no torneio, com quatro gols. Detalhe: novamente ele marcou de cabeça, o terceiro feito desta forma. Ainda no primeiro tempo e também numa testada, Carlos empatou.

Na etapa final, em contra-ataque muito veloz do Flamengo, Igor Sartori, filho de Alcindo, também ex-jogador do Fla, aproveitou-se de falha do goleiro adversário e recolocou seu time na frente. Nos minutos finais, porém, o xará da principal estrela rubro-negra Matheus Nolasco aproveitou rebote na área e deixou tudo igual.

Apesar do gol sofrido no fim do jogo, Igor Sartori fez questão de comemorar o resultado.

- É claro que o nosso objetivo era vencer o jogo até para alcançar a liderança do nosso grupo, mas não podemos lamentar tanto esse empate já que o time do Atlético-MG é de grande qualidade. Fico feliz por marcar pela primeira vez na competição e espero também ajudar o time na próxima rodada.

Na segunda-feira, Flamengo e Galo voltam a jogar em Sete Lagoas. Às 15h30m, os cariocas enfrentam o Funorte. Às 19h, os mineiros encaram o Londrina.
.


Sob olhares de Wallim, Fla faz último treino antes de viagem à Brasília


Marcelo Moreno - Treino do Flamengo (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)O Flamengo fez na manhã deste sábado, no CT Ninho do Urubu, em Vargem Grande, o último treino antes do jogo contra o São Paulo, que acontece neste domingo, às 16h, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A atividade contou com a presença do vice-presidente de futebol Wallim Vasconcellos, que esteve atento às movimentações dos jogadores em campo ao lado de seus dois filhos.

As atividades duraram cerca de duas horas e foram divididas em três partes. A primeira foi um treinamento físico, que serviu de aquecimento para os jogadores. Depois, o elenco do Flamengo fez um animado recreativo, com o time de colete vencendo por 4 a 2 (gols de Chicão, Carlos Eduardo, João Paulo e Marcelo Moreno para os vencedores e Nixon e Wallace para os perdedores).

Na terceira e última parte do treinamento deste sábado, o técnico Mano Menezes promoveu um treino técnico de finalização com Adryan, Chicão, André Santos, Gabriel, Fernando e João Paulo. Os jogadores treinaram cobranças de falta ensaiada com barreira e pênaltis. O melhor aproveitamento deste momento foi do zagueiro Chicão, que na estreia diante do Goiás, na última quarta-feira, fez um gol de falta que deu o empate ao Rubro-Negro.

Ainda em recuperação, o lateral-direito Léo Moura e o lateral-esquerdo Ramon não participaram das atividades. Os jogadores do Flamengo viajam na tarde deste sábado para Brasília, local da partida deste domingo contra o São Paulo, pela décima quinta rodada do Campeonato Brasileiro.


Mano pede trabalho coletivo para Elias estender fama de carrasco



Elias treino Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)
A boa fase atual por si só já faz com que qualquer adversário tenha preocupação especial com Elias. O São Paulo, então, tem motivo de sobra para se precaver mais ainda quando bate de frente com o camisa 8 do Flamengo. Em sete confrontos, o volante venceu seis e empatou apenas um com o Tricolor paulista. Mais do que isso: marcou cinco gols. O reencontro está marcado para domingo, às 16h (de Brasília), no Mané Garrincha, pela 15ª rodada do Brasileirão.

Em muitas destas partidas, Elias teve Mano Menezes como comandante no banco de reservas. Foi o atual treinador que transformou o volante recém-chegado da Ponte Preta em um dos principais nomes do Corinthians e, por tabela, carrasco do São Paulo. São lembranças boas, mas que ficam no passado, como faz questão de frisar o treinador. Para ele, nada do que foi vivido no Parque São Jorge ajudará o Flamengo a conquistar os três pontos em Brasília.

- O Elias vem realmente sendo o jogador mais constante desde que cheguei. Recuperou a condição de quando jogava no Corinthians comigo, e o Flamengo cresceu como equipe. Assim, as individualidades começam a sair. O retrospecto é construído, mas quem vive de passado é museu. Precisamos construir um bom jogo para que depois o Elias coloque mais um em sua conta. Ele não vai construir sozinho. Precisamos repetir o que fizemos com o Fluminense, marcar forte o São Paulo.

E se um passado distante não comove Mano, o que tem acontecido recentemente também não. Há 11 partidas sem vencer no Brasileirão, o São Paulo entre em campo na zona de rebaixamento e em crise. Fatos que são deixados completamente de lado pelo comandante rubro-negro.

- O que vai valer é a realidade de agora. Uma partida retrata o momento que as duas equipes atravessam. Você pode perfeitamente sair de um jogo mal jogado e fazer um grande jogo quando se tem qualidade. E o São Paulo tem. Não vão ser os exemplos do passado que serão determinantes para vencermos, vai ser o que fizermos. Certamente dos dois lados há muitos jogadores que já enfrentaram o adversário e já ganharam e perderam. Não há fórmula para isso.

Com Elias embalado e os são-paulinos precisando da volta por cima, Flamengo e São Paulo se enfrentam no domingo, às 16h (de Brasília), no Mané Garrincha, pela 15ª rodada do Brasileirão.

Header Transmissão - Globo para Vários - PFC 1 (Foto: Editoria de Arte)


Lesionados, pendurados e suspensos para a 15ª rodada do Brasileirão

 

Confira abaixo a lista completa com os lesionados e suspensos da rodada#15:

Info - Suspensos e Lesionados 16/08 (Foto: Editoria de Arte)
 

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Geoffrey Mutai chega ao Rio com a camisa do Flamengo: 'Sou um fã'


Geoffrey Mutai (Foto: Divulgação)
Dono do melhor tempo do mundo em maratonas, com 2h03min02s, o queniano Geoffrey Mutai chegou ao Brasil e em São Paulo, durante coletiva, na primeira oportunidade que teve, já tratou logo de se declarar fã do Flamengo. Nesta sexta-feira, o atleta desembarcou na Cidade Maravilhosa para a Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro, que acontece no domingo, e mostrou mais uma vez o seu amor pelo Rubro-negro. Mutai chegou à cidade vestido com a camisa do Flamengo, com seu nome nas costas.

- No Quênia não são transmitidos jogos de times do Brasil, por isso não assisto tanto quanto aos jogos do Arsenal, do qual também sou fã. Mas, mesmo assim, gosto do futebol brasileiro, principalmente do Flamengo - disse o atleta.

A Meia Maratona Internacional do Rio terá como cenário a orla carioca. Cerca de 20 mil atletas, profissionais e amadores, brasileiros e estrangeiros, participarão do evento. A primeira largada será às 8h30, com a categoria Cadeirante, na Praia de São Conrado, com chegada no Aterro do Flamengo. Mutai consagrou-se o mais rápido do mundo ao vencer a Maratona de Boston em 2011 com a melhor marca da história, de 2h03min02s. Além disso, o corredor é líder do ranking mundial de maratonas (2012), com a vitória de 2h04min15s, em Berlim.

Invicto há quatro jogos, Flamengo celebra estabilidade e tenta olhar para cima


Mano Menezes Técnico Flamengo (Foto: Richard Souza) A pancada sofrida contra o Bahia foi forte. O 3 a 0, na Fonte Nova, pegou muito rubro-negro de surpresa e fez até mesmo com que Mano Menezes mudasse a forma de atuar da equipe. O 4-4-2, com dois volantes e dois meias, deu lugar a um esquema com três volantes (o treinador vê André Santos como volante em uma pirâmide invertida), e o Flamengo cresceu. De lá para cá, foram quatro jogos: duas boas vitórias contra Atlético-MG e Fluminense, e dois empates contra Portuguesa e Goiás. A 11ª colocação no Brasileirão ainda não é a dos sonhos, mas o caminho percorrido até ela já faz com que muita gente na clube acredite que é possível chegar mais longe.

Com 18 pontos, o Flamengo está no meio do caminho entre a zona de rebaixamento – onde esteve após a goleada em Salvador – e o G-4. Tem quatro a mais que o Criciúma, primeiro no grupo da degola, e quatro a menos que o Grêmio, lá na parte de cima. A pontuação, no entanto, não é bem o que faz o otimismo crescer, mesmo que em doses pequenas. Para Mano Menezes, o mais importante é a estabilidade que a equipe tem demonstrado nos últimos jogos.

- O bom é sair da condição (ruim na tabela), estabilizar, ver que estamos firmes, e poder subir mais um pouco. Não adianta ir na ânsia de querer subir e ficar instável, voltar. Já atingimos essa estabilidade. Já conseguimos fazer boas atuações contra adversários de níveis diferentes. E temos que manter. Daqui para melhor. Não traço meta de pontuação. Isso não dá muito certo, só contamos quando vencemos (risos).

A parte do “se manter” o Flamengo tem conseguido com a alternância de vitórias e empates das últimas rodadas. Já o “daqui para melhor” depende de uma sequência de vitórias, o que tem sido a maior carência. Neste Brasileirão, a equipe ainda não superou dois adversários de forma consecutiva. Mano acredita que isso tem duas explicações: a necessidade de uma evolução ainda maior e o equilíbrio da competição.

- Ainda falta um pouquinho para essa sequência que não conseguimos. Falta algo, mas se olharmos para o campeonato como um todo, só quatro times venceram na rodada. Isso mostra o nível, o equilíbrio. Temos que ter tranquilidade e saber interpretar as dificuldades de cada jogo. Não pode achar que não está bem, quando não é assim mesmo. Não somos o melhor time, não somos imbatíveis.

Até o fim do primeiro turno, o Flamengo tem mais cinco compromissos e, se quiser realmente sonhar com o G-4, embalar é fundamental: São Paulo, Grêmio, Corinthians, Cruzeiro e Vitória. Neste período, há ainda outros dois duelos com o time mineiro pelas oitavas de final da Copa do Brasil.



Mano ignora crise no Morumbi: ‘Não podemos esperar facilidade’



Mano Menezes treino Flamengo (Foto: Jorge William / Ag. O Globo)
Chicão já tinha dado a deixa, e Mano Menezes reforçou: no vestiário do Flamengo, a crise do São Paulo é assunto proibido. Adversário de domingo, no Mané Garrincha, em Brasília, o Tricolor paulista vive seu pior momento na história do Brasileirão e não vence há 11 rodadas. O Rubro-Negro não quer ficar marcado como o time responsável por esse renascimento e a estratégia para aumentar a série negativa do time do Morumbi é acompanhada por um discurso de humildade e respeito.

Velho conhecido dos são-paulinos, Mano Menezes sabe que a confiança em excesso pode pesar contra o Flamengo e faz questão de ressaltar a grandiosidade do adversário. Indiferente ao que acontece do outro lado, o técnico garante estar preocupado somente em fazer com que sua equipe mantenha o nível apresentado contra Fluminense e Goiás.

- Para nós, é igual. Não levamos muito em consideração o que está acontecendo do outro lado para traçar uma maneira de jogar. Sempre penso que grandes equipes sempre têm poder de recuperação. Podem atravessar momentos difíceis, nós recentemente passamos por um parecido e estamos saindo. A única coisa que não podemos esperar é facilidade. Sabemos que se pensarmos assim, estaremos mais perto de um insucesso do que atingir o objetivo de vencer o jogo. Todo jogo no Brasileirão tem um grau de dificuldade grande, independentemente da posição na tabela. Até mesmo contra equipes com estrutura muito menor do que a do São Paulo.

Sem Léo Moura pelos próximos três jogos, Mano Menezes optou por improvisar Luiz Antonio na lateral direita. O treinador explicou o motivo de não escolher um especialista da posição – Digão – e lamentou a ausência de seu capitão.

- Perdemos um jogador especialista da posição. O Luiz já jogou vários jogos como lateral e, em função disso, foi o escolhido. Já tem uma experiência em termos de maturidade, e penso que para o Digão é um pouco cedo. O Luiz Antonio não vai apoiar tanto quanto o Léo, mas ele tem na força física uma probabilidade de fazer bem a função. A equipe precisa apoiá-lo.

O comandante rubro-negro analisou ainda a permanência de Hernane entre os titulares, mesmo com o retorno de Marcelo Moreno. Garantindo que jamais vai comparar um atacante em perfeitas condições físicas com outro que está voltando de lesão, Mano deixou claro que só voltará a escalar o boliviano de início quando o mesmo estiver 100%.

- (Moreno) Vai readquirir ritmo, confiança, e os primeiros momentos depois de uma lesão são de incerteza mesmo. Aos poucos, ele vai recuperar.

Por fim, Mano falou sobre a formação de defesa e deixou no ar a dúvida entre González e Wallace como companheiro de Chicão. Titular no coletivo desta sexta, no Ninho do Urubu, o chileno é favorito.

- Não acho que se perca velocidade entre Wallace e Chicão, que é muito rápido. Perde-se um pouco de estatura e vou decidir do outro lado (esquerdo da defesa). González jogava pela esquerda, coloquei o Wallace ali e ele é destro. Perdemos um pouco de saída de bola, mas são decisões que temos que tomar. Vou tomar essa decisão mais próximo do jogo. Fiz o treinamento com o González por ter sido a primeira vez que pude vê-lo com o Chicão. Depois, vamos tomar uma decisão.

Flamengo e São Paulo se enfrentam domingo, às 16h (de Brasília), no Mané Garrincha, pela 15ª rodada do Brasileirão. Com 18 pontos, o Rubro-Negro é o 11º colocado, enquanto o time paulista, com 10, é apenas o penúltimo.

Header Transmissão - Globo para Vários / PFC 1 (Foto: Editoria de Arte)


Flamengo x São Paulo: 19 mil ingressos já foram vendidos

 
Até às 16h desta sexta-feira, 19 mil ingressos foram vendidos para o jogo entre Flamengo e São Paulo, que acontece neste domingo, às 16h, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Há mais de 46 mil entradas disponíveis para venda em todos os postos credenciados, além da internet.

O Flamengo recomenda que os torcedores que adquiriram os ingressos pela internet se antecipem e busquem as entradas o quanto antes na bilheteria do Estádio Mané Garrincha para evitar filas. No domingo, os portões abrem às 13h, e apenas os setores serão numerados no ingresso. Os assentos não serão marcados.

Sócios-torcedores do Flamengo têm 50% de desconto e podem acumular os benefícios para pagar apenas metade da meia-entrada, que é válida para maiores de 60 anos, menores de 21 anos, estudantes, professores, funcionários públicos, doadores de sangue, policiais, portadores de necessidades especiais e acompanhantes.

 Confira abaixo o serviço da partida:

 PREÇOS
Arquibancada Superior: R$100 (R$ 50 meia)
Arquibancada Inferior: R$160 (R$ 80 meia)
Arquibancada VIP: R$220 (R$ 110 meia)

POSTOS DE VENDA
Estádio Mané Garrincha (Bilheteria do estádio)
15/08/2013 a 17/08/2013 – 10h às 18h (Domingo até o início da partida)

Loja Grandes Torcidas – CLS 308 Bloco A – Asa Sul
15/08/2013 a 17/08/2013 – 10h às 17h (sábado até às 14h)

Loja Action Sports – CLS 309 Bloco C Loja 11 – Asa Sul
15/08/2013 a 17/08/2013 – 10h às 17h (sábado até às 14h)

Loja do Torcedor – QSA 24 Lote 12 Lj 04 – Taguatinga Sul
15/08/2013 a 17/08/2013 – 10h às 17h (sábado até às 14h)

Futebol Arte – QS 06 Conjunto 03 Loja 41 – Riacho Fundo 1
15/08/2013 a 17/08/2013 – 10h às 17h (sábado até às 14h)

Mengomania – CLS 308 BL D Loja 30 – Asa Sul
15/08/2013 a 17/08/2013 – 10h às 17h (sábado até às 14h)

Mengomania – CLN 107 BL A LOJA 21 – Asa Norte
15/08/2013 a 17/08/2013 – 10h às 17h (sábado até às 14h)

Mengomania – QNA 17 Lote 7 Loja 2, Comercial Norte – Taguatinga
15/08/2013 a 17/08/2013 – 10h às 17h (sábado até às 14h)

Pirma – Lojas 513 Sul
15/08/2013 a 17/08/2013 – 10h às 17h (sábado até às 14h)

Pirma – Loja Shopping Metropole
15/08/2013 a 17/08/2013 – 10h às 17h (sábado até às 14h)

RETIRADA DE INGRESSOS
Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha
Quarta a sábado das 10h às 17h


Mano escala o Flamengo com Luiz Antonio, González e Hernane

Um Flamengo sem mistérios para encarar o São Paulo, domingo, em Brasília. Em coletivo realizado no Ninho do Urubu, nesta sexta-feira, o Mano Menezes escalou Marcos González, que voltou da seleção chilena, ao lado de Chicão na defesa, com a saída de Wallace. Já Luiz Antonio foi improvisado na vaga de Léo Moura, na lateral direita. Marcelo Moreno, que está à disposição após duas semanas, ficará no banco de reservas, com Hernane mantido na equipe.

Gonzalez Flamengo treino (Foto: Cahê Mota) 
Marcos González volta ao time titular ao lado de Chicão (Foto: Cahê Mota)
 
A atividade durou cerca de 30 minutos e teve vitória dos titulares por 1 a 0, gol contra de Renato Santos. Mano Menezes paralisou bastante a atividade para correção de posicionamento e logo no início deu uma chamada em João Paulo por suas ações defensivas. Facilmente batido pela dupla Tartá e Victor no empate com o Goiás, o lateral-esquerdo começou mal o coletivo e recebeu a atenção do treinador.

Das alterações, a maior novidade foi a escolha por Luiz Antonio para substituir Léo Moura, fora com lesão na coxa. Após algumas partidas como titular no meio-campo, o volante voltou para o banco contra o Goiás e, mesmo fora de posição, levou a melhor na disputa com o jovem Digão. Há alguns meses, porém, ainda sobre o comando de Jorginho, Luiz tinha demonstrado o interesse em brigar por uma vaga no meio e não mais na lateral. Já a volta de Moreno como reserva era esperada pelo longo período em que ficou sem atuar.

Na defesa, a permanência de Chicão também já tinha sido assegurada por Mano Menezes, e González levou a melhor na disputa com Wallace, com quem vinha jogando desde a chegada do treinador. O Flamengo deve entrar em campo para encarar o São Paulo com Felipe, Luiz Antonio, Chicão, González e João Paulo; Cáceres, Elias, André Santos e Gabriel; Nixon e Hernane.

O duelo entre cariocas e paulistas acontece domingo, às 16h (de Brasília), no Mané Garrincha, pela 15ª rodada do Brasileirão. Com 18 pontos, o Rubro-Negro é o 11ª colocado, enquanto o São Paulo, com apenas 10, é o vice-lanterna.

Léo Moura desfalca o Flamengo, no mínimo, pelos próximos três jogos

 
ausência
grave (Richard Souza)
Léo Moura desfalcará o Flamengo contra São Paulo, Cruzeiro e Grêmio, no mínimo. O lateral-direito teve diagnosticado um estiramento na parte posterior da coxa direita - lesão sofrida no empate com o Goiás, quarta-feira - e já deu início ao trabalho intensivo de fisioterapia. O departamento médico rubro-negro preferiu não fazer previsão sobre o retorno do capitão aos gramados e fará uma reavaliação na segunda-feira, dia 26.


Chefe do departamento médico do clube, José Luiz Runco atendeu a imprensa para falar do caso e fez questão de não especificar o grau da lesão. De acordo com o médico, tal detalhamento é indiferente para a recuperação do jogador, o que depende muito da evolução pessoal. O problema de Léo Moura, por exemplo, é similar ao de Marcelo Moreno, que ficou duas semanas afastado e está à disposição para partida contra o São Paulo, domingo.

- Não definimos tempo, porque cada um reage de uma maneira. Vai ter que ter um pouquinho de paciência em termos de recuperação e vamos tentar, dentro do possível, colocá-lo (de volta em campo) mais rápido, como fizemos com o Moreno. A lesão não é simples, é maior. Mas a do Moreno também era maior e ele já voltou.

Runco admite que a idade avançada do lateral - 34 anos - é um fator complicador na recuperação. Entretanto, foi só elogios à postura de Léo Moura.

- Evidentemente, é uma situação que pode piorar um pouquinho por conta da idade, mas ele se cuida muito e vai se dedicar intensamente a fisioterapia.

Sem Léo Moura, Mano Menezes tem o jovem Digão como reserva para lateral direita ou então pode improvisar Luiz Antonio no setor. Contra o São Paulo, domingo, o mais provável é que a segunda opção seja a escolhida.


Com pedido de Hernane como titular, presidente do Flamengo fala com os sócios



SÓCIOS FLAMENGO (Foto: Reprodução / Instagram) O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, se encontrou na manhã desta sexta-feira com sócios, na Gávea, para esclarecer dúvidas em relação ao clube. O vice-presidente de administração, Cláudio Pracownik, e o vice jurídico, Flávio Willeman, também participaram do encontro. Preocupados com o futuro do time no Campeonato Brasileiro, os rubro-negros abriram o debate com perguntas sobre o risco de rebaixamento na competição - o time está na 11ª posição, com 18 pontos. Bandeira de Mello disse que confia no trabalho de Mano Menezes e no elenco. Um dos sócios chegou a pedir a titularidade de Hernane.

Outro ponto que entrou em questão foi o acordo com o Consórcio AS, gestor do Maracanã. Alguns chegaram a falar que não vão mais ao estádio enquanto o estádio for administrado pelas empresas privadas atuais. O vice jurídico, Flávio Willeman, lembrou que “para que o Maracanã se mantenha, precisa do Flamengo”. Já o presidente deixou claro que o estádio é prioridade, mas também ressaltou que ele só existe com o Fla.

Chamou a atenção também como anda a parceria com a Adidas, fornecedora de material esportivo. O presidente usou o tom mais descontraído para falar do assunto. Bandeira de Mello disse que a empresa não lembrava da grandeza do clube e da sua torcida - a Adidas também foi fornecedoras de material na década de 80, na conquista de grandes títulos, como o Mundial.


Mano vê Flamengo com mais autoridade contra rivais de menor expressão


Mano Menezes Flamengo x Goiás (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem)
A vitória contundente no Fla-Flu da 13ª rodada do Brasileirão deu a Mano Menezes a certeza de que o Flamengo está pronto para enfrentar adversários de peso, os mais tradicionais, em jogos em que a responsabilidade de buscar o resultado fica dividida. O técnico identificou que a equipe está mais à vontade contra equipes consideradas grandes. Agora, Mano tenta fazer com que o Rubro-Negro tenha superioridade sobre rivais de menor expressão, que se fecham contra o time dele. No empate por 1 a 1 com o Goiás, na quarta-feira, no Serra Dourada, pela 14ª rodada, o treinador identificou um Flamengo mais forte e consistente e que tomava a iniciativa.

- Me agradou. A equipe teve mais consciência de como queria construir jogadas, só que às vezes o adversário tem méritos para evitá-las. Estamos mais maduros e com mais opções. Ainda estamos errando individualmente no acabamento das jogadas, na penúltima bola, na penúltima decisão. Mas a equipe está encontrando caminhos.

Mano gostou do poder de criação do time dele na partida contra o Esmeraldino. Só lamentou o fato de a equipe não ter aproveitado as oportunidades.

- Criamos o suficiente para vencer o jogo. As últimas duas ou três bolas que chegaram ao Hernane nós precisávamos ter definido. Mas faz parte do jogo.

Sob o comando do treinador, o Flamengo disputou nove partidas no Brasileirão. Foram quatro empates (Goiás, Portuguesa, Botafogo e Coritiba), três vitórias (Vasco, Atlético-MG e Fluminense) e duas derrotas (Bahia e Inter).

No próximo domingo, a equipe enfrenta o São Paulo, no Mané Garrincha, em Brasília. Com 18 pontos, o Rubro-Negro está em 11º lugar, com 18 pontos.

Chicão ignora momento e repete discurso sobre São Paulo: 'Respeito'


Chicão Flamengo (Foto: Cahê Mota)
Respeito nunca é demais. Esse é o conselho de Chicão para o Flamengo que entra em campo domingo, no Mané Garrincha, em Brasília, para enfrentar o São Paulo. Para o zagueiro, pouco importa se o rival está em crise e há 11 partidas sem vencer no Brasileirão. Pouco importa se ele está na zona de rebaixamento. Pouco importa qualquer fator extracampo, na verdade. Com a experiência de quem se acostumou a enfrentar o Tricolor paulista nos últimos anos, o ex-corintiano não tem dúvidas: o Rubro-Negro terá um compromisso complicado pela frente.

Somente nos últimos 45 dias, Chicão encarou o São Paulo por três oportunidades: duas pela Recopa Sul-Americana e uma pelo Brasileirão. O empate e as duas vitórias a favor do Corinthians colaboraram muito para que o clima esquentasse no Morumbi. O zagueiro, ainda assim, mantém o discurso que prevê dificuldade.

- É difícil. Independentemente da situação, o São Paulo é sempre complicado. Nesses jogos, a equipe cresce, se supera, e é importante estar preparado para tudo. Fizemos quatro pontos fora de casa. Agora, jogando em casa, temos que respeitar o adversário e vencer.

Dores nas costas afastaram Luis Fabiano da partida contra o Atlético-PR. Para o jogo com o Flamengo, o Fabuloso será reavaliado, e Chicão repete o discurso precavido e de respeito ao analisar os riscos do ataque são-paulino.

- Já joguei algumas vezes contra o Aloísio e o Luis Fabiano. São jogadores de qualidade e é preciso respeitar. Em uma bola, eles podem decidir o jogo. Temos que ter cuidado, não importa a situação.

Confirmado por Mano Menezes como titular diante do São Paulo, Chicão foi questionado sobre a preferência por um companheiro de zaga. Contra o Goiás, Wallace foi o titular, mas Marcos González está novamente à disposição após defender a seleção chilena contra o Iraque. O camisa 3 respondeu em tom político.

- Atuei algumas vezes com o Wallace e nenhuma com o González, mas quem decide é o treinador. Quem entrar, vai dar o melhor em campo.

Por fim, o zagueiro elogiou o elenco do Flamengo. Há uma semana no clube, Chicão aponta qualidade e pede que o time faça da posse de bola uma marca para evitar riscos.

- É um grupo com qualidade, jovem, e nós estamos tentando ajudar com a experiência. Temos que ficar o máximo de tempo com a bola, para precisarmos correr menos e competir bastante quando estivermos sem a bola. É difícil recuperar tanto. É importante mantê-la conosco para dificultar para o adversário.

Com 18 pontos, o Flamengo é o 11º colocado no Brasileirão, e encara o São Paulo, domingo, às 16h (de Brasília), no Mané Garrincha, pela 15ª rodada do Brasileirão. O elenco segue para capital federal no sábado.


Taça BH de Futebol Júnior 2013

A Taça BH de Futebol Júnior conta com 36 equipes, divididas em seis grupos de seis. Apenas os dois primeiros de cada chave, além dos quatro melhores terceiros colocados avançam às oitavas de final da competição.

Veja todos os resultados desta quinta-feira

Chave Confronto        
A Cruzeiro-MG 3 x 0 Santa Cruz-MG
A Villa Nova-MG 3 x 0 Serra Macaense-RJ
A Sport-PE 0 x 1 Corinthians-SP
B Atlético-MG 7 x 0 Funorte-MG
B Araxá-MG 1 x 3 Londrina-PR
B Grêmio Osasco-SP 2 x 3 Flamengo-RJ
C Contagem-MG 0 x 2 Grêmio-RS
C Guarani-SP 2 x 1 Ricanato-TO
C América-MG 1 x 1 Ponte Preta-SP
D América TO 2 x 1 Desportivo Minas-MG
D Goiás-GO 2 x 1 vasco-RJ
D Curvelo-MG 0 x 1 Santos-SP
E Seleção de Ouro Preto-MG 1 x 8 Internacional-RS
E Seleção de Mariana-MG 1 x 5 Guaicurus-MS
E Vitória-BA 2 x 1 Fluminense-RJ
F Botafogo-RJ 0 x 4 Criciúma-SC
F Coritiba-PR 3 x 0 Tupi-MG
F Manhuaçu-MG 4 x 4 Bahia-BA

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Agora é com ele: sem Renato, Chicão vira o homem da bola parada no Flamengo



Mais do que apenas um gol. Ao ver o chute perfeito da entrada da área tocar no travessão e balançar a rede de Renan, Chicão não estava somente empatando a partida com o Goiás para o Flamengo, quarta-feira, no Serra Dourada, pelo Brasileirão. Ali, o zagueiro assumia também o posto de novo cobrador de faltas da equipe. Condição que não ficou vaga por muito tempo, mas que desde a saída de Renato Abreu se transformou em um ponto de interrogação na Gávea.


Chicão Flamengo (Foto: Cahê Mota) 
Chicão assume a responsabilidade nas cobranças de falta no Flamengo (Foto: Cahê Mota)

Artilheiro do Flamengo na década, o antigo camisa 11 marcou 25 gols de falta pelo clube. Somente este ano, foram três. E desde os dois últimos, na vitória sobre o Campinense, na Paraíba, pela Copa do Brasil, no dia 1 de maio, a carência na equipe estava evidente. Eram 17 partidas sem balançar as redes desta maneira - 12 desde que Renato deixou o clube. Chicão mostrou que pode resolver o problema e promete se dedicar para cumprir as expectativas.

- Tenho que trabalhar no dia a dia, procurar fazer o meu papel, para estar pronto nas oportunidades. É preciso criar alternativas, procurar surpreender o adversário e fazer os gols. Contra o Goiás, estava bastante concentrado e procurei observar o goleiro. Vi que ele não estava vendo a bola e era importante que ela passasse da barreira. Estava muito próximo, não adiantava colocar força, porque a bola tem que subir e cair.

Estatísticas apontam que nove dos 43 gols marcados pelo zagueiro na carreira saíram de cobranças de falta. Apesar de não ter a resposta com exatidão, Chicão garante que já fez mais e lembra quando descobriu que tinha esse dom.

- Comecei a treinar no Juventude (2005-2006), com o Dorival (Jr.). Nunca me inspirei em ninguém. Olho grandes batedores, muitos com vários gols bonitos, mas procurei sempre fazer o meu trabalho.

Atualmente, a intensidade nos treinamentos não é tão grande. Com o calendário apertado e a idade de 32 anos, Chicão admite que muitas vezes o descanso é a melhor opção. Quando há brecha, porém, ele se dedica a trabalhos específicos.

- O tempo de recuperação do atleta hoje em dia é muito pequeno. Já temos outro jogo no domingo. Procuro treinar sempre que tenho oportunidade, quando não estou cansado. Até para não ficar desgastado.

A junção de cobranças de faltas com o Flamengo leva naturalmente a associação ao nome de Zico. Chicão, por sua vez, não aceita tamanha responsabilidade.

- Não, não. Não vamos comparar com ele - disse, aos risos.

No período entre a saída de Renato Abreu e a chegada de Chicão, João Paulo tentou assumir o posto de homem das bolas paradas, mas nunca sequer assustou os goleiros adversários. Além do zagueiro, André Santos também surge como possível cobrador atualmente.


Santos encaminha acerto, e Renato pode ser 1ª contratação da Era Zinho



Renato abreu flamengo entrevista (Foto: André Durão / Globoesporte.com) O Santos está próximo de contratar o meia Renato Abreu, ex-Flamengo e Corinthians.  O acerto entre as partes está sendo finalizado. O atleta já vinha sendo analisado pela diretoria alvinegra e ganhou o aval de Zinho, novo gerente de futebol do clube. A dupla trabalhou junta no Rubro-Negro no ano passado.

Com 35 anos, Renato é canhoto e joga tanto de meia como de volante. Como disputou menos de sete partidas no Campeonato Brasileiro com a camisa do Flamengo, poderá ser inscrito na competição pelo Peixe.

Na semana passada, o jogador conseguiu uma liminar para se desvincular do clube carioca e negociar com outras equipes. Renato foi demitido via site oficial no dia 17 de junho. No início de julho, o departamento de futebol ordenou que o jogador voltasse a treinar separadamente, mas ele se negou. O atleta cobra uma dívida pelo seu contrato, que iria até o final do ano - o Flamengo propôs pagar R$ 500 mil, acordo que também foi recusado pelo meio-campista.

A reportagem do GLOBOESPORTE.COM tentou entrar em contato com os dirigentes do Santos, mas eles não atenderam nem retornaram os telefonemas.


Ronaldinho fala sobre período no Flamengo e Zinho


ronaldinhoFeliz e de bem com a vida, Ronaldinho não falou apenas de mulheres e festinhas em entrevista à revista Playboy. O meia do Atlético-MG também conversou sobre o período em que atuou pelo Flamengo.

O jogador explicou que gostou e se divertiu no clube carioca:
“O Flamengo foi maravilhoso. Foi o único clube no qual eu consegui ficar sete meses sem perder um jogo em toda a minha carreira. E quando o Flamengo está ganhando, aquela torcida ali é fora do normal. Eu nunca tinha vivido o que vivi ali, fui muito feliz”.

A publicação também quis saber o que ele achou da declaração de Zinho, então diretor de futebol, que após a saída do jogador disse que a bagunça iria terminar:
“Pô, eu fiquei feliz quando ele falou isso. Eu pensei: “Pô, agora eles vão pagar todo mundo, acabou a bagunça…” [Risos.] Porra, eu fiquei feliz com essa declaração dele”, afirmou.

O craque também explicou que o dinheiro nunca foi sua motivação:
“Desde o começo, minha motivação nunca foi ganhar dinheiro. Hoje eu volto a ser criança, meu objetivo é me divertir”.

Em situações opostas, Léo Moura e Moreno são dúvidas para domingo


A primeira impressão foi boa, mas o Flamengo ainda aguarda exames médicos para ter a exata noção da lesão sofrida por Léo Moura no empate por 1 a 1 com o Goiás, pela 14ª rodada do Brasileirão. Em reavaliação feita pelo departamento médico nesta quinta-feira, o lateral-direito demonstrou melhora significativa. Entretanto, somente uma ressonância magnética a ser realizada na coxa direita, nesta sexta-feira, determinará o tempo de recuperação. As chances de jogar contra o São Paulo, domingo, em Brasília, são pequenas. Já Marcelo Moreno deve ficar à disposição novamente.

Marcelo Moreno Treino Flamengo  (Foto: Cahê Mota) 
O atacante Marcelo Moreno participa de treino físico no Ninho do Urubu (Foto: Cahê Mota)

O atacante treinou de chuteiras pela primeira vez desde que sofreu a lesão, também na coxa direita, na vitória sobre o Atlético-MG, há 11 dias. Apesar de participar da roda de bobo de aquecimento com o restante dos companheiros, o boliviano fez um trabalho específico com a preparação física e será colocado à prova no treino de sexta, para saber suas reais condições de jogo. Mesmo que seja liberado, a tendência é que fique no banco diante do São Paulo.

A atividade realizada no campo 1 do centro de treinamento contou apenas com os jogadores que não iniciaram a partida contra o Goiás. Sob a orientação do auxiliar Sidnei Lobo, e a observação de Mano Menezes, o grupo fez um treinamento técnico que durou cerca de uma hora. Ramon foi a ausência, pois se recupera de dores na coxa.

Com 18 pontos, o Flamengo é o 11º colocado no Brasileirão e encara o São Paulo, domingo, às 16h (de Brasília), no Mané Garrincha, pela 15ª rodada. O elenco rubro-negro segue para capital federal somente no sábado.


Mattheus faz três gols, e Flamengo vence Grêmio Osasco na estreia da Taça BH


Estrela do time de juniores do Flamengo, Mattheus não decepcionou. Na tarde desta quinta-feira, o meia-atacante, filho do ex-jogador Bebeto, marcou os três gols do triunfo rubro-negro por 3 a 2 diante do Grêmio Osasco, pela primeira rodada da Taça BH de Futebol Júnior. A partida foi realizada no campo da Uni-BH, em Belo Horizonte, pelo Grupo B da competição.

O Flamengo saiu atrás do marcador no começo do jogo, mas foi para o intervalo em vantagem. Primeiro, Mattheus fez de cabeça e, depois, um belo gol olímpico. No segundo tempo, o time paulista presisonou e conseguiu o empate aos 35 minutos. Porém, aos 42, Mattheus, novamente de cabeça, deu a vitória à equipe rubro-negra.

- Fui feliz nas conclusões na partida de hoje e tirei proveito da minha estatura para marcar os dois gols de cabeça. Nossa próxima partida será num estádio com gramado em condições muito melhores que o de hoje e acredito que não seremos prejudicados como fomos. Na partida contra o Atlético-MG temos que fazer a bola girar o campo e impor nosso ritmo de jogo. Em um campeonato de tiro curto como esse, não podemos desperdiçar pontos e temos que buscar a classificação para a próxima fase o quanto antes - afirmou o jogador após a partida.

Além de Mattheus, o treinador Cléber dos Santos também contou com Rodolfo, outro jogador com passagem pelo time principal, e que foi liberado pelo técnico Mano Menezes para voltar aos juniores. O time foi escalado no esquema 4-2-3-1 para privilegiar os dois meias, com Rodolfo também tendo boa atuação.

- Foi um jogo muito disputado, difícil. O campo era pequeno e o gramado muito irregular, mas a equipe respondeu muito bem. Jogamos de forma aguerrida nos dois tempos - avaliou o técnico.

O Flamengo foi a campo com Luan, Robert, Fernando, Rafael Dumas e Pablo; Recife, Vitor Hugo, Mattheus, Rodolfo e Romário; Igor Sartori.

Além de Flamengo e Grêmio Osasco, outras quatro equipes estão na chave: Atlético-MG, Funorte-MG, Araxá-MG e Londrina-PR. A 29ª edição da Taça BH tem 36 clubes divididos em seis grupos. Os dois melhores de cada um avançam, além dos quatro melhores terceiros, formando as oitavas de final. A decisão acontece no dia 31 de agosto.

Os demais jogos do Flamengo na primeira fase:

2ª rodada – 17/8 - Flamengo x Atlético-MG – Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, às 13h30m.
3ª rodada – 19/8 - Flamengo x Funorte-MG – Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, às 15h30m.
4ª rodada – 21/8 - Araxá-MG x Flamengo – Toca da Raposa I, em Belo Horizonte, às 13h.
5ª rodada – 23/8 - Flamengo x Londrina – Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, às 15h30m.

Flamenguista, Aldo revela time dele no AM: 'Sou Naça desde pequenininho'

Além de campeão dos pesos-pena do UFC, José Aldo, que esteve nesta quarta em Manaus,  é conhecido por ser um aficionado por futebol. Flamenguista de coração, o amazonense declarou que, apesar da distância, sempre tenta acompanhar o Nacional, time do Amazonas que ganhou visibilidade nacionalmente ao vencer o Coritiba e a Ponte Preta e avançar para as oitavas de final da Copa do Brasil. O lutador lembra que torcia pela equipe manauara quando era mais jovem e ainda morava em Manaus.

- Eu tento acompanhar, mas é difícil estar sempre por dentro de tudo. Ainda assim, sou Naça desde pequenininho. Hoje dependo das notícias que chegam lá (Rio de Janeiro), mas dá pra ter uma noção de como o time está indo – contou o detentor do cinturão linear.

José Aldo em Manaus (Foto: Isabella Pina) 
Lutador brinca e declara: 'torcida contra o vasco será em dobro' (Foto: Isabella Pina)

Faltando pouco menos de uma semana para o jogo das oitavas entre Nacional e Vasco, que acontece em Manaus no próximo dia 20, o amazonense aproveitou para dar pitacos sobre a partida. De acordo com ele, apesar da superioridade do vasco como um grande time do país, o Nacional tem capacidade para dar trabalho ao rival.

- A gente sabe que o Nacional não é o favorito pelo pessoal de fora de Manaus, mas acho que ele pode surpreender muita gente, assim como fez ao vencer o Coxa e a Ponte Preta. O futebol é assim, não dá pra confiar muito na intuição – disparou Aldo.

Com pinta de comentarista, o lutador mergulhou no debate sobre futebol e deu alguns pitacos a respeito do time amazonense. Aldo também aproveitou para declarar que no próximo dia 20, sua torcida será redobrada.

- O Naça está jogando bem, o elenco é legal, tá bem montadinho, tirando um ou outro erro que a gente vê. A verdade é que eu sou flamenguista e nacionalino, então nunca estive tanto contra o Vasco, a torcida vai ser em dobro – brincou.


Flamengo x São Paulo: ingressos à venda para jogo no Mané Garrincha


Começou a venda de ingressos para o jogo entre Flamengo e São Paulo, domingo, às 16h, no Mané Garrincha. Nesta terça, os bilhetes estão disponíveis apenas pela internet. A partir de quarta-feira, as vendas começam também nas bilheterias. Os preços variam de R$ 25 a R$ 220.

Cada torcedor só poderá comprar até três ingressos. Crianças acima de um ano pagam meia-entrada. O comprovante da meia-entrada só será pedido no acesso ao estádio, e maiores de 60 anos, menores de 21, estudantes, professores, funcionários públicos, doares de sangue, deficiente físicos e acompanhantes, além de policiais têm o direito garantido. A retirada dos bilhetes comprados pela internet será feita somente mediante apresentação de documento com foto e CPF.

Sócios-torcedores precisam apenas apresentar o CPF para efetuar a compra, e podem acumular a meia-entrada com o desconto de 50%.

Confira os preços:

Superior Flamengo: R$ 100
Superior São Paulo: R$ 100
Inferior misto: R$ 160
Vip misto: R$ 220

Confira os pontos de venda:

Estádio Mané Garrincha - 10 às 17h (no domingo, somente até o início do jogo)
Loja Grandes Torcidas (Asa Sul) - 10 às 17h (sábado somente até 14h)
Loja Action Sports (Asa Sul) - 10 às 17h (sábado somente até 14h)
Loja do Torcedor (Taguatinga Sul) - 10 às 17h (sábado somente até 14h)
Futebol Arte (Riacho Fundo 1) - 10 às 17h (sábado somente até 14h)
Mangomania (Asa Sul, Asa Norte, Taguatinga) - 10 às 17h (sábado somente até 14h)
Pirma (Sul e Shopping Metrópole) - 10 às 17h (sábado somente até 14h)



Após encarar Cruzeiro pela Copa do Brasil, Flamengo vai para Brasília



Mano Menezes - Treino do Flamengo (Foto: Bruno de Lima/ LANCE!Press)De acordo com o técnico Mano Menezes, após a partida contra o Cruzeiro - o primeiro confronto válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira -, o Flamengo vai diretamente para Brasília, onde realizará um período de treinamentos antes de encarar o Grêmio, no Estádio Mané Garrincha, pelo Brasileiro.

Segundo o treinador, o elenco rubro-negro retorna ao Rio de Janeiro entre as partidas contra o Goiás, em Goiânia, e contra o São Paulo, em Brasília, pelo tempo que os jogadores ficam longe da família.

- Tudo tem dois lados. Fica aqui e fica muito longe da família. Temos viajado bastante e, sempre que possível, temos de ter a sensibilidade de entender que a outra parte também ajuda a cabeça. Neste caso, optamos por voltar. Quando jogarmos com o Cruzeiro, pela Copa do Brasil, vamos diretamente para Brasília, sem passar pelo Rio de Janeiro - disse.

Mandando partidas em Brasília, a rotina de viagens do Flamengo tem sido intensa, chegando a ficar mais de uma semana longe do Rio de Janeiro. Recentemente, por meio de redes sociais, o goleiro Felipe chegou a reclamar do tempo longe da família que os jogadores teriam de ficar.


Mano diz que Chicão deve continuar como titular e banca Cáceres


Mano Menezes gostou da estreia de Chicão pelo Flamengo. Depois de ficar no banco de reservas no Fla-Flu, o zagueiro assumiu o lugar de Marcos González, convocado para defender a seção chilena num amistoso contra o Iraque. Nesta quarta-feira, o camisa 3 fez o gol rubro-negro no empate por 1 a 1 com o Goiás, no Serra Dourada, em Goiânia, pela 14ª rodada do Brasileirão. Seguro na destruição das jogadas, o ex-corintiano jogou ao lado de Wallace e teve trabalho com o atacante Walter, autor do gol esmeraldino. A cobrança de falta perfeita, aos cinco minutos do segundo tempo, marca o início da trajetória de Chicão no novo clube. Na avaliação do treinador, ele foi bem porque entrou num time mais consistente. A tendência é que seja mantido, mesmo com o retorno de González.  

- Estreou bem, encontrou uma equipe bem posicionada, que deu segurança para ele estrear. Acredito muito nisso. Individualmente você não vai ter soluções milagrosas, mas quem entrar vai entrar e jogar bem. E Chicão dentro do contexto esteve bem. Vamos esperar as consequências do jogo, o retorno de González e tomar a decisão. É bem provável que Chicão permaneça. Vamos tomar essa decisão quando for a hora – disse Mano.

Chicão, Flamengo x Goiás (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem) 
Chicão teve atuação segura no empate com o Goiás (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)

Contra o Goiás, Victor Cáceres voltou ao time titular após cumprir suspensão no Fla-Flu. Luiz Antonio voltou ao banco e assim deve continuar. O paraguaio, por ora, é o dono da posição de primeiro volante.

- Não sofremos com qualidade de saída. Mas Cáceres é mais primeira função que Luiz Antonio. Luiz foi colocado no clássico porque a gente não tinha Cáceres, não queria mexer nesse tripé que armamos e está funcionando bem. Sempre que tiver Cáceres, vou usá-lo. Nesse momento, é o titular da posição.

Mano vai ter três dias para armar o time para a próxima rodada. No próximo domingo, o Rubro-Negro enfrenta o São Paulo, em Brasília, às 16h. A delegação treina na tarde desta quinta no Ninho do Urubu, às 15h.


Goias 1 x 1 Flamengo - Melhores Momentos - Brasileirão - 14/08/2013

Volta de Moreno contra o São Paulo é provável, mas não garantida

Ausente contra Portuguesa, Fluminense e Goiás, Marcelo Moreno não tem participação garantida na partida contra o São Paulo, domingo, em Brasília, pela 15ª rodada do Brasileirão. É bem provável que ele esteja à disposição de Mano Menezes, mas apenas se estiver totalmente recuperado. O atacante tratou o estiramento muscular na coxa direita, foi liberado pelos médicos e está na fase de preparação física, a chamada transição. Sua escalação, no entanto, vai depender da evolução do trabalho nos próximos dias. Moreno não viajou com a delegação para Goiânia. Ficou no Rio para tentar acelerar o retorno. Ele será observado por Mano Menezes e sua comissão técnica e só vai voltar se estiver em perfeitas condições.   

- Vamos esperar. É bem provável que esteja à disposição no domingo, mas vou avaliar bem. Não vamos correr nenhum risco. Às vezes você apressa o retorno, o jogador quer voltar, já que as coisas estão melhorando, mas temos de ter equilibrio para não precipitarmos nada – explicou o treinador. 

marcelo moreno treino flamengo (Foto: Cahe Mota) 
Marcelo Moreno fez um treino à parte na terça-feira, na Gávea. Boliviano nem viajou para Goiânia e Hernane foi o titular contra o Goiás. (Foto: Cahê Mota)
 
Moreno se machucou durante a partida contra o Atlético-MG. Sofreu um estiramento na coxa direita, mas teve boa recuperação. Com dois gols no Brasileirão, ele é o vice-artilheiro do time. Está atrás do volante Elias e do atacante Hernane, ambos com três.

Depois de fazer dois gols no Fla-Flu, o Brocador não brilhou no empate por 1 a 1 com o Goiás, nesta quarta, em Goiânia. Não marcou, perdeu algumas chances, mas sofreu a falta que originou o gol de empate, feito pelo zagueiro estreante Chicão.

O Rubro-Negro tem 18 pontos e está em 11º. O jogo contra o São Paulo será às 16h (de Brasília), no estádio Mané Garrincha. A delegação viaja para a capital federal no sábado.


Léo Moura, '' bichado'', sai machucado e é dúvida para jogo contra o São Paulo


Depois de Marcelo Moreno, Léo Moura. O lateral-direito do Flamengo saiu machucado no segundo tempo do empate por 1 a 1 com o Goiás, nesta quarta-feira, em Goiânia, e virou dúvida para a partida contra São Paulo, domingo, em Brasília, pela 15ª rodada do Brasileirão. Léo deixou o gramado do Serra Dourada sentindo muitas dores na parte posterior da coxa direita e será examinado na volta ao Rio para saber o grau da lesão.

- Precisamos esperar no mínimo 24 horas para uma avaliação, para saber o grau da lesão muscular – disse Mano Menezes após a partida.

Caso Léo não tenha condições, o treinador tem duas opções: Digão, reserva da posição, ou Luiz Antonio, volante que entrou no lugar do camisa 2 no jogo contra o Esmeraldino. Luiz também jogou improvisado na lateral direita com Jorginho e Dorival Júnior.

A delegação retorna à capital fluminense na manhã desta quinta. À tarde, às 15h, os jogadores vão treinar no Ninho do Urubu. A viagem para Brasília será no sábado. O Flamengo tem 18 pontos e está em 11º lugar na classificação.


Nem bom, nem ruim: empate com Goiás satisfaz Mano Menezes

Mano Menezes não comemorou, mas saiu do Serra Dourada satisfeito com o empate por 1 a 1 com o Goiás, nesta quarta-feira, em Goiânia, pela 14ª rodada do Brasileirão. Na visão do treinador, o Rubro-Negro esteve muito mais perto da vitória que o adversário. O Esmeraldino abriu o placar ao 14 do primeiro tempo, com Walter. O estreante Chicão, aos cinco do segundo, empatou em bonita cobrança de falta. Mano vê  o time mais constante, confiável e em crescimento.

- Fizemos um bom jogo, ao meu ver controlamos a maior parte dele. Sofremos um pouco defensivamente pelo lado esquerdo na primeira parte do ínico do jogo. Não por mau posicionamento, mas o Goiás fez uma movimentação muito boa. Ali sofremos o início da jogada do gol. Fora isso, tivemos mais volume, chegada na frente, voltamos bem no segundo tempo, fizemos o gol de empate e procuramos vencer até o fim do jogo. Nos últimos minutos, sempre estivemos mais próximos da vitória. Saio parcialmente satisfeito.

Mano Menezes Flamengo x Goiás (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem) 
Mano Menezes sorriu, mas também se irritou muito durante o jogo (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem)
 
O técnico disse que não se trata de um resultado para ser festejado, mas afirmou que o fato de nenhum adversário ter derrotado o Goiás como visitante neste Brasileiro tem de ser considerado.

- Não conseguimos três pontos, aqui é um lugar difícil de pontuar, tanto que ninguém ganhou ainda. A gente fez um bom jogo. Nenhum time comemora empate. Nem o time da casa, porque você sabe que as chances são raras, que pode fazer três pontos com mais segurança. Você tem mais ambiente para tentar fazer. Nenhum clube grande vai tentar fazer empates. Mas temos que entender o resultado, saber que ele acontece em um campeonato longo como o Brasileiro, e hoje foi um desses casos.

Com o resultado, o Flamengo continua em 11º, agora com 18 pontos. No próximo domingo, a equipe enfrenta o São Paulo, em Brasília, no Mané Garrincha, às 16h. Enquanto o Tricolor Paulista está mergulhado na crise, Mano vê o Rubro-Negro em evolução.

- A equipe está mais constante, confiável, defensivamente vem crescendo a cada jogo, bem posicionada. O crescimento é visível. Começa a trilhar o caminho para subir na tabela, vem se mantendo constante.

A delegação retorna ao Rio na manhã desta quinta e treina à tarde, no Ninho do Urubu. A viagem para  Brasília será no sábado.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Goiás 1 x 1 Flamengo

                                           
 Ficha técnica

Estádio: Serra Dourada, Goiânia (GO)    


Data: 14/8/2013

Hora: 21h50

Público:  32.049 pagantes

Renda:  R$ 769.400,00.

Cartões amarelo: David(Goi) Hernane(Fla)

Gols:  Walter(Goi)  CHICÃO(FLA)

Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Auxiliares: Thiago Gomes Brigido (CE) e Adson Marcio Lopes Leal (BA)

Goiás: Renan; Vítor, Ernando, Rodrigo e Eron; Amaral, David, Renan Oliveira(Erik) e Tartá( Dudu Cearense); Paulo(Ramon) e Walter
Técnico: Enderson Moreira

Flamengo: Felipe; Léo Moura(Luiz Antonio), Chicão, Wallace e João Paulo; Cáceres, Elias, André Santos e Gabriel(Paulinho); Nixon(Rafinha) e Hernane
Técnico: Mano Menezes.






Golaço de Chicão - Goiás 1 x 1 Flamengo - Brasileirão - 14/08/2013


Goiás 1 x 0 Flamengo - Gol de Walter - Brasileirão 14/08/2013


Flamengo estreia na Taça BH de Juniores nesta quinta-feira



O Flamengo estreia nesta quinta-feira na Taça BH de Juniores às 13h, contra o Grêmio Osasco, em Belo Horizonte. O Rubro-Negro está no Grupo B da competição ao lado do Araxá (MG), Funorte (MG), Londrina e Atlético-MG.

Alguns jogadores que até então estavam sendo aproveitados no time profissional voltaram para disputar a competição pela base do Flamengo, como os meias Mattheus e Rodolfo, além do atacante Igor Sartori. O filho de Bebeto comentou sobre mais este desafio na carreira.

– Estou com muita vontade de jogar esse campeonato. O Flamengo é um time conhecido por ser forte nas categorias de base e revelar grandes atletas para o futebol nacional. Quero que o grupo use o vice-campeonato do ano passado como estímulo para buscarmos o título dessa temporada. Sabemos que será um torneio difícil, com equipes fortes, mas nosso time está focado para buscar o título da competição – afirmou Mattheus.

Igor Sartori também comentou sobre a participação na Taça BH de Juniores desta temporada.

- A cada ano que passa os times estão desenvolvendo melhor seus times de base e o nível dos campeonatos está ficando cada vez melhor. Nosso objetivo é passar bem pela fase de classificação para chegarmos com mais confiança na fase de mata-mata do torneio. Espero fazer um bom campeonato, ajudar o Flamengo a conquistar as vitórias e, quem sabe, ganhar uma oportunidade no time profissional - relatou o atacante.


Flamengo não presta contas e pode extrapolar orçamento de 2013



A diretoria que justifica os ingressos caros com os altos valores pagos em impostos e defende a transparência junto ao poder público é a mesma que, internamente, mostra dificuldades para prestar contas no clube. O Conselho Fiscal já recebeu os primeiros balancetes do trimestre da nova administração, em que ficou comprovado a entrada de R$ 80 milhões em receitas de administrações passadas, entre patrocinadores, pagamentos de cotas de televisão e venda de títulos de sócios.

O que os conselheiros querem saber é se a previsão orçamentária de R$ 230 milhões será cumprida ou se os gastos serão extrapolados. Para a oposição, o clube já gastou R$ 150 milhões e pode precisar antecipar a verba. Para isso, ela solicita aos poderes a apreciação de contratos e documentos, entre eles o balancete, guardado a sete chaves pelo presidente do Conselho Fiscal, Mário Esteves, pressionado em reunião ontem.

Quem também está sendo colocado contra a parede é o presidente do Conselho Deliberativo, Delair Drumbrosck. O pedido para a convocação de uma sessão para avaliar contratos do estacionamento e do Maracanã não foram ouvidos. Enquanto isso, Delair deve atender ao pedido do presidente Eduardo Bandeira de Mello para apreciar um contrato de publicidade com uma seguradora, que pagaria para usar a imagem do Flamengo em vídeos.

Uma reunião convocada para o dia 20 no Conselho de Administração, que vai tratar da readequação do orçamento de 2013 já com a avaliação do Conselho Fiscal, promete ser movimentada.

Procurada, a diretoria não se pronunciou sobre a questão financeira. Em contato com a reportagem, o presidente do Conselho Deliberativo, Delair Drumbrosck, disse que estava em reunião.


Juventus mostra interesse em Adryan, mas Flamengo nega procura


  
Adryan e Mano Menezes - Treino Flamengo (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)De acordo com o jornal italiano La Gazzetta dello Sport, a Juventus estaria interessada na contratação do meia-atacante Adryan, do Flamengo. Conforme publicado nesta quarta-feira, o Rubro-Negro estaria interessado em ouvir propostas pelo jogador ainda este ano.

Segundo o LANCE!Net apurou, o interese do clube italiano pelo jogador vem desde os tempos da negociação com Mattheus, no começo do ano. No entanto, ainda não há nada de concreto entre as partes.

Por outro lado, o diretor executivo de futebol do Rubro-Negro, Paulo Pelaipe, alegou que tudo não passa de especulação e que o Flamengo nunca foi procurado.

- Nunca recebemos nada. É um jogador jovem e que faz parte dos planos do clube. Tem entrado bem nos jogos e está sendo bem preparado pela comissão técnica - comentou o diretor.

Em meados de março deste ano, Adryan renovou contrato com o clube da Gávea até o início de 2016. A multa rescisória do atleta para o exterior gira em torno de R$ 40 milhões de reais.