Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Kalil ignora assembleia e dispara contra Ferj e CBF: "Gravatinhas de rabo preso"


Alexandre Kalil, Atlético-MgO diretor-executivo da Sul-Minas-Rio, Alexandre Kalil, soltou o verbo ao saber da convocação pela CBF das federações para uma assembleia administrativa no dia 27 com objetivo de votar a filiação da liga. Irônico, Kalil afirmou que o resultado da votação "não interessa", qualificou a convocação como "mais uma armação" e atribuiu a mudança de posição da CBF à pressão exercida por Rubens Lopes, presidente da Federação de Futebol do Rio (Ferj). Na última sexta-feira, Lopes enviou ao presidente da CBF, Marco Polo del Nero, um ofício argumentando sua tese de que a liga é ilegal.

- Nós ignoramos essa assembleia, o que ela decidir não nos interessa. Achamos que é mais uma armação. Essa assembleia é à revelia da liga, a liga não quer assembleia, não se interessa por assembleia e o resultado dessa assembleia não interessa à liga - disse Kalil, por telefone, ao blog.

Questionado sobre como foi o encontro que causou a reviravolta no caso, visto que a própria CBF dava indícios de que seria favorável à liga, Kalil disparou:

- Não teve reunião, fizeram, prometeram tudo, pediram para levar a tabela, aí o presidente da Federação Carioca bateu o pé lá, sai todo mundo correndo, devem ter rabo preso, entraram todos para debaixo da cama. Os gravatinhas de rabo preso correram todos para debaixo da cama. 

Sobre a presença de Lopes na sala, contou:

- Não, estava escondido dentro de outra sala. Não teve coragem de olhar pro meu rosto não.

Instado a descrever como foi a discussão, Kalil não amenizou o tom:

- Não, vou discutir com quem? Com quem está encastelado de gravata hermès lá no terceiro andar? Vou discutir futebol com quem paga folha, com quem não pode andar na rua quando o time perde. Esse é que manda no futebol, que conhece futebol. A turma da gravata hermès não conhece, não.

Feldman diz que Kalil dá "dimensão política" ao tema

Secretário-geral da CBF, Walter Feldman rebateu Kalil. Disse que a entidade não concorda com a Ferj sobre o tema e que o diretor-executivo da Sul-Minas-Rio está dando uma "dimensão política" à questão:

- O Rubinho hoje é uma pessoa muito crítica à CBF. Ele discorda do modelo de negociação. Ele é contra a Sul-Minas-Rio. Não temos uma relação de acordo com o Rubinho sobre esse tema, muito pelo contrário. Ele (Kalil) foi muito agressivo em relação à Ferj. Na verdade, o tratamento que o Kalil tem dado a essa questão cria desinteligência. Passa para acusações, críticas que extrapolam o campo da decisão administrativa. Não vamos entrar. Para nós é uma questão técnica e financeira, o Kalil está dando uma dimensão política, ele admitiu.

Feldman disse ainda que Del Nero "tem toda a simpatia" pela liga, mas que decidiu acatar a representação enviada na sexta-feira pela presidência da Ferj:

- O presidente Marco Polo por três vezes disse que tem toda a simpatia pela liga e pela Copa Sul-Minas-Rio, contanto que se enquadre no calendário, no respeito aos atletas e que tenha os parâmetros que regem o futebol brasileiro e mundial, ou não tem como oficializar. Não vamos entrar nesse diálogo desinteligente. Ele manifesta uma participação da Ferj que não é verdadeira. A única questão que tivemos com a Ferj foi a representação no sentido de que a CBF não deveria tomar a decisão sem a assembleia. Acatamos essa interpelação e estamos convocando a assembleia.

Rubens Lopes diz que não estava na CBF

Também em resposta a Kalil, o presidente da Ferj, Rubens Lopes, respondeu, através de assessoria:

- Eu não estava na CBF na ocasião da visita dele. Por conseguinte, este senhor, que não conheço, deve estar com sérios problemas.

Nenhum comentário: