Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Bandeira diz que Flamengo não vai se curvar à Ferj e critica suspensão de Sheik



Momentos antes do lançamento da chapa “O Flamengo no caminho certo”, na noite dessa quinta-feira, no Leblon, o presidente Eduardo Bandeira de Mello mostrou indignação contra a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, que suspendeu Emerson Sheik por três jogos – um já cumprido -, retirando o atleta da partida deste domingo contra o Corinthians, ex-time do atacante. Bandeira também se queixou da nova decisão do arbitral do Campeonato Carioca 2016, que deliberou redução de cotas para times que entrarem com equipes consideradas reservas ou alternativas. 

Na véspera de participar de mais uma reunião da Liga Sul-Minas-Rio, Bandeira voltou a criticar a “arbitrariedade” da Ferj(vasco)e disse que o Flamengo não vai mudar nada do que decidiu para o estadual do próximo ano. Ou seja, vai entrar com time misto na competição, para privilegiar outras competições.

- O Flamengo não vai se curvar a nenhum tipo de arbitrariedade como esses que estão prevalecendo na Ferj(vasco). Nossa decisão já está tomada e está mantida. Vamos analisar ainda (medidas), mas a decisão do Flamengo é soberana. Ninguém vai nos intimidar e vai nos submeter a esse tipo de coisa – disse Bandeira.

O presidente rubro-negro lembrou de decisões anteriores de arbitrais na Ferj(vasco) que, a seu ver, também serviram para prejudicar Flamengo e Fluminense, que romperam este ano com a federação carioca de futebol. Bandeira citou a chamada “lei da mordaça”, que colocava multa a críticas de participantes do campeonato à competição, citou a meia-entrada universal e o tabelamento de preços no estadual de 2015.

- A torcida do Flamengo pode ter certeza: se eles estão achando que vão nos intimidar, estão muito enganados. Principalmente através de estrangulamento financeiro. Até porque boa parte, para não dizer a totalidade, dos recursos da Ferj provêm da torcida do Flamengo – afirmou o presidente do Flamengo, que luta pela reeleição na Gávea.

Sobre a suspensão imposta ao atacante Emerson Sheik, Bandeira lembrou a suspensão “perdoada” de Dudu, do Palmeiras – o departamento jurídico do clube paulista fez acordo com o STJD para o atacante palmeirense não cumprir parte da pena e voltar a jogar – e disse que o Flamengo estava sendo prejudicado no tribunal esportivo.

- Se compararmos o caso do Dudu e do Sheik fica eloquente perceber que estamos sendo prejudicados. Vamos ver se podemos fazer algo sobre isso, mas no momento prefiro deixar minha indignação e meu protesto sobre essa decisão do STJD – criticou o presidente do Flamengo.

Nenhum comentário: