Flamengo 10 títulos nacionais

Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Bandeira ironiza ameaças de Rubinho: "Nem dormi. Tô morrendo de medo"


O presidente Eduardo Bandeira de Mello, acompanhado dos dirigentes Alexandre Póvoa (vice de esportes olímpicos) e Marcelo Vido (diretor executivo da mesma pasta) concedeu coletiva nesta terça-feira, que marcou o lançamento da terceira edição do projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, na Gávea. O trio convocou os torcedores a investirem em atletas de base com o repasse de 6% do Imposto de Renda. Terminado o evento, Bandeira voltou-se para o futebol, carro-chefe do Flamengo, e tratou de responder Rubens Lopes Filho, mandatário da Ferj. Em entrevista à Rádio Bradesco Esportes, na segunda, Rubinho irrompeu-se contra a Copa Sul-Minas-Rio e disse que Fla e Flu podem sofrer consequências caso joguem com times alternativos no Carioca 2016.

- Não dormi essa noite, estou morrendo de medo. O Flamengo vai jogar com time alternativo, porque essa foi uma decisão soberana do Flamengo. O Fluminense também. Isso já foi anunciado desde fevereiro deste ano - firmou.

Projeto Anjo da Guarda Flamengo (Foto: Fred Gomes) 
Eduardo Bandeira de Mello, ladeado por Póvoa (à esquerda) e Vido (direita), lançou a terceira edição do Anjo da Guarda Rubro-Negro antes de responder as declarações de Rubens Lopes (Foto: Fred Gomes)
 
O fato de Rubens Lopes ter tratado a Copa Sul-Minas-Rio como ilegal, inoportuna e injusta também foi ignorado por Bandeira de Mello.

- Nenhuma surpresa, eu já recebi coisas muito piores da parte dele (em reunião realizada na Ferj, em janeiro, Bandeira disse ter sido xingado por Rubinho). Não foram só ironias, mas acho que o Flamengo e Fluminense devem cuidar dos seus interesses. A Liga Rio-Sul-Minas é uma alternativa excelente, atrativa e rentável, ao contrário do nosso Carioca, que vem se deteriorando tanto do ponto de vista técnico quanto do financeiro há muito tempo.

O mandatário rubro-negro não mostrou preocupação com a mudança de posição da CBF em relação à Sul-Minas-Rio, manifestando-se contrariamente à realização da mesma. Uma assembleia administrativa agendada para a próxima terça-feira definirá pela validação ou não do torneio. Nesta sexta, os integrantes da liga se reúnem na sede do Cruzeiro.

- Fiz contato com o secretário geral da CBF, Walter Feldman, e a informação que tive dele é que não se trata de um passo atrás, mas sim um cumprimento de uma formalidade necessária que vai se dar através dessa assembleia que está marcada para terça-feira. O que espero é que, como a vontade da CBF já manifestada é de aprovação da Liga Rio-Sul-Minas, os presidentes da federações obviamente ratifiquem a formação da liga e a edição do primeiro torneio já para 2016, a exemplo do que já existe na Copa Nordeste e na Copa Verde. As federações do Nordeste todas abençoam a Copa do Nordeste, assim como todas as do Norte e do Centro-Oeste abençoam a Copa Verde. Acredito que as federações, exceto a federação carioca, que todo mundo já sabe qual é a posição, não têm motivos para irem contra a realização da competição - encerrou.


Nenhum comentário: