Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

domingo, 4 de outubro de 2015

Oswaldo exalta torcida, Guerrero, e paciência do Fla diante do Joinville


O técnico Oswaldo de Oliveira não escondeu a emoção ao ver mais de 58 mil torcedores presentes em uma partida contra o lanterna do Campeonato Brasileiro numa manhã de domingo. Após a vitória por 2 a 0 sobre os catarinenses, ele se referiu à torcida rubro-negra como "um espetáculo", exaltou a presença de crianças e disse ter lembrado de suas passagens pelo Japão, onde contou que famílias costumavam comparecer aos jogos em horários próximos. O treinador revelou que a paciência diante de um time que luta contra o rebaixamento e amarga a última posição na tabela foi o tema de sua preleção.

Na sua entrevista coletiva após a partida, ainda no Maracanã, Oswaldo elogiou, claro, os autores dos dois golaços que reaproximaram a equipe do G-4, mas quem de fato recebeu grande apoio do técnico foi o atacante Guerrero, substituído por Kayke no segundo tempo. O camisa 9 revelou durante a semana ainda sentir dores no tornozelo direito, o que o deixou fora de ação por seis jogos, e ter recebido uma infiltração no local para poder treinar sem problemas. O técnico rasgou elogios ao "esforço" do atleta que, na sua visão, "apanhou muito" e conseguiu segurar a bola na frente.

- (Guerrero) Foi fundamental - disse.

Oswaldo de Oliveira Flamengo x Joinville (Foto: André Durão / GloboEsporte.com)Oswaldo de Oliveira solta a voz durante Flamengo x Joinville (Foto: André Durão / GloboEsporte.com)

Confira trechos da entrevista coletiva de Oswaldo de Oliveira:

Torcida
A torcida do Flamengo é um espetáculo. Confesso que fiquei emocionado antes do jogo começar. Coisa legal do horário, que muitos reclamam, mas é coisa muito familiar. O número de crianças hoje foi um espetáculo, me lembrou o Japão. Às vezes, havia jogos lá por volta de 1h, meio-dia. E a gente vê famílias.

Paciência
A paciência foi o tema da nossa preleção e da conversa do intervalo. Temos visto bastante os jogos do Joinville, a forma como jogam. A equipe realmente teve esse mérito. A participação do Guerrero foi fundamental. Segurou a bola na frente, era previsível, pedi a eles. Assisti ao Joinville contra o Corinthians, e eles jogaram muito melhor naquele jogo por causa desse detalhe.

Vitória
O Flamengo fez uma partida muito boa, nos preparamos durante a semana para resistir a isso e criar oportunidades mesmo com a dificuldade imposta pelo adversário. O primeiro tempo foi muito bom, melhor até que o segundo, quando fizemos os gols. Através da paciência e da insistência, fomos minando a confiança do adversário e poderíamos até ter feito o terceiro.

 
Guerrero Flamengo x Joinville (Foto: André Durão / GloboEsporte.com)Guerrero
Está sendo medicado normalmente, porque a infiltração não tem mais a conotação pejorativa de tempos passados. A gente lembra de Garrincha, mas é tratamento médico, nada especial. Ainda não conversei com ele depois do jogo, mas foi visível o esforço dele para manter a equipe pressionando o adversário. No fim, senti que ele perdeu um pouquinho o rendimento, por isso o substituí. Se movimentou muito e apanhou muito, impressionante. Principalmente quando a bola chega muito nele, no nosso domínio pleno. Eu estava torcendo para ele fazer o gol, mas senti que naquele momento as possibilidades foram diminuídas. A pressão ia crescer muito em cima dele. Foi atitude até nesse sentido, para resguardá-lo, sair íntegro do jogo e dar oportunidade ao Kayke, que também merece.

Confiança
Acho que a equipe voltando a vencer, volta a confiança que foi um pouco perdida com as derrotas consecutivas. Assim como houve decréscimo com as derrotas, agora pode haver uma retomada da equipe. Vamos ter 10 dias para dar continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido. Vamos fazer partidas muito boas, somar pontos, muito provavelmente nos aproximar do G-4, ou até entrar nele.

Brilho dos reservas
Sem dúvida, isso e imprescindível, ter essa visão geral do grupo, todos participam, se empenham muito. Tirar um pouquinho do foco dele (Guerrero) é importante. O principal é entendermos a participação que ele teve na partida, foi fundamental hoje, para o Flamengo predominar da maneira como predominou é muito difícil. Eles (Joinville) perdem jogos, sim, mas é um time chato de jogar contra. Citaria como exemplo os jogos deles contra Corinthians e Atlético-MG. Isso valoriza muito a participação do Paolo Guerrero na partida.

Nenhum comentário: