Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Flamengo chega a acordo com Felipe e terá de pagar R$ 3,6 milhões ao goleiro


felipe figueirense treino (Foto: Luiz Henrique / FFC)
O Flamengo e o goleiro Felipe enfim chegaram a um acordo sobre a Ação Trabalhista que o jogador movia contra o clube na Justiça. Afastado do elenco em agosto de 2014 e demitido em janeiro deste ano, ele receberá R$ 3,6 milhões do Rubro-Negro à vista. O acordo foi selado na manhã desta terça-feira no TRT-RJ (Tribunal Regional do Trabalho), no Rio de Janeiro.

Felipe cobrava cerca de R$ 5 milhões, entre multa indenizatória prevista nas cláusulas extras do contrato de trabalho, férias, danos morais, recolhimento do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), o não pagamento de verbas rescisórias, além de honorários advocatícios. Isso fora juros e correção monetária. Como conseguiu reduzir esse valor, o Flamengo considerou uma vitória o entendimento ocorrido nesta terça.

- Foi uma vitória. Primeiro por encerrar o assunto. Depois porque a gente conseguiu uma economia e ao mesmo tempo estancou um problema que poderia virar uma bola de neve. Daqui a dois anos esse valor poderia estar em 7, 8, 10 milhões de reais. Se você deixa a ação correr na Justiça do Trabalho, são pelo menos 14 a 15% (de juros) ao ano - disse o diretor jurídico do Flamengo, Bernardo Accioly.

O diretor também explicou que os R$ 3,6 milhões serão pagos com o dinheiro que o Flamengo guarda no Ato Trabalhista. De toda a receita do clube, 15% vão para uma conta específica devido a um acordo feito com a Justiça do Trabalho. A conta foi criada para pagar dívidas trabalhistas do Rubro-Negro e, como ela hoje tem um saldo superior a esse valor, o pagamento será feito à vista. Em cerca de 30 dias, por conta dos trâmites burocráticos, o dinheiro será depositado para Felipe. Segundo Bernardo Accioly, não haverá desembolso de caixa do clube.

- Quando a gente entrou em 2013, havia mais de 70 ações nessa fila, porque o Flamengo não estava fazendo os recolhimentos corretamente, e a receita do clube era bem menor. Como entraram 15% da receita ao longo desses dois anos e meio, pagamos mais de R$ 50 milhões em acordo. Tanto que eram mais de 500 ações, e hoje são 60 ou menos - completou Accioly

Antigo camisa 1 do Flamengo, Felipe tinha contrato até o fim de 2015, mas perdeu espaço com a efetivação de Paulo Victor e ficou fora dos planos do então técnico Vanderlei Luxemburgo. O goleiro de 31 anos atualmente defende o Figueirense, onde é reserva de Alex Muralha. Ele fez apenas dois jogos como titular pelo time catarinense e ficou no banco de reservas em outros 19.

Felipe chegou ao clube da Gávea em 2011 e fez 188 jogos com a camisa rubro-negra. Foram 91 vitórias, 54 empates e 43 derrotas. Ele sofreu 200 gols nesse período. 

A próxima rodada do Campeonato Brasileiro curiosamente traz a partida entre Figueirense e Flamengo, na quarta-feira da semana que vem, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Mas Felipe deve ficar novamente no banco.

Nenhum comentário: