sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Na estreia de Marcelinho no NBB 8, Flamengo recebe Rio Claro na Gávea


Recuperado de uma artroscopia no joelho direito, Marcelinho fará sua estreia contra Rio Claro (Foto: Marcello Pires) 
Recuperado de uma artroscopia no joelho direito, Marcelinho fará sua estreia contra Rio Claro (Foto: Marcello Pires)
 
Apesar das quatro caras novas contratadas para a temporada 2015/16, a principal novidade do Flamengo no seu primeiro jogo em casa no NBB 8 é um velho conhecido do torcedor rubro-negro. Ausente nas partidas contra Bauru e Franca, ambas disputadas no interior paulista, o ala Marcelinho Machado está 100% recuperado de uma artroscopia no joelho direito e fará sua estreia a competição, nesta sexta-feira, às 20h, contra a equipe de Rio Claro, no Ginásio Hélio Maurício, na Gávea. 

- Estou feliz com o resultado da operação e de poder estrear no NBB. Até agora correu tudo bem e dentro de um prazo ótimo, de três semanas. Foi tudo planejado. Infelizmente tive que perder dois jogos que não gostaria, mas faz parte. Doía e estava me incomodando bastante. Tinha um ângulo que quando eu agachava sentia muita dor, e a perna dava uma fraquejada. Mas agora está zerado. O jogador está acostumado a lidar com dor, e eu arrumei uma maneira de zerar. Nós vimos essa possibilidade e achamos melhor tentar, felizmente deu tudo certo - afirmou o capitão rubro-negro.

 
Com uma derrota e uma vitória fora de casa, o atual tricampeão e dono de quatro conquistas no NBB ainda está se acertando. Mesmo figurando apenas no meio da tabela nesse início de competição, Marcelinho já nota uma certa melhora em relação ao desempenho da equipe nos amistosos e nos jogos do Campeonato Carioca e afirma que só com uma sequência de jogos a equipe vai ganhar mais conjunto e entendimento de onde cada um gosta de jogar.

Mesmo reforçado por vários jogadores experientes, como os armadores Fernando Penna e Tatu, os alas Dedé e Gui Deodato, o ala-pivô Guilherme Teichmann e o pivô Atílio, Rio Claro não teve um bom início de competição, duas derrotas e uma vitória.

Independentemente do saldo negativo por enquanto, Marcelinho prega respeito ao adversário e destaca a importância de começar a temporada em casa com a mão direita. 

- Rio Claro fez um bom Paulista, é uma equipe que conta com alguns jogadores experientes e temos que estar bastante focado para esse jogo. É uma partida isolada, já que não vamos ter a rodada casada por conta da saída do Limeira, então poderemos mentalizar apenas essa partida. Sem falar que é nossa estreia em casa. Tivemos uma semana para trabalhar e é muito importante começarmos com uma vitória diante do nosso torcedor.

Aliviado com o retorno de seu capitão, o técnico José Neto destacou o profissionalismo de Marcelinho e salientou a importância de contar com mais um jogador experiente na rotação da equipe. Embora tenha terminado a temporada passada no banco de reservas, o camisa 4 continua sendo o homem de confiança do comandante rubro-negro dentro de quadra.

- Os jogadores adultos são muito importantes pela maneira como formatamos nosso time. Além de ser um deles, o Marcelo é um jogador que tem uma história no clube e no basquete brasileiro. É um cara que sempre foi importante em todas as equipes pelas quais jogou, seja aqui no Brasil ou lá fora, é o capitão do time e o grande líder da equipe, não é à toa que aparece em todas as fotos levando os troféus conquistados pelo Flamengo. Isso é o dia a dia dele, sua liderança e o que ele representa para o clube. O Marcelo vai sempre somar, ele fora para é muito ruim. A volta dele vai agregar ainda mais qualidade ao nosso elenco. Ele sabia que precisava fazer a cirurgia no joelho para que pudesse render mais para o time, e fez. É um cara profissional - elogiou Neto.

A volta de Marcelinho, no entanto, não minimiza a preocupação do treinador com o adversário desta sexta-feira. Se não bastasse o fato de contar com uma equipe totalmente reformulada e motivada por essas mudanças, Rio Claro vem de uma sequência de jogos mais forte que o Flamengo.

- O que mais me preocupa no time de Rio Claro é o ritmo e o volume de jogo, pois eles jogaram o Paulista e perderam apenas na semifinal para o campeão, que foi o São José. É um time que vem embalado e com uma motivação muito grande. A maneira e a quantidade de vezes que eles jogaram na temporada é uma coisa que nos preocupa. Sabemos que precisamos nos impor e ter o controle da partida desde o início para que conquistar mais uma vitória no campeonato - afirmou José Neto, que gostou do desempenho contra Franca, mas reconhece que a equipe ainda tem muito o que melhorar.

- Às vezes parece que uma equipe melhora da água para o vinho quando conquista uma vitória por um placar elástico, como foi em Franca por 24 pontos, e não é bem assim. A melhora é gradativa. Acho que no jogo que perdemos para Bauru o time já mostrou alguma coisa melhor do que vinha fazendo antes, mas é uma coisa progressiva. Gostei muito da atitude que tivemos em Franca, principalmente no segundo tempo. Sabemos que não é fácil jogar lá, ainda mais contra uma equipe motivada pelos reforços que trouxe e pela vitória na estreia contra Macaé, poucos dias antes. Tudo isso vai formatando um time. São vários quesitos que temos que ter para nos tornarmos uma equipe boa novamente, e atitude é fundamental.

Nenhum comentário:

Flamengo 10 títulos nacionais

Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!