Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 31 de dezembro de 2016

Flamengo paga Romário e põe caso Hernane e 1987 como metas para próximo ano


Romário Flamengo 1995 (Foto: Divulgação)
Se não deu volta olímpica em campo, o Flamengo termina a temporada com boas notícias fora de campo. Depois de renovar um patrocinador e garantir um novo acordo milionário com empresa tailandesa, o clube comemora êxitos no departamento jurídico. Em carta enviada aos associados do clube, o vice-presidente jurídico Flávio Willeman tratou com otimismo de dois casos importantes para o clube: a previsão de receber pela venda de Hernane ao Al Nassr no ano que vem, além de seguir na luta pelo reconhecimento na Justiça do título do Campeonato Brasileiro de 1987. Hoje, mesmo com a CBF, em 2011, tendo proclamado dois campeões naquele ano, a Justiça determinou que apenas o Sport é campeão daquele ano.

Depois de acordo milionário com Ronaldinho Gaúcho, neste fim de 2016 o clube celebrou acordo de processo movido por Romário. O ex-jogador cobrava direitos de imagem da passagem pelo clube nos anos 1990. Entre juros e correções da cobrança, chegava a R$ 18 milhões. O Flamengo propôs pagar R$ 6 milhões à vista e conseguiu fechar acordo e encerrar o caso. Os valores foram divulgados anteriormente pelo site "Uol".

Confira um trecho do comunicado do departamento jurídico do Flamengo (Foto: Divulgação)No caso Hernane, o Flamengo informa que já tem notícia de vitória no julgamento da terceira parcela de cobrança sobre o clube da Arábia Saudita. Nas primeiras duas parcelas, no total de 2,5 milhões de euros, o clube árabe já foi condenado e, na última, de 2 milhões de euros, o final será o mesmo, escreveu Willeman aos sócios do Rubro-Negro.

"Como a execução já se iniciou em relação às duas primeiras parcelas, temos a expectativa e a confiança em nossos advogados externos de que receberemos todos os valores devidos no ano de 2017", informou Flávio Willeman.

Colocada como uma das principais metas de 2017, a discussão em torno do Campeonato Brasileiro de 1987 deve ter novos capítulos no ano que vem. O Flamengo contratou "ilustres juristas para auxiliar nos memoriais enviados aos ministros do Supremo Tribunal Federal" e lembrou que o processo está suspenso para nova avaliação do caso. "Não mediremos esforços para que seja reconhecido o nosso merecido título, conquistado em campo (glória que ninguém poderá nos retirar)."

No balanço do departamento jurídico, destaque para a diminuição no número de ações trabalhistas - hoje, são 50 processos. O clube diz ter feito 160 acordos em quatro anos, pagando R$ 78 milhões através do Ato trabalhista. Outro destaque é a cobrança de parceiros inadimplentes com o clube. O Fla calcula que tem a receber mais de R$ 11,5 milhões, em casos que ainda serão discutidos na Justiça ao longo do ano de 2017

Confira um trecho do comunicado do departamento jurídico do Flamengo (Foto: Divulgação)

Nenhum comentário: