Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Flamengo quer "melhor Juan possível", mas prevê sofrimento com viagens extras


juan flamengo treino mangaratiba (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Será mera formalidade para os rubro-negro a (re)apresentação de Juan, prevista para o final do treino da manhã em Mangaratiba. O jogador estreou aos 17 anos, em 1996, e os flamenguistas acompanharam de perto ou pela TV os passos daquele menino que cresceu na base da Gávea e ganhou o mundo, com passagens pela seleção, pelo futebol alemão e italiano. O retorno do jogador - que completa 37 anos dia 1º de fevereiro - foi comemorado pelo torcedor rubro-negro e ganhou defesa em tom de desabafo do diretor de futebol Rodrigo Caetano na última quarta-feira , mas não inibiu a movimentação do clube pelo nome de mais um zagueiro de peso. 

Para o setor, o clube contratou Antônio Carlos, que veio do Avaí, e ainda tem no radar dois zagueiros argentinos: Alejandro Donatti, do Rosario Central, e Luciano Lollo, do Racing. A diretoria não fecha os olhos para outras oportunidades e diz não ter pressa para fechar nova contratação. Mas isso não significa que Juan chegue apenas para compor grupo. Pelo contrário. A experiência, a identificação e o currículo contam a favor, mas o veterano sabe que deve ter, além de concorrência, um aproveitamento muito bem planejado. 

Aos 36 anos, Juan atuou em 24 das 71 partidas do Inter em 2015. O que corresponde a presença em 38% dos jogos do seu último time. 

O novo preparador físico do time, Carlito Macedo, destaca o exemplo de jogadores veteranos. Ele citou alguns com quem trabalhou recentemente no Santos, mas foi sincero também: as viagens ao longo do ano, com agravante das dificuldades de atuar no Rio de Janeiro com restrição de estádios, são desafios para a preparação de Juan. 

- Veteranos têm rendido bem no Brasil. Trabalhei agora mesmo no Santos com alguns deles, por exemplo o Ricardo Oliveira, o Renato, até o Robinho. Vamos usar a tecnologia, ministrar cargas de trabalho específicas para que Juan possa render o seu máximo. Vai depender muito de situações de jogos. Este ano teremos muitas viagens e isso faz o atleta sofrer mais. Durante a temporada vamos analisar com departamento médico, com a comissão técnica, olhar o aspecto física, o técnico e e decidir a melhor maneira de utilizar o Juan - disse o preparador físico.

O chefe do departamento médico rubro-negro Marcio Tannure elogiou a forma física e os cuidados do zagueiro Juan com o corpo. Exemplo para os mais jovens, o jogador tem feito trabalhos à parte, correndo separado e deve privilegiar tratamento para prevenção de lesões. Ano passado, Juan fez menos de 30 partidas pelo Internacional, jogando 34% dos jogos da equipe. O menor aproveitamento dos últimos três anos de carreira.

- Óbvio que Juan tem 36 anos, não mais 20. Vamos individualizar os trabalhos, temos um grupo heteregêneo, com idades diferentes e vamos buscar o melhor de cada atleta, não comparando um com outro. Queremos a melhor recuperação dele e a melhor performance. É um jogador que se cuida e vai nos ajudar muito. Tem condição física acima da média, inclusive para idade dele. Não é que ele vai ter um rendimento de um menino de 20 anos, mas vamos buscar o melhor possível dentro da realidade dele - afirmou Tannure.

Nenhum comentário: