Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Flamengo começa a reestruturar futebol; Luiz Antonio caminha para engordar barca

A tranquila vitória de Eduardo Bandeira de Mello na eleição dessa segunda-feira mostrou que a Chapa Azul teve boa avaliação de forma geral entre os sócios do Flamengo durante os três anos em que esteve no poder, mas não escondeu os problemas no futebol, que teve desempenho pífio, principalmente em 2015, e ficou muito aquém do esperado pelo torcedor. Por conta disso, e querendo retribuir a confiança que lhe foi depositada novamente, a diretoria já iniciou a reestruturação da área para a próxima temporada.

As mudanças começam pelo comando da pasta. Gerson Biscotto saiu da vice-presidência de futebol e em seu lugar entrou Flávio Godinho, ex-vice de planejamento. Rodrigo Caetano vai continuar como diretor executivo e, para completar o trio do poder, o clube busca um gerente de futebol após a saída de Gabriel Skinner, que foi para a China. Além disso, há uma tendência para que o Conselho Gestor mude sua forma de atuação e tenha menos voz nas decisões, que ficariam mais a cargo do trio em vez de sempre passarem por um grupo de vice-presidentes de áreas aleatórias. 

Na noite de domingo, após a derrota para o Palmeiras na última rodada do Campeonato Brasileiro, dirigentes se reuniram com Cícero Souza, que faz essa função no Verdão e já trabalhou com Caetano no Grêmio. No entanto, apesar do interesse rubro-negro, o acerto é visto como improvável pelo Fla. O próprio Palmeiras já recebeu de Cícero a garantia de que não sairá.

A busca do Flamengo também é por profissionais da comissão técnica, uma vez que seis também estão de saída para o Tianjin Quanjian FC, time de Vanderlei Luxemburgo na Segunda Divisão da China. O preparador de goleiros Oscar Rodriguez e o analista de desempenho Gustavo Nicoline, ambos do Palmeiras, foram sondados.

Reunião Flamengo diretores (Foto: GloboEsporte.com) 
Cícero Souza, com a palavra, em mesa com Fred Luz, Godinho, Plinio Serpa e Rodrigo Caetano (Foto: GloboEsporte.com)

Luiz Antonio perto da China
 
Luiz Antônio, Flamengo x Cruzeiro (Foto: André Durão)Em relação a técnico, Muricy Ramalho foi o escolhido pela Chapa Azul e, em sintonia com o projeto do Flamengo, aceitou o desafio. O novo treinador deve ser apresentado oficialmente ainda nesta terça-feira ou, no máximo, na quarta pela manhã. E ele terá um elenco reformulado. O mais novo provável integrante da barca é Luiz Antonio. Conforme apurou o GloboEsporte.com, o volante é alvo do interesse do Guangzhou R&F, da China, que acena com uma proposta superior a US$ 1 milhão pela compra de seu passe, o equivalente a mais de R$ 4 milhões, e deve oficializá-la nos próximos dias.

Os demais integrantes da barca não são novidade. Em fim de contrato, Marcelo, Almir, Armero e Ayrton não estão nos planos para 2016. Everton está bem perto de se transferir para o time de Luxa na China; Samir está de malas prontas para o Udinese, da Itália - primeiro será emprestado ao Granada, da Espanha -; e Paulinho, visto internamente como símbolo maior da falta de comprometimento da equipe na temporada, é outro que será negociado, provavelmente emprestado. Jogadores como Márcio Araújo, em fim de contrato, e Marcelo Cirino dependerão de avaliação de Muricy para seguirem ou não no grupo.

Pará, Emerson Sheik e Alan Patrick também têm compromisso somente até o fim de dezembro. O primeiro vive caso à parte por já ter prevista no papel a renovação automática por mais dois anos. Quanto ao segundo, a renovação por uma temporada está perto de ser sacramentada, apesar de a proposta do futebol chinês, muito vantajosa financeiramente, ainda não ter saído da cabeça do atacante. E no caso de Alan, o Flamengo está otimista em estender o empréstimo junto ao Shakhtar Donetsk-UCR até o fim de 2016.

Na parte das contratações, o primeiro reforço a ser anunciado deve ser o zagueiro Juan, de saída do Internacional e que já está apalavrado. A diretoria encaminhou acertos com o lateral-direito Rodinei, da Ponte Preta, e o lateral-esquerdo Chiquinho, do Santos. Willian Arão, outro que está apalavrado com o Flamengo, antes precisa resolver problema judicial com o Botafogo.

Vários nomes estão sendo estudados pela diretoria, como o de Everton Ribeiro, que está no Al-Ahli, dos Emirados Árabes. No caso do meia, após uma consulta inicial, ele foi considerado muito caro, uma vez que tem salário superior a R$ 1 milhão por mês. Outro nome por quem havia muito interesse era o do argentino Dátolo, do Atlético-MG, mas o caso foi bem parecido com o de Everton Ribeiro: susto com o valor e recuo. Certo é que alguns atletas mais conhecidos serão contratados. E atualmente as posições de zagueiro, volante e meia são as prioridades. A mudança do futebol clama por urgência.

Nenhum comentário: