Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Flamengo cobra transparência e quer nova licitação no Maracanã



O Flamengo voltou a mostrar descontentamento com a forma com que o futuro do Maracanã vem sendo tratado. Nesta terça-feira, o clube cobrou, em nota, um posicionamento mais claro do Governo do Estado sobre o assunto. O Rubro-Negro cobra transparência: "Está sendo considerada uma nova licitação ou a possibilidade da venda do controle do consórcio para outra empresa?".

No texto, o Flamengo defende que haja uma nova licitação. Na sequência, afirma ter acordo com um consórcio interessado em administrar o estádio, formado pela empresa CSM, GL Eventos e Amsterdam Arena. O Governo do Estado, também em nota, informou que contratou a Função Getúlio Vargas para elaborar um novo modelo licitatório - e que o prazo de conclusão do estudo é de três meses.

Veja a nota do Flamengo:
 
"Em nome da transparência e para melhor informar associados e torcedores a respeito de seu posicionamento sobre o Maracanã, o Clube de Regatas do Flamengo afirma que:  
1) Em 2016, o Governo do Estado foi um parceiro decisivo para que o Flamengo voltasse a atuar no Maracanã, na reta final do Campeonato Brasileiro. Agora, com o futuro do estádio sendo discutido e planejado, entendemos ser importante que o Governo do Estado, com quem sempre tivemos relação cordial e de confiança, se manifeste publicamente sobre seu papel no processo de transferência de controle do Consórcio Maracanã, da Odebrecht. Está sendo considerada uma nova licitação ou a possibilidade da venda do controle do consórcio para uma outra empresa/consórcio?

2) Na hipótese da venda do controle do consórcio, existe a necessidade da formalização do equilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão. As bases deste equilíbrio são fundamentais para a definição do valor do negócio como um todo. Um dos interessados na compra, através de seu presidente, afirmou à imprensa nesta segunda-feira que houve uma revisão do primeiro edital de licitação. Seria útil que o Governo do Estado tornasse público os termos dessa revisão.

3) Continuamos acreditando que a solução mais segura do ponto de vista jurídico é uma nova licitação.

4) Caso o caminho escolhido pelo Governo do Estado seja a transferência da concessão, estamos comprometidos com ele, desde que este processo seja absolutamente transparente e republicano. Para tal, o Flamengo tem um acordo satisfatório com um consórcio interessado em administrar o Maracanã, formado pela empresa CSM e seus parceiros, a GL Eventos e a Amsterdam Arena".
Veja a nota do Governo do Estado:

"O Governo do Estado contratou a FGV para realizar consultoria para elaboração da modelagem de um novo processo licitatório de outorga dos serviços de gestão, operação e manutenção do Complexo Maracanã. A FGV tem três meses de prazo para a conclusão."


Nenhum comentário: