Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

sábado, 30 de janeiro de 2016

Prefeitura alega "risco de desastre" e interdita estádio de estreia do Flamengo


Estádio do América, em Edson Passos, é interditado, Flamengo, Boavista (Foto: Reprodução)
Em visita no fim desta tarde, a secretaria municipal de Defesa Civil da prefeitura de Mesquita interditou o estádio Giulitte Coutinho, de Edson Passos. No lacre do campo do América, que receberia o Flamengo nesta noite de sábado - partida às 19h30 contra o Boavista -, a justificativa para interdição é por "risco iminente da ocorrência de desastres". Em comunicado enviado para a imprensa, a assessoria do Flamengo informa que apresentou todos os laudos requeridos para a realização da partida deste sábado e entregou à Ferj. Veja abaixo a imagem dos laudos divulgados pelo clube.

A interdição da prefeitura de Mesquita e os documentos enviados pelo Flamengo são desta sexta-feira. Com ajuda da diretoria do América, o Rubro-Negro tenta reverter a decisão municipal para o jogo deste sábado, às 19h30. A direção do América informa que recebeu comunicado do gerente administrativo do estádio sobre a interdição às 17h30. Presidente licenciado do América, Léo Almada, que se recupera de problemas de saúde, classifica a interdição na véspera do jogo como infeliz. A diretoria do Fla também revelou estranhamento com o fato de o ocorrido ter se dado em cima da data do duelo.

- Ficamos perplexos em saber que o prefeito tem 365 dias no ano e faz interdição 24 horas antes do jogo do Flamengo. Acho que ele foi infeliz. Acho que o prefeito não refletiu que o Flamengo jogando no estádio em seu município traria uma propaganda grande para Mesquita - disse Almada.

Marco Antonio Teixeira contesta os termos colocados no documento municipal e acredita numa solução para que o jogo não seja adiado ou transferido.

- Não existe isso de "risco iminente de desastres". Vamos tomar todas as providências para reverter este quadro. Nós, o América, o Flamengo e a Ferj, estamos mobilizados para isso. Em termos de legislação nacional temos todos laudos, de vigilância, dos bombeiros. O estádio estava completamente liberado - lembrou Marco Antonio Teixeira, diretor de futebol do América.

Em relatório divulgado esta semana pelo Ministério do Esporte, o estádio Giulitte Coutinho teve classificação boa. Na média, tem a mesma nota de outros estádios do Rio, como São Januário, Cláudio Moacyr (Macaé) e Raulino de Oliveira (Volta Redonda).

Confira a íntegra abaixo:
 
"Comunicamos ao público que a edificação encontra-se interditada por esta Secretaria Municipal de Defesa Civil com base na Legislação em vigor, e nas atividades atribuídas a esta SEMDEC estabelecidos no Decreto Nº 244 de 25 de janeiro de 2005, Lei Nº 12.608 de Abril de 2012. Lei complementar Nº 019 de 16 de Dezembro de 2015. Em observância aos autos de Notificação 001/2016 e 002/2016 e aos relatórios número 05/2016 e 01/2016 entregues ao dia 27/01/2016, fica impedido o transito de pessoas neste local por risco iminente de ocorrência de desastres, motivo pelo qual foi necessária a intervenção preventiva. s motivos e documentos relacionados acima estarão disponíveis para consulta pública na Secretaria Municipal da Defesa Civil (Avenida Coelho da Rocha - Nº 1426 - Rocha Sobrinho)."


Relatório Edson Passos, Flamengo (Foto: Reprodução)Relatório Edson Passos, Flamengo (Foto: Reprodução)

Relatório Edson Passos, Flamengo (Foto: Reprodução)Relatório Edson Passos, Flamengo (Foto: Reprodução)

Nenhum comentário: