Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Jayme se diz envergonhado e detona time: "Falta de interesse e de respeito"


Jayme de Almeida incrédulo com a atuação do Flamengo (Foto: HEULER ANDREY/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO)
De volta ao comando do Flamengo, após a saída de Oswaldo Oliveira, para os dois últimos jogos do Campeonato Brasileiro, Jayme de Almeida certamente preferia ter ficado bem longe do que viu neste domingo em Curitiba. O Rubro-Negro teve péssima e apática atuação e perdeu com facilidade para o Atlético-PR por 3 a 0. Após a partida, o técnico interino se disse envergonhado, detonou a postura do time e disse que houve falta de interesse e de respeito por parte dos jogadores que estiveram em campo.

- Como profissional e ex-atleta do clube, estou envergonhado pelo que aconteceu hoje. Perder ou ganhar faz parte do esporte, mas a forma como perdeu não é digna. Foi muito triste, uma coisa que eu não esperava, porque esse time bem ou mal vem jogando o campeonato inteiro. A forma como o time entrou e jogou foi decepcionante. Não é jogar bem ou mal, foi a falta de interesse, a falta de respeito com a camisa de um clube que é fantástico. Não sou garoto-propagada do Flamengo, mas é um clube fantástico e tem que ser respeitado. Não é vergonha nenhuma perder do Atlético-PR aqui, mas não dessa maneira. É um dia duro para mim e para a torcida do Flamengo ter visto isso. Comecei a jogar no Flamengo com 13 anos e nunca tinha visto isso. O que posso fazer é pedir desculpa. Sou o comandante, a responsabilidade cabe a mim, mas estou envergonhado - afirmou Jayme.

Jayme disse que é a favor do aproveitamento de jogadores do sub-20 na última rodada do Brasileirão, contra o Palmeiras no Maracanã, às 17h do próximo domingo. O Flamengo está na 12ª colocação, com 49 pontos, e não briga por mais nada no torneio.

- A gente não pode falar sem ter uma conversa. Temos que ver, a diretoria tem os projetos para o ano que vem. Mas a princípio alguma coisa tem que ser feita. Depois de hoje, de repente podemos pensar nisso, a ideia é interessante. Aproveitar esse último jogo para ver os juniores, algumas coisas para o ano que vem. Acredito que seja interessante fazer modificações para ter uma noção boa para o ano que vem. Fazer uma avaliação com jogadores que não estão sendo utilizados e que estão subindo da base.

Não foi apenas o técnico Jayme de Almeida que deixou a Arena da Baixado frustrado. De volta ao time após se recuperar de lesão no joelho, Marcelo Cirino reconheceu que a campanha do Flamengo ficou muito aquém do esperado e frisou que o time deve ter as derrotas como aprendizado.

-Infelizmente nossa campanha não é das melhores. Sabemos disso. Trabalhamos para tentar melhorar. Jogar aqui é complicado, por muitos anos estive do lado do time de Curitiba. Sei como é. Vamos continuar trabalhando, ainda temos um jogo perto da torcida para terminarmos com dignidade. Pelo elenco que temos, essa situação não é digna pelo que é o Flamengo. Ficamos chateados. O campeonato é muito difícil e tem que servir de aprendizado.

Nenhum comentário: