Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

domingo, 15 de novembro de 2015

De volta ao Flamengo após lesão no joelho, Ederson diz: "Preciso ter progressão"


Ederson Flamengo x Orlando City (Foto:  ERNESTO CARRIÇO/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO)
Recuperado de uma lesão no joelho, o meia Ederson, contratado para ser o camisa 10 e resolver os problemas de criação da equipe rubro-negra, voltou a ser utilizado por Oswaldo de Oliveira. Ele, contudo, afirmou que ainda precisa de ritmo para poder voltar a brigar por uma posição de titular. Após a vitória por 1 a 0 sobre o Orlando City, neste domingo, no Maracanã, em amistoso festivo pelos 120 anos do clube da Gávea, ele afirmou ter se sentido bem em campo, mas reconheceu que ainda não está na forma ideal.

- Preciso ter uma progressão. Claro que foram só 20 minutos, mas foi bom para começar, voltar a jogar. Tenho que trabalhar firme para ganhar condição de jogo para ajudar o time até o fim do campeonato - disse Ederson à Rádio Globo.

Autor do gol da vitória, Luiz Antonio admitiu, em entrevista ao SporTv, que o Flamengo começou a partida em ritmo lento demais:

- Não era clima de amistoso, sabia que ia ser um pouco complicado. O time deles não viria nesse clima. A gente começou um pouco devagar sim, mas no segundo tempo graças a Deus consegui fazer um gol e ajudar meus companheiros, que é o mais importante.

Para o lateral Ayrton, que também entrou no segundo tempo da partida, o Flamengo precisa somar pontos nos jogos restantes do Brasileiro para terminar o campeonato de forma "digna". Lembrou ainda que o G-4 pode virar G-5, no caso, por exemplo, de o Santos garantir sua vaga na Libertadores com o título da Copa do Brasil, e afirmou que os rubro-negros ainda têm esperança de obter a vaga.

- Jogo festivo, 120 anos, grande tradição desse clube, mas agora é focar no Brasileiro, procurar vencer, terminar numa posição digna, onde o clube merece. Na verdade merecia terminar brigando pelo título, mas o ano foi complicado, e vamos tentar terminar da melhor forma possível. Temos de esquecer 2016, pensar em 2015 ainda. Quem sabe chegar ali perto do G-4, possível G-5, temos de fazer os pontos e quem sabe conseguir uma vaguinha na Libertadores - afirmou o lateral ao SporTv.

Nenhum comentário: