terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Flamengo perde do Bauru em casa, e torcida cobra vitória no clássico com o vasco



Finalistas das duas últimas edições do Novo Basquete Brasil, em 2015 e 2016, Flamengo e Bauru voltaram a se encontrar na noite desta terça-feira. Em jogo válido pelo returno do NBB, o time do interior de São Paulo levou a melhor e saiu vitorioso por 72 a 63, apesar de estar na casa de seu adversário e da pressão da torcida rival. Diferentemente das finais dos NBBs 7 e 8, onde o clube da Gávea levou a melhor, os comandados de Demétrius Ferracciús superaram os atletas de José Neto. No primeiro turno, mais precisamente no dia 5 de novembro, o Rubro-Negro tinha vencido por 100 a 95. Apesar do revés, o histórico do confronto ainda é positivo para o Fla. Em 33 jogos, foram 23 vitórias.

Apesar da primeira colocação na tabela, o Flamengo não vive seu melhor momento no NBB. Contando o revés desta terça-feira, o time chega a três derrotas nos quatro últimos jogos. No final do jogo desta terça-feira, a torcida demonstrou irritação com o revés, e muitos flamenguistas ameaçaram os jogadores de protestos em caso de derrota no próximo jogo, o clássico contra o vasco sanitário, no sábado, às 14h (de Brasília), marcado para a Arena da Barra. Já o Bauru, que vinha se mostrando inconstante e tinha três quedas nos últimos cinco jogos, agora se consolida na quarta colocação, deixando Vasco, Pinheiros, Paulistano e Mogi das Cruzes, que tinham o mesmo aproveitamento, para trás. 

Flamengo x Bauru basquete NBB (Foto: Divulgação/Bauru)Flamengo e Bauru se enfrentaram no Tijuca Tênis Clube nesta terça-feira (Foto: Caio Casagrande/Bauru Basket)

O cestinha do jogo foi Jefferson, muito bem em quadra, com 21 pontos, sendo quatro cestas de três, fora uma assistência, uma roubada de bola e um toco. Ainda pelo Bauru, destaque para Alex, com 18 pontos, Shilton, com nove, e Gui Deodato, com sete. Gegê, ex-Flamengo, fez quatro e ajudou com três assistências e três roubadas de bola. Já pelo Rubro-Negro o maior pontuador foi Lelê, com 14 pontos. Olivinha conseguiu sete rebotes e marcou nove pontos. O técnico José Neto fez críticas à postura do seu time em quadra.

- Hoje a gente jogou para acontecer isso mesmo, né? Achar uma situação pontual é difícil. Foram várias. É um time bastante consciente de que hoje jogou para terminar o jogo dessa forma e agora é pensar no próximo. Acho que a gente precisa ter tranquilidade para pensar e ter coragem e dignidade para sair dessa situação. Pela maneira como foi desde o início, como estava encaminhando, poderia acontecer isso mesmo. É difícil falar: "Ah, foi por isso". Acho que foi pelos quarenta minutos que não jogamos para ganhar a partida. Fomos muito aquém do que precisávamos fazer e não nos preparamos para fazer isso - comentou José Neto, comandante do Flamengo.

     
             Flamenguistas se irritaram e cobraram vitória contra o Vasco (Foto: Matheus Palmieri)

O Flamengo teve alguns desfalques. Foram eles: Marcelinho, com entorses nos dois tornozelos; Fischer, que tem uma edema na musculatura da coxa direita; e Humberto, operado em janeiro e em recuperação do quinto metatarso do pé esquerdo. Já o Bauru não contou com Valtinho, com uma inflamação no púbis, e Gui Santos, que passou por uma operação após sofrer uma ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho direito. O tempo de recuperação desse jogador está previsto para seis a oito meses.

Agora, o próximo desafio dos rubro-negros, que são comandados pelo técnico José Neto, é  o vasco sanitário. No sábado, as duas equipes se enfrentam a partir das 14h (de Brasília), na Arena da Barra, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Já o Bauru vai encarar o Macaé fora de casa, no dia 26 de janeiro, às 19h30.

Nenhum comentário:

Flamengo 10 títulos nacionais

Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!