quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Decisão de Zé Ricardo frustra Mancu, e Monterrey vira opção para 2017

Por trás da esquisita expulsão - com dois cartões questionáveis - no empate por 0 a 0 contra o Atlético-PR há uma frustração de Mancuello com o técnico Zé Ricardo. Em conversa com outros jogadores do elenco na véspera da partida, o argentino queixou-se da decisão do treinador de escalar Alan Patrick no último jogo do ano. A informação foi dada na edição de 11h do programa Central do Mercado, do GloboEsporte.com. Através de nota oficial, o Flamengo rebateu a informação.

Explica-se. Nada contra o companheiro. Porém, ele argumentou internamente que com a decisão de devolver Patrick ao Shakhtar Donetsk no fim do ano, sentiu-se desprestigiado. Mancu cogitou pedir para não entrar em campo, mas foi demovido da ideia.

Paralelamente, ele recebeu a notícia do interesse do Monterrey, do México, e se empolgou por dois fatores: a competitividade da liga mexicana e o belíssimo estádio Gigante de Acero, inaugurado em agosto de 2015. Por enquanto, ainda não houve proposta oficial.

Ex-Independiente, Mancuello chegou ao Flamengo em janeiro deste ano por R$ 8 milhões (pagos parceladamente), de acordo com o balanço financeiro divulgado pelo clube, e tem contrato até 20/1/2020. Ele disputou 38 jogos e fez seis gols. 

Em nota, a assessoria de imprensa do Flamengo diz: "Apesar de não ter sido procurado pelo Globoesporte.com, o Flamengo afirma que Mancuello é exemplo de profissionalismo e jamais cogitou não atuar pelo clube. O Flamengo tampouco recebeu consulta ou proposta pelo atleta vinda do Monterrey (MEX) e segue nos planos rubro-negros para 2017." O GloboEsporte.com mantém as informações publicadas na matéria.

Nenhum comentário:

Flamengo 10 títulos nacionais

Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!