Tu és... Time de tradição... Raça, amor e paixão... Oh meu Mengo!!! Eu... Sempre te amarei... Onde estiver estarei... Oh meu Mengo!!!

quarta-feira, 23 de março de 2016

Muricy exalta Primeira Liga: "Muitos clássicos e estádios cheios"



Muricy treino Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
O técnico Muricy Ramalho não esconde de ninguém que o calendário e as viagens o preocupam e muito. A Primeira Liga, ainda embrionária, adicionou quatro datas até agora ao ano rubro-negro. Mas, se depender do treinador cujo currículo conta com quatro Brasileiros e uma Libertadores, um novo compromisso será adicionado à rota do Flamengo em 2016: a final da competição. E, para isso acontecer, é preciso vencer o contra o Atlético-PR, às 21h30, em Juiz de Fora.

Muricy destacou a presença de público nas primeiras rodadas e frisou que clássicos ocorrem com maior frequência nesse formato de campeonato.

- É uma competição importante, embora seja a primeira edição. Por tudo que envolve, pelos clubes que estão participando. Só tem jogo bom, muitos clássicos que, consequentemente, atraem a atenção do público. Os estádios estão sempre cheios (no caso do Fla, bons públicos contra Atlético e América, mas ruim contra o Figueirense), pois o torcedor gosta de jogos deste nível e com bons jogadores dentro de campo. E a gente sempre trabalha para conquistar títulos, e no Flamengo não pode ser diferente - disse.

A cautela para não estourar fisicamente o elenco, como já foi citada anteriormente, existe. Então Muricy acredita que um repouso bem feito e espírito de luta a mais nas decisões possam ser decisivos na luta pela conquista.

- Pela grandeza do clube, não podemos entrar só para competir. A gente tem viajado muito, todos sabem, então requer também muita concentração, superação, vontade de vencer e descanso, porque o cansaço é normal, por toda a sequência que temos enfrentado - completou.

Mesmo com o Flamengo ainda alternando bons e maus resultados, Muricy não se preocupa e tem convicção de que o time embalará até o fim da temporada, pautado no próprio trabalho mas também no dos médicos e fisiologistas.

- Buscamos acertar o time dentro do pouco tempo que temos para treinar. Vejo evolução, mas lógico que ainda falta para chegar no nível ideal. Temos bons jogadores, técnicos e velocistas, mas não basta isso. É preciso tempo para acertar todos os ponteiros. Agora, não tem como estipular prazo. O trabalho está sendo conduzido por uma equipe técnica e médica de muita qualidade e tenho certeza de que colheremos os frutos lá na frente - finalizou.

Os ingressos para a partida entre Flamengo e Atlético-PR seguem à venda. Na última parcial passada pelo Fla, na tarde de terça, 10 mil haviam sido comercializados.

Nenhum comentário: